Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

ebooks-billboard

Vírus atinge noção

álcool gel.jpg

 

Sabemos que não somos obrigados a colocar álcool gel em todos os estabelecimentos em que entramos. Mas pretendo fazer um exercício prático com os meus queridos e excelentes leitores e seguidores. 

Imaginemos que trabalham num estabelecimento comercial e que as normas da empresa pedem para aconselharem os clientes a colocarem na entrada o produto protetor nas mãos para poderem manusear os artigos que irão ver para quem sabe comprar. E um desses clientes, de luvas de pele calçadas vos diz «mas estou de luvas», o que vos passa pela cabeça?

a) ok, tem luvas não transporta o vírus assim pelas mãos e não necessita de gel

b) mesmo com luvas andou a tocar em tudo e mais alguma coisa anteriormente

c) o álcool gel estraga as luvas por serem de pele ou uma imitação e vou ignorar

O funcionário optou pela resposta b) e sabes que lhe foi respondido? Algo do género, «o vírus não se passa com luvas, só através da pele». Felizmente a resposta foi dada e de seguida ao perceber a cara de batanete do funcionário, que ficou em modo reflexão para não ter de explicar ao cliente que está bem enganado com a sua triste afirmação, o dito senhor virou costas e seguiu a sua vida com uma esposa que no seu encalço acabou por perceber que tem um marido um pouco incapacitado para com a noção sobre a transmissão do vírus do momento, chamando-o à razão. 

É triste perceber que quase um ano após do início desta tempestade viral existam ainda pessoas tão desinformadas ou a quererem passar atestados aos demais. 

 

6 Comentários

Comentar post