Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

bandadesenhada-970x250-billboard

Vontades...

A vontade de ter uns dias seguidos de descanso é enorme! Penso apanhar um comboio sem saber o destino final, pegar na mala com os bens necessários para uns dias isolados do mundo, carteira e telemóvel no bolso e ficar por algum destino incerto.

Preciso de desligar do mundo real, ficando somente com as minhas coisas, sem preocupações e pensamentos sobre o dia-a-dia que consome o mortal mais ressistente. Ser livre de horários, não ter obrigações e poder trabalhar quando e como quisesse seria ouro sobre prata numa vida que foi formatada como tantas outras por aí onde um dia depois do outro surge muitas vezes sem nada de novo a acontecer, esperando que sempre chegue aquela hora em que a campainha tocaria se existisse e o destino é um, o de casa. A partir desse momento e até uma cama apelar por mim, porque as pestanas se começam a fechar, aproveito, nem sempre da melhor maneira por andar cansado, mas sinto-me livre e bem, desde que não pense que passadas umas horas o tempo de estar fechado volta a aparecer para mais um dia de trabalho fora da liberdade de poder percorrer uma esfera que gira em torno do sol. 

Viajar, conhecer, descobrir e gritar que sou livre para fazer e ter a vida que verdadeiramente sonho, aquela onde não existem horários nem obrigações numa sociedade que por muito livre que seja, tem sempre as suas contradições. As vontades de ter vivências especiais, talvez até euromilionárias, são verdadeiramente sérias e sonhadoras, pena estarem tão longe da possibilidade de alcance a médio prazo.