Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

01.12.14

A Bela e o Monstro


O Informador

A Bela e o MonstroAdorei! Adorei! Adorei!

No passado fim-de-semana acordei mais cedo que o normal e fui até Lisboa. Destino Teatro da Trindade, onde às 11h00 estava sentado a assistir ao musical infantil A Bela e o Monstro. O que posso dizer que não sejam boas palavras sobre este espetáculo da Yellow Star Company? Completamente nada porque tudo em palco transportou-me para a história de amor que li, vi e revi vezes sem conta sobre a Bela e o seu Príncipe de forma perfeita!

Com Marta Andrino a encabeçar o elenco composto por Ruben Madureira, Joel Branco, Carla Salgueiro, Sissi Martins, Carlos Martins, David Fernandes, Pedro Jorge Ribeiro, Júlio Mesquita, José Henrique Neto, Soraia Tavares e João Hydalgo, este musical mágico consegue levar miúdos e graúdos à emoção, tendo que confessar que em várias partes verti uma ou outra lágrima talvez de recordação e nostalgia sobre tão belas histórias do imaginário de todos nós.

A produtora de Paulo Sousa Costa fez um excelente trabalho com esta adaptação de A Bela e o Monstro e isso é tão notório quando ao longo de hora e meia o público aplaude sucessivas vezes as performances dos atores em palco e no final tudo fica de pé a agradecer o desempenho de quem deu corpo às personagens e a toda a equipa. Com um texto bem elaborado, cenários e imagem cuidados e um elenco perspicaz, este musical não é simplesmente mais um destinado a levar pais e familiares a convidarem os mais pequenos a encherem a sala do Teatro da Trindade. Em A Bela e o Monstro todos saem de sorriso rasgado do espaço lisboeta porque a sensação de satisfação existe e o sucesso está à vista.

Com sessões esgotadas desde que estreou e com vários especiais encaixados para que um maior número de pessoas pudesse assistir a este espetáculo só posso dizer que vale mesmo a pena passar um tempinho a ver esta história de amor tocante e que já foi adaptada e encenada inúmeras vezes por todo o mundo.

O que é bom vale a pena e merece ter o público do seu lado! Aqui está um caso que merecerá aplausos ao longo de muito tempo!

1 comentário

Comentar post