Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

25
Abr17

Vergonha de blogger

| O Informador

Quem me conhece sabe que a lidar com desconhecidos e com uma pequena multidão sou um pouco, para não parecer assim tão mal, acanhado, mas aos poucos e em certas situações começo a perder a dita vergonha, principalmente nos temas que dizem respeito ao blog. 

Lembro-me perfeitamente como se tivesse a acontecer agora mesmo da primeira vergonha que apanhei aquando do levantamento de um convite teatral em Lisboa. Dirigi-me à bilheteira e assim que disse o meu nome, a pessoa que estava no atendimento disse-me de imediato que seguia o meu blog. Eu, sem esperar tal reação que não foi feita de forma discreta, fiquei em modo tomate, envergonhado até mais não, sem saber que dizer e somente com vontade de ter o bilhete na mão e desaparecer com uma vergonha tão grande que não consigo explicar. Fiquei super constrangido por ter sido reconhecido pela primeira vez por uma pessoa que seguia o blog e com quem falava por email para combinar as formas de parceria. 

Após esta vergonha existiram várias situações em que senti estar a ser reconhecido por leitores, ficando envergonhado e tentando disfarçar ou sair mesmo do local, mas nada como a primeira vez. Tudo bem mais tranquilo. Agora começo a ficar mais calmo e ambientado com a situação. Já vou a bilheteiras e sou reconhecido porque me seguem pelas redes sociais, falamos e não fico com tensão só de pensar que vão dizer que sou o Ricardo d' O Informador, já não sentido aquele nervoso miudinho de ter de falar com pessoas que conheço somente pelo Instagram, Facebook ou Twitter

Mais recentemente fui a dois encontros literários, um proporcionado pelo Clube dos Clássicos Vivos em Óbidos, onde conheci pessoas que nutrem o mesmo gosto que eu pela leitura e uns dias depois a uma Festa do Livro na 20|20 Editora onde vários bloggers marcaram presença e em ambos senti que aos poucos estou a deixar-me levar pela convivência para com quem não conheço e que, por acaso, tem os mesmos gostos que eu pelos tempos livres, a leitura. Nestes encontros além de partilharmos experiências sobre o que andamos a ler, autores, editoras, parcerias e afins, vamos conhecendo aos poucos todo o mundo que sabemos que existe, o dos amantes de livros. Parecem poucas as pessoas que se interessam verdadeiramente pela leitura, mas não, encontro após encontro aparecem novos rostos que acabamos por conhecer e que para uma próxima vez poderão ou não marcar presença e trazer um novo rosto com novas experiências.

Aos poucos perco a vergonha de ser blogger, de dar o rosto pelo mesmo e ter de lidar com isso porque este projeto já tem uns anos e sei que volta e meia lá me cruzo com alguém que me segue pelas redes sociais e que não tenho de fingir que não sou O Informador porque o sou e com muito gosto, não fosse este um projeto pessoal que me dá imenso gosto fazer dia após dia. 

 

15 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Atual Leitura
Top mais vendidos Wook

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Sofia

    Afinal, ficaste a pensar no que te disse...

  • omeucaotinho

    😊 Seja então bem vindo ao meu cãotinho! 😉 🙏 ❤

  • O Informador

    Um bom blog que devem seguir essencialmente pela v...

  • O Informador

    Já fui espreitar e irei começar a seguir. Ainda nã...

  • Anónimo

    Boa iniciativa!O meu é sobre moda plus size e body...

Mensagens

Pesquisar

Redes Sociais | Segue-me

Instagram Facebook Twitter Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. Goodreads

Última Leituras

Aconteceu em Paris
liked it
O título demonstra desde logo que o leitor irá visitar Paris. Amy acompanhou a sua amiga Kat até aos seus últimos dias de vida, mas as duas tinham um objetivo, viajar até à cidade do amor em segredo. Kat não conseguiu resistir mas Amy le...
O Pecado da Gueixa
liked it
A cultura japonesa está em grande destaque em O Pecado da Gueixa, através da perceção das regras comportamentais de um ninja, Hiro, protetor de um padre português, Mateus, que juntos irão investigar a morte de um samurai, Akechi-san, num...
O Silêncio da Cidade Branca
it was amazing
Nem sempre uma capa consegue representar o que está no seu interior, mas com O Silêncio da Cidade Branca primeiramente fui conquistado pela imagem que me remeteu para uma sinopse que conquistou. Já com esta obra em espera na mesa-de-cabe...

goodreads.com
BlogsPortugal
Bloglovin Follow

 Subscreve O Informador