Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

22
Mar19

Severa - O Musical | Teatro Politeama

O Informador

severa.jpg

O Teatro Politeama volta aos grandes musicais!

Filipe La Féria apresenta, "Severa - O Musical", sobre a mítica fundadora da Canção Nacional, a fadista que ficou na História como a primeira cantadeira de Fado narrativa imortal de amor e paixão entre o Conde de Marialva e a célebre fadista.

"Severa - O Musical" transporta-nos ao século XIX em Portugal, às esperas de touros, às tabernas da Mouraria, aos salões da aristocracia, à guerra entre liberais e absolutistas e à vida da criadora do Fado, num espetáculo glamoroso, romântico e pleno de emoção e aventura.

"Severa - O Musica" é a alegoria perfeita do labirinto de paixões e conflitos que marcou o Fado.

Com um grande elenco de artistas, protagonizado por Anabela, Filipa Cardoso, Carlos Quintas, Fernando Gomes, Yola Dinis, Filipe de Albuquerque, Bruno Xavier, Cristina Oliveira, João Frizza, Francisco Sobral, Dora, Ricardo Soler, Rosa Areia, Carina Leitão, Carla Vasconcelos, Rui Vaz, David Gomes, Paulo Miguel Ferreira, Catarina Pereira, João Albuquerque Alves e fabulosos bailarinos coreografados por Marco Mercier, com música original de Miguel Amorim, Jorge Fernando e Filipe La Féria que além do Fado, criaram melodias que englobam todos os géneros numa partitura de um grande musical, a direção vocal de Tiago Isidro. Os figurinos requintados de Mestre José Costa Reis e os cenários deslumbrantes fazem de "Severa" o regresso do Teatro Politeama aos grandes musicais.

"Severa - O Musical" é um tema português que fala da nossa História, do nosso país, num espetáculo emocionante e forte, em que o Teatro, a Música, a Dança, a cenografia e a beleza dos figurinos, contribuem decisivamente para La Féria realizar o seu mais ambicioso espetáculo de sempre - mágico e comovente, cómico e emocionante, humano e profundo - sobre a vida da verdadeira criadora do Fado Português.

Severa, a criadora do fado é agora celebrada no palco do Teatro Politeama através do mais recente musical de Filipe La Féria. Voltando aos grandes espetáculos musicais, o produtor volta a surpreender com uma história que vai para além da vida de uma mulher guerreira. Severa passa sobretudo por um retrato social de Portugal no século XIX onde a guerra, os bairrismos, o crime e a vida alheia são retratados perante uma sociedade que se confunde entre ruas de pecados, amores confundidos com interesses e vicissitudes da vida. 

Com um forte elenco com vários rostos de destaque dos últimos anos das produções de La Féria, como é o caso de Anabela, Carlos Quintas, Filipe Albuquerque e João Frizza, Severa estreou como o promissor musical que quer suplantar o sucesso de Amália. Com o retrato social estampado do início ao fim ao mesmo tempo que o fado é contado entre tabernas, cubículos e grandes festas, Severa é a mulher do povo que todos enfrenta pelo bem em que acredita. Uma verdadeira heroína de outros tempos, num espetáculo que por vezes remete para o universo de Os Miseráveis e onde um elenco excelentemente coordenado nas grandes cenas gerais em que todos estão em palco e não falham. Dos papéis principais ao mais secundário dos papéis de Severa, Filipe La Féria pensou, coordenou e apresenta agora um espetáculo que foi feito para agradar. 

21
Mar19

Convites Duplos | Lovers - Vencedores | 28.03.2019

O Informador

lovers - vencedores.jpg

Lovers, a peça que Brian Friel escreveu em 1967 é composta por dois textos: Winners e Losers (Vencedores e Vencidos). A peça Vencedores (Winners), situa-se na Irlanda, 1966, num período de profundas alterações sociais e politicas. A Igreja Católica controla poderosamente todos os aspetos da vida irlandesa, em particular nas comunidades rurais. O divórcio, o aborto, a contraceção bem como o sexo antes do casamento são mal vistos. Meg estuda num colégio de freiras, Joe estuda num colégio dirigido por padres. Meg está grávida, tem 17 anos. Joe tem 17 anos e meio. Querem casar-se. Têm sonhos e esperanças, estão apaixonados. São os vencedores, cheios de promessas e esperança.

O Teatro dos Aloés irá estrear a 26 de Março nos Recreios da Amadora o espetáculo Lovers - Vencedores, um texto de Brian Friel com encenação de Jorge Silva e interpretação de José Peixoto, Elsa Valentim, Carlos Malvarez e Raquel Oliveira. Ficando em cena até ao dia 07 de Abril, esta nova aposta da companhia de teatro terá sessões de Quarta-feira a Sábado pelas 21h30 e aos Domingos pelas 16h00. Aqui pelo blog existirá passatempo com a atribuição de convites duplos!

Em Lovers - Vencedores a narrativa gira em torno de sonhos e esperanças de jovens que vivem na Irlanda da década de 60 onde a igreja católica rege toda uma sociedade cheia de procedimentos a serem seguidos a bem da boa vida eterna. Mas quando dois jovens se apaixonam cedo demais o que acontecerá? Ai está a resposta em Lovers - Vencedores. 

19
Mar19

Convites Duplos | Esta Vida é Uma Cantiga | 22.03.2019

O Informador

esta vida é uma cantiga.jpg

Esta Vida é uma Cantiga, o reformulado musical da ArtFeist Produções Artísticas está de regresso e já estreou no Auditório do Casino Estoril. Aqui pelo blog existem convites duplos para sortear para uma das próximas sessões do espetáculo. 

Estreado no passado dia 16 de Março, este novo espetáculo reúne os maiores êxitos do teatro e cinema em Portugal, contando para a sua interpretação com Henrique Feist, Marta Alves, Susana Félix e Valter Mira. Com célebres canções de revista que retratam a alegria, a saudade, a dor, o amor e a partida, as cantigas de todos os tempos foram criadas e continuam em grande maioria nos ouvidos de várias gerações que gostam de teatro e cinema nacional. Esta Vida é Uma Cantiga é acima de tudo uma celebração dos 150 anos do Teatro de Revista e dos 80 anos do Cinema Musical em Portugal, numa apresentação ao jeito do que tem sido feito pela ArtFeist com os sucessos musicais dos últimos anos. 

06
Mar19

A magia acontece em Slava's SnowShow

O Informador

slava s snow show.jpg

Slava's SnowShow voltou a invadir Lisboa através do palco do Teatro Tivoli BBVA e se existem boas surpresas quando assistimos a um espetáculo este trabalho é uma delas. 

Com mais de vinte e cinco anos em digressão mundial, Slava's SnowShow transporta ao longo de duas horas o público para um verdadeiro recanto da imaginação onde os limites são ultrapassados através da magia e capacidade de transformar cada momento num pedaço de sonhos. Neste espetáculo os palhaços com buzinas e truques mágicos ficam de fora porque aqui a simplicidade de cada ato é transposta através de gestos e pequenos apontamentos em histórias que ajudam a momentos de reflexão entre o riso fácil e a batida do coração através de representativas constatações sobre a partida, a perda, o amor, a felicidade e tantos momentos do nosso quotidiano enquanto seres a viver numa sociedade multicultural onde todos têm algo de bom para oferecer aos outros. Slava's SnowShow acaba por ser um espetáculo de magia onde todos acabam por ficar envolvidos numa partilha de momentos inesperados onde a idade não importa quando a intenção é passar bons momentos numa sala de espetáculos. 

20
Fev19

Convites Duplos | Vidas Privadas | 22/24.02.2019

O Informador

Uma peça sobre o amor nas suas mais quentes, e mais frias, expressões.

Amanda e Elyot, divorciados há cinco anos reencontram-se por acaso,com novos esposos, em segunda lua de mel num hotel em Deauville. Quando a chama entre eles se reacende, fogem juntos para Paris, onde... uns dias mais tarde os novos esposos os vêm procurar...

Uma comédia de costumes duradoura e especiosa.

Com Suzana Borges, Guilherme Barroso, Maria Dias e Martinho Silva.

O Auditório do Casino Estoril, através da ArtFeist Produções Artísticas, viu estrear no passado dia 7 de Fevereiro o espetáculo Private Lives, que é como quem diz, Vidas Privadas, de Suzana Borges e com interpretação da mesma a quem se juntam Guilherme Barroso, Maria Dias e Martinho Silva. 

Esta comédia estará em cena até dia 03 de Março de Quinta-feira a Sábado pelas 21h30 e aos Domingos pelas 17h00, com paragem a 14, 15, 16 e 23 de Fevereiro, e todos estão convidados a assistirem porque oportunidades não faltarão. O preço de cada bilhete é de 15€, sendo que as sessões realizadas às Quintas-feiras, por ser dia do espetador, estão com bilhetes a 10€. O espetáculo tem duração aproximada de 105 minutos com intervalo e a opção é ir ou ir. 

16
Fev19

Ainda sobre o espetáculo Zoom

O Informador

zoom.jpg

Já me ia esquecendo de vos transmitir um apontamento sobre o espetáculo Zoom, que se encontra em cena no Teatro da Trindade, em Lisboa. 

Sandra Faleiro, João Reis e Virgílio Castelo são atores de mão cheia e com provas mais que dadas, mas em Zoom a Sara Matos surpreende em palco e a ideia televisiva que tinha da moça que namora com Pedro Teixeira só veio melhorar ainda mais pela simplicidade que transmite em cada cena que faz, do humor ao drama, mas sempre bem. A Sara é mesmo uma das jovens atrizes com mérito próprio que mostra que chegou onde chegou graças ao seu trabalho e não por ser simplesmente um rosto bonito e por estar ligada a namoros bem badalados pela imprensa. 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Comentários recentes

Pesquisar

Posts destacados

Atual Leitura
Top mais vendidos Wook