Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Wi-fi nas igrejas para atrair crentes

Uma ideia absurda só pode vir de alguém absurdo, pelo menos sempre pensei assim! Agora tenho que fazer um à-parte nesta ideia concebida e afirmar que afinal o criador dos sucessos Cats e Jesus Christ Superstar afinal também consegue ter ideias absurdas!

Então não é que Andrew Lloyd Webber lembrou-se de revelar ao mundo a sua ideia sobre como atrair a população às igrejas? Segundo o criador dos musicais, colocar internet gratuita, através do sistema wi-fi, pelas igrejas, tal como acontece em cafés, restaurantes e hotéis, será uma boa forma de atrair as pessoas para os locais religiosos. A proposta do senhor anuncia ainda que quando cada igreja no país tiver wi-fi, que as mesmas voltarão a ser o centro da comunidade.

A questão que coloco é... Então se o silêncio é pedido no seio dos locais de culto, esta ideia acaba por contradizer tal «obrigação», não? Com wi-fi por todo o lado é ver os crentes a tirarem selfies para partilharem em direto pelas redes sociais, comentando o que padres e diáconos vão dizendo ao longo das homilias, existindo o burburinho de fundo de conversas com partilhas de imagens e textos por vezes não tão próprios! Será que além de telemóveis também se poderá levar portáteis para o ceio das igrejas e poder ficar a jogar aos jogos do Facebook enquanto se ouve ao longe o discurso religioso?

Além de internet nos locais, Andrew propõe ainda aplicações com a história da igreja, tal como o regresso aos pequenos negócios locais em torno dos altares que contém internet gratuita para todos! Bora lá então fazer a festa nos bancos e sacristias de todos os santos!

Tenho cara de informático?!

Parece que existem pessoas que insistem comigo por acharem que tenho cara de bom entendedor do mundo informático. Eu, que sou um simples utilizador comum de computadores e telemóveis, sou surpreendido com pedidos de ajuda e sempre no mesmo local, pela mesma família e sem saberem que já antes um outro elemento me tinha pedido ajuda. 

Pois, as senhoras do café em Alenquer olham para mim e acham que eu sou um entendido nato de tecnologias. Se antes a mãe já me tinha pedido ajuda para enviar os dados mensais do café para as finanças, agora foi a vez da filha me apelar para ligar um novo computador ao seu sistema de wifi.

Sim, elas são mãe e filha e ambas acham que eu sou um especialista de computadores. Já disse a ambas, das duas vezes em que me apelaram, que não sou grande entendido na matéria, mas quase que aposto que não existirão duas sem três...

Pen wireless

Eu e a informática não somos propriamente tu cá tu lá, e uma vez que ultimamente tenho utilizado a internet via Pen3G não tinha detectado que o meu sistema de Wi-Fi se tinha avariado. No último fim-de-semana dei, quer dizer, deram com a falha do meu computador e agora lá fui eu comprar uma Pen Wireless e o problema está resolvido.

Entre mandar o portátil para o arranjo por um pormenor que levaria semanas para estar pronto e optar por gastar uns euros na pequena Pen, fiz a segunda opção.

Agora já voltei a ter net via wireless e eu a pensar que onde ia com o computador não existiam sistemas de wi-fi. Sou mesmo atrapalhado com estas coisas e depois a desatenção também não ajuda.