Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

21
Set20

Teresa marca posição no Big Brother

bb revolução.jpg

 

Uma semana de Big Brother, a Revolução, passou e muita coisa aconteceu em tão poucos dias. Uma saída forçada do Luís que por decisão médica acabou por deixar a casa da Ericeira devido a situações de stress e também perante problemas que o acompanharam já do exterior onde ficou percetível que este jogo poderia agravar os seus comportamentos que seguiriam contra as regras do programa logo de início, para mais com o jogo que o concorrente André Filipe fez à sua volta em modo de provocação, com várias mentiras e intrigas à mistura. E uma outra saída por vontade própria, a do Bruno, que após dias de isolamento entrou na casa, ficou no grupo dos infiltrados e quando entrou no jogo a sério não aguentou a pressão e pediu à produção para sair o mais rapidamente possível e nem aguentou até chegar a noite de gala com Teresa Guilherme. 

Como disse anteriormente, o André Filipe foi um dos protagonistas da primeira semana de jogo. Provocou, espalhou bastantes comentários contra uns e outros, mostrando paz e amor de um lado e provocando um verdadeiro inferno pelas costas da maioria mas bem de frente aos que se melindraram mais facilmente. Um concorrente que se mostrou todo esotérico e de bem com a vida e estado de espírito a quebrar logo no início a imagem que tentou criar, ficando tão mal na fotografia da maioria, o que não me surpreendeu já que no momento em que entrou na casa logo percebi a falsidade que estaria a entrar em jogo. Teresa Guilherme iniciou a gala a conversar com o André numa conversa muito acertava por parte da apresentadora que deu e bem nas orelhas do concorrente como uma autêntica matriarca a colocar a ordem na casa. Gostei de ver este falso moralista a ser chamado à razão com bastante clareza frente a Portugal inteiro como só a Teresa sabe fazer de forma exemplar. Pena não terem passado as imagens de alguns factos distorcidos que o concorrente foi contando aos outros, mas tal como previ, nesta altura inicial não convém desmascarar o boneco para o tema continuar pelos próximos dias e as mentiras se sucederem a favor dos conteúdos e audiências do programa.

Seguiu-se então o 《Olá!》 à casa com uma corrida por todos os concorrentes, palavra a um, palavra ao outro, como um autêntico drive-in de mensagens da Teresa para os concorrentes. E eis que os infiltrados são revelados e os concorrentes vão até ao canto secreto conhecer a Andreia e a Sandra e reencontrar o Michel, mas o trio sai quando os restantes chegam. Já na casa o encontro acontece finalmente entre todos, ficando a Sandra em espera pela filha Jessica no confessionário para ambas verem os melhores momentos dos primeiros dias e colocarem a conversa em dia sobre o que aconteceu dentro da casa entre a Jessica e os restantes concorrentes, principalmente com a aproximação com o Renato.

Já todos juntos na casa, André Filipe foi dado a conhecer como a toupeira que estava infiltrada na casa, o que não causou grande espanto aos restantes. Com isto foram vistas as entradas dos infiltrados na gala de estreia e como tudo se processou para não existirem mal entendidos com estas entradas posteriores no jogo, já que todos entraram na competição no mesmo dia. Todos viram as entradas e decisões tomadas dentro do pequeno quarto onde o pequeno grupo de decisores viveu por uma semana e também o que foi dito sobre cada concorrente nesta estadia temporária, existindo um rápido debate que foi levado de forma bem leve por parte de todos. Mais tarde quem sabe se aquelas imagens não darão conversa, mas em plena gala tudo muito suave perante as opiniões à primeira impressão.

Dois novos concorrentes anunciados para um entrar no próximo Domingo. O público decidirá quem irá entrar, ela ou ele, que é como quem diz, a Liliana, de 25 anos, casada, dona de uma loja e opinativa nas redes sociais. Ou o Diogo, modelo, solteiro, bastante tímido mas mostrando ser mais do mesmo dos que já lá estão na casa. Entre os dois que entre a sabichona e aparentemente conflituosa Liliana.

A última parte da gala ficou reservada para o público escolher pela aplicação do programa os seus preferidos dentro do grupo que andou a dormir no jardim e que irão agora ficar com regalias dentro do jogo com acesso à sala dos privilégios, o que na anterior edição era o quarto do líder. Agora existem os privilegiados por semana e o público deu essa regalia a Jessica Fernandes e Carina, ficando as duas concorrentes livres para usufruírem da que será a primeira semana de jogo como concorrentes privilegiadas. Estas concorrentes irão usufruir de descanso num quarto mais privado, colchões aconchegantes, com doces e salgados, televisão e outras regalias que irão sendo descobertas com o tempo.

Votações fechadas e o André Abrantes a ser salvo de forma aleatória, seguindo-se o Renato e depois a Diana. Joana e Rúben viram a votação ser retomada entre os dois, ficando para o final a decisão a que o público decidiu retirar do jogo o Rúben.

Entre a votação dos privilegiados e de quem saía o momento foi da Carina, com a sua curva da vida. Logo na estreia se percebeu que esta jovem concorrente tem uma historia de vida bem forte? Abandonada em pequena pela mãe sem perceber a razão, cresceu entre mentiras e falsos sorrisos, sem mãe, com o pai presente, não aceitando as escolhas feitas pelo progenitor e saindo de casa bem cedo, deixando de ter contacto com o pai, ficando na rua, passando fome, até que voltou a conviver com o pai que a tem apoiado nos últimos anos em que entretanto encontrou o amor, foi mãe e revela que a filha fez dela 《uma mulher feliz》após todos os contratempos que a vida lhe colocou pelo caminho. Uma jovem mãe com um passado bem forte e que promete polémica e discussão dentro da casa!

No final da noite Andreia, André Filipe, Michel e Sandra, os ex infiltrados, tiveram de nomear um dos concorrentes em grupo, recaindo a escolha do quarteto no Rui, que ficou assim nomeado em espera por quem se lhe irá juntar na próxima Terça-feira.

Acima de tudo, e num remate final, achei a gala bem distribuída e organizada, muito em volta dos mesmos mas com a Teresa a falar bastante para a sala em geral, dando espaço e posicionamento a todos. Uns mais fortes que outros mas sem tanta ida ao confessionário acabaram por tentar realçar um pouco de cada. Noite preenchida, bem corrida e divertida. O Big Brother com a Teresa tem outro andamento, sem dúvida, e desta vez não estão a ser usados os trocadilhos de antigamente, o que é tão positivo como o andamento que a noite foi tendo sem cansar.

4 Comentários

Comentar post