Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

21.05.17

Valorizar as estrelas


O Informador

Muito se criticam certos apresentadores por destacarem a sua vida profissional além do que fazem no pequeno ecrã nos seus programas diários. O que essas pessoas que criticam não percebem é que esses mesmos apresentadores ao mostrarem que são mais do que rostos do pequeno ecrã conseguem ter outros alicerces extra de sucesso e que têm outros afazerem para além das horas diárias que nos entram pela casa dentro.

Falo disto com um sentido que me levou a pensar sobre este tema! Muito leio sobre o facto de certos apresentadores sempre mostrarem e falarem dos seus blogs, das revistas, perfumes, eventos a que vão e por ai fora e que o canal ao qual pertencem nada faz para que não se auto valorizem em direto. Acho mesmo que a direção do canal até lhes agradece por passarem minutos de um programa líder a valorizarem-se, dando muitas vezes tempo extra que não tem de ser ocupado com conteúdos próprios do programa, para além de que ao serem as estrelas provam que estão em várias frentes e não se redimem somente aos programas que apresentam na televisão. A par disto fui a um evento onde uma figura de um outro canal foi o centro de todas as atenções e esse canal nem um repórter e um câmara enviou para cobrir o dito evento. Ou seja, se os líderes o fazem e o público gosta que mostrem o que andam a fazer nas horas em que não estão a dar os bons dias ou boas tardes na televisão, porque os outros canais não seguem o exemplo para valorizarem e mostrarem que os seus apresentadores são mais do que figuras da caixa mágica?

Há que valorizar os profissionais quando estes são bons perante a direcção que os contratou para que os próprios se sintam bem em casa. Sinceramente não percebo como se deixam andar atrás do líder e não conseguem pelo menos seguir bons exemplos de forma a valorizarem junto do público os seus profissionais, fazendo com que o sucesso não seja conseguido apenas pelos lucros televisivos mas também pelos outros projetos a que cada profissional se submete.