Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

11
Dez18

Uma oferta nada tentadora

| O Informador

rede.jpg

Não sei se quem tem serviços de televisão, internet e telefone em casa já recebeu uma chamada dos assistentes da sua operadora para vos proporem um novo pacote onde ficaria incluído o telemóvel, que no meu caso está numa outra rede. Se não receberam devem estar a receber, mas vou falar do meu caso. 

Andaram semanas a tentar ligar do grupo X, o que a aplicação Sync.ME fez com que não atendesse, uma vez que este aplicativo identifica a chamada como Spam, dando ao mesmo tempo indicação de quem está a ligar quando o número não está na lista de contactos. Não atendi durante vários dias seguidos os números que me ligavam do X, mas acabei por me cansar e num momento em que até estava bem disposto resolvi atender. Ouvi a proposta que o assistente me tinha para oferecer e no final tive de inquirir, claro.

Neste momento pago 35,98€ pelo serviço de televisão, internet e telefone (que está desligado), isto através da rede X. Já o telemóvel está ligado à rede Z onde pago 3,99€ por semana com chamadas e mensagens ilimitadas, 5GB de internet, mais 5GB de Netflix, 5GB de Youtube e 5GB destinados às redes sociais. Enfim, no final do mês o telemóvel podia ficar mais barato mas tendo menos capacidades de ligações.

10
Dez18

A estreia do novo Dança com as Estrelas

| O Informador

rita pereira pedro teixeira dança com as estrelas

Num ano em que havia sido anunciada uma nova edição do programa Dança com as Estrelas e em que a sua apresentadora deixou a TVI, a direção do canal resolveu continuar com a aposta no formato e apostar numa nova dupla de apresentadores, rostos já associados ao programa como concorrentes na sua primeira temporada. A Pedro Teixeira juntou-se Rita Pereira na condução da quarta temporada do programa de danças e surpreendentemente a dupla conseguiu convencer na sua estreia.

Nervosismos à parte, mais da Rita nos momentos iniciais, que rapidamente foram ultrapassados, do que do Pedro que já tem um pouco mais de experiência na apresentação graças ao ano e meio de Apanha Se Puderes, a nova dupla de apresentadores funciona bem e mostrou empenho, gosto e vontade de procurar conquistar com o seu trabalho. Além de serem amigos e cúmplices, a boa disposição dos dois para com concorrentes e jurados é notória, percebendo-se que para lá das ligações pessoais e profissionais com alguns existe um acompanhar dos ensaios, um cuidado para que tudo corresse bem nesta estreia aguardada e que prometia uma mudança, dentro do possível, do que havia sido feito nas três edições apresentadas por Cristina Ferreira. 

Kelly Bailey, Bárbara Bandeira, Tiago Teotónio Pereira, José Condessa, André Costa, Vitor Hugo, Mónica Jardim, Anamar, Badoxa e Jessica Athayde são os concorrentes deste novo e renovado Dança com as Estrelas. Já nos jurados o público volta a contar com Cifrão e Alexandra Lencastre onde se junta desta vez o professor de dança Duarte Vieira. 

Se os nervos afetaram alguns dos concorrentes e a estreia nestas coisas faz mesmo a diferença para quem chega de novo a um mundo que não é o seu, o da dança, tal como em muitas situações na vida, existe mesmo quem tenha surpreendido. A primeira surpresa da noite foi mesmo o anúncio de Rita Pereira sobre o sexo do seu bebé. Ao contrário do que vinha a ser especulado pela imprensa, o bebé de Rita é mesmo um bebé e não uma bebé, como andava a ser noticiado há algumas semanas. No que toca a concorrentes destaco nesta primeira apresentação o Badoxa, que surpreendeu com os seus movimentos, mostrando que quem tem uns quilos acima do aconselhado consegue dançar e bem e ainda ter um excelente desempenho com o corpo. Pinos, cambalhotas, rodas e tudo o mais que confesso não o faço com tanta agilidade e onde o Badoxa me espantou, sendo mesmo a surpresa do Dança na noite de estreia. José Condessa foi outras das surpresas. O ator com 21 anos e com uma carreira já com inúmeros sucessos no cinema, teatro e televisão surpreendeu na pista onde mostrou que mesmo novato nestas andanças agarrou o projeto com empenho e para dar o seu melhor. Anamar, a concorrente mais velha e também menos conhecida do público, é atriz e cantora, no entanto em dança, após trinta anos sem fazer exercício físico, mostrou na arena ter os movimentos corporais certos para recolher os bons comentários dos jurados. 

09
Dez18

Ler por ai

| O Informador

ler por ai.jpg

Leitores de bancada só conseguem ler no sossego do lar porque não podem ouvir qualquer som incomodativo e que os leve a perderem a concentração. Um leitor habitual e que o faz por gosto além de o fazer no silêncio de sua casa consegue levar a sua leitura avante em qualquer local, até no meio da confusão de uma das avenidas mais movimentadas da nossa capital.

Comigo o silêncio é uma coisa rara. Se tivesse de procurar um local, mesmo em casa, em que nada ouvisse para poder ler estava desgraçado. Leio habitualmente em casa em qualquer divisão, geralmente com a televisão ligada e ainda com conversas paralelas a acontecer. Nem sempre um livro precisa de ser acompanhado pelo silêncio total, principalmente por leitores que estão super habituados a pegarem num livro e deixarem-se levar por umas quantas páginas em qualquer local, estejam em casa, no carro, jardim ou esplanada. 

Não existem locais ideias para ler. Uma pessoa que gosta de ter a companhia dos livros segue a sua leitura em qualquer sítio e quase que de forma inesperada. Parar o carro e enquanto a chuva não para abrir o livro nas páginas onde se ficou e continuar a leitura. Estar na pausa do trabalho e aproveitar para ler mais um pouco. A viagem monótona de comboio serve perfeitamente para ir lendo, não estando a olhar para o vazio da paisagem pela qual se passa. A espera por uma consulta não poderá servir também para se ler um pouco mais? E nos primeiros minutos do dia enquanto se toma o pequeno-almoço, não poderemos pegar na atual leitura para iniciarmos de outra forma um dia que poderá ser cansativo?

08
Dez18

Blogger ou Personagem?

| O Informador

blog.jpg

No momento em que agarro numa página em branco do blog para começar a escrever tenho de definir o tema, o que vou comentar, como encadear o texto, escolher a imagem e tags. Perfeito! Isto é geralmente o que um blogger faz ao elaborar uma nova publicação que pode ficar logo disponível para os leitores ou manter-se agendada para ser publicada mais tarde. No entanto existem factores que sempre interferem no texto que vai ser escrito, naquele desabafo pessoal, comentário social ou partilha de experiências. Falo do estado de espírito do momento em que tudo é feito!

Sei que a criatividade nem sempre ocorre, faltando ideias sobre o que escrever, bloqueando outras vezes no desenvolvimento do tema ou simplesmente estar naqueles dias em que não apetece sequer colocar os dedos no teclado para dar azo à imaginação. No entanto existem horas em que estamos a escrever mas em que o estado de espírito não é o melhor, tentando que o mesmo não passe para o texto que vai ser partilhado, mas sempre ou quase sempre, isso não é conseguido, acreditando que quem está a ler determinada publicação no dia em que foi redigida ou depois acabe por detetar quando os sentimentos pessoais estão bem ou com maior sensibilidade. 

07
Dez18

«Coral Vivo» será a cor de 2019

| O Informador

coral vivo pantone.jpg

2019 está a chegar e na aproximação de um novo ano a Pantone já escolheu a cor oficial que irá ter o seu destaque pelos próximos meses. Apelidada por Coral Vivo e descrita como sendo uma junção entre o mundo digital e a natureza, a cor de 2019 pretende expressar conforto, esperança, leveza e mudança a quem seguir as novas tendências. Sendo a Pantone uma marca a ditar a moda na indústria do design, está assim confirmado que Coral Vivo (Living Coral), com o tom 16-1546, será mesmo a cor de destaque do próximo ano.

Num comunicado lançado por Leatrice Eiseman, diretora executiva da Pantone Color Institute, «O Coral Vivo envolve-nos em calor e proteção e proporciona-nos conforto e leveza num ambiente em constante mudança […] Em resposta à investida da tecnologia digital e à crescente invasão das redes sociais no nosso dia-a-dia, andamos à procura de experiências autênticas e imersivas, que transmitam conexão e intimidade».

Com a revelação da cor oficial para 2019 as opiniões dividiram-se de imediato. Se uns acham que esta é a cor do rejuvenescimento e harmonia, já outros defendem que esta cor é demasiadamente luminosa e otimista para o atual panorama mundial, com confrontos em vários territórios e as questões políticas e sociais a ficarem cada vez mais inflamadas. 

06
Dez18

(Re)entrada na rotina

| O Informador

rotina.jpg

O início de uma nova fase laboral é sempre um momento de controlar a gestão de horários, para mais quando ao longo de uma semana a rotina pessoal e profissional é feita de diferentes modos. Neste momento e após os meses de desemprego voltei a ser «empregado por conta de outrem» e ao contrário do que tinha anteriormente, com um horário de Segunda a Sexta-feira e com entradas e saídas fixas, desta vez os Sábados e Domingos entram na corrida e existem quatro horários de início e final de dia. Com isto e porque todas as semanas percorro os quatro horários, felizmente, o dia-a-dia está aos poucos a ser adaptado para a nova vida em que hoje posso estar de manhã em casa e sair bem de noite, mas também amanhã posso logo começar de manhã a trabalhar e sair a meio da tarde.

Neste momento é necessário aos poucos definir onde encaixar certos afazeres pessoais no meio desta nova rotina profissional. Casa, saídas, compras, o blog, a leitura, as séries, tudo altera com esta nova fase que começou, pela qual optei e que espero que venha a correr bem. O modo de fazer, os horários mais ou menos estabelecidos onde gostava de fazer as coisas deixaram de existir como acontecia até aqui. Agora tudo está alterado, estando aos poucos a compor um novo diário, mais dinâmico e onde o hoje não é igual ao amanhã nem a ontem.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Boa noite."Hábitos de Leitura: Portugal na cauda d...

  • marta-omeucanto

    Eu leio onde calhar, seja em casa, na rua, ou em s...

  • O Informador

    Principalmente quando minutos antes estivemos disp...

  • O Informador

    Acordar um pouco mais cedo, uns minutos apenas, e ...

  • Cláudia C Silva

    EU agora tenho andado ler ao peq almoço, tal como ...

Mensagens

Pesquisar