Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

17
Dez14

A série que mais faz chorar

O Informador
[caption id="attachment_9782" align="aligncenter" width="640"]O elenco com Jennifer Lopez, a produtora de Família de Acolhimento O elenco com Jennifer Lopez, a produtora de Família de Acolhimento[/caption]

Existem séries que se vão vendo e séries que conquistam e deixam qualquer espetador agarrado! Família de Acolhimento causa o segundo efeito em mim desde que estreou pelo nosso país através do canal AXN White! Duas mães, o filho biológico de uma delas, um casal de gémeos adoptados e dois irmãos que entretanto estão em processo de adopção integram o elenco central desta série que tem o poder de me fazer chorar quase em todos os episódios.

Os dramas do dia-a-dia de uma família normal, com jovens que têm as suas vidas numa sociedade comum onde os envolvimentos amorosos acontecem, tendo sempre o passado e os problemas do presente pelo meio. Um casal homossexual que recebeu de braços abertos os filhos que lhes têm conquistado o coração e que acabam por ficar no seio de uma família feliz e que consegue ter várias personagens ao seu redor, sempre em busca da reflexão da realidade que pode ser igual a qualquer vida de um de nós.

Família de Acolhimento é aquela série que vive do drama e das emoções presentes nas suas personagens, puxando ao sentimentalismo que tanto me tem agradado ao longo de temporada e meia já exibidas. Nesta produção está a representação das famílias que se vão escolhendo com o tempo, as chamadas famílias do coração, com diferentes feitios e ideias, tendo neste caso também algumas diferenças culturais e de raça.

Aqui está um bom produto televisivo, com personagens excelentemente bem interpretadas e elaboradas com uma história que tem sempre algo para servir de novo ao seu público. Novas tramas têm aparecido no enredo ajudando a condensar o que tem sido apresentado.

Esta é a verdadeira série da família onde tudo encaixa! O romance, o drama e o suspense! Quando chega mesmo o próximo episódio e a notícia da certeza de uma terceira temporada?!

16
Nov14

As minhas séries

O Informador

Novembro, um dos meses do ano em que as mais recentes temporadas das séries de sucesso internacional chegam aos nossos canais. Por aqui além de A Teoria do Big Bang, onde ando a assistir a várias maratonas desde o início da série, acompanho agora semanalmente várias produções que me têm vindo a conquistar pelos últimos tempos e que agora estão com os seus novos episódios no ar.

Pelo AXN acompanho Resurrection, que entrou agora na sua segunda temporada, deixando-me também levar por Forever, a mais recente aposta do canal. Ambas as séries têm a vida ressuscitada pelo seu enredo, passando-se em mundos diferentes mas tendo uma base comum. Ambas as séries vão para o ar nos serões de Segunda-feira, combatendo com um produto que quero ver mas que tenho que acompanhar desde o primeiro episódio da sua primeira temporada, The Walking Dead.

Às terças é tempo de continuar a assistir a Mr. Selfridge, a minha série de época de eleição que tem sido transmitida pela FOX Life, tendo agora também começado a acompanhar a mais recente aposta da FOX, Gotham. 

Já pelas sextas-feiras recomeçou a série dramática e familiar que mais me conquistou de há um ano para cá, Família de Acolhimento, sendo esta transmitida no AXN White.

Drama, romance, mistério, comédia, suspense e muitas horas a assistir à ficção internacional de qualidade que os nossos canais de cabo tão bem trazem até nós, cada vez mais em cima do dia de estreia mundial, sendo isso algo a louvar. O público pede e as direcções surpreendem!

11
Jul14

Jogo da Rosa

O Informador

Num jantar de família da série Suburgatory, em exibição nas tardes de segunda a sexta-feira do AXN White, vi um momento para se ter quando várias pessoas estão juntas à mesa e não existe um tema foco para ser falado ou comentado.

As personagens estavam a jantar, em silêncio e com um ambiente pesado quando um deles sugere que se comece a falar do jogo da rosa. A explicação sobre tal forma de jogar foi dada de forma rápida e achei que esta ideia serve sempre para quebrar o gelo em alguns casos quando não se sabe o que se há-de dizer.

O jogo consiste em eleger o momento apelidado de rosa do dia, tal como o espinho, aquelas situações que marcaram de forma positiva e negativa as últimas horas. À mesa, com familiares ou amigos, falar dos bons e maus momentos do dia faz sempre com que se tenha algo para partilhar, fazendo ao mesmo tempo uma introspecção do que nos está atravessado ou nos deixou bem dispostos, ajudando assim a ter algo para dizer e falar durante aquele tempo em que se tem que partilhar um espaço que pode estar pela hora da morte. 

O jogo da rosa do dia foi o nome que as personagens deram a tal ideia e eu fiquei com a mesma no pensamento, preferindo partilhá-la por aqui para que quem não vê Suburgatory a poder conhecer e ao mesmo tempo para também não a esquecer, porque esta mente é meio atrapalhada e pateta.

09
Jul14

Suburgatory, a segunda temporada

O Informador

E depois de algumas semanas, isto para não dizer mesmo meses, a série Suburgatory volta a ser transmitida já na sua segunda temporada pelo AXN White, que me permite assim continuar a assistir ao que comecei a ver pelo mês de Fevereiro.

Sendo uma série leve, onde um pai e uma filha partilham o seu dia a dia com os moradores de uma vila nos subúrbios de Nova Iorque onde tudo acontece, as peripécias de George e Tessa são assim mostradas ao lado das famílias peculiares com quem partilham as ruas e os lugares daquela vila onde nada parece acontecer e onde as pessoas estão longe dos comportamentos citadinos a que Tessa sempre esteve habituada até aí.

Gosto de ver Suburgatory por ser um produto leve e que me consegue arrancar algumas risadas graças ao texto e a algumas personagens que são tão ridículas que acabam por conquistar os espectadores.

Pelos próximos dias já tenho série permanente para acompanhar, já que Suburgatory está a ser transmitida pelo AXN White em episódios duplos pelo início de tarde de segunda a sexta-feira.

24
Mai14

Gravações MEO

O Informador

A melhor coisa para quem adora ver televisão é ter a box de gravação MEO ou seja qual for a operadora sempre disponível para poder gravar os programas que se querem ver mais tarde e aos quais não se consegue assistir em tempo real por motivos profissionais e afins!

Neste momento a minha box contém metade da primeira temporada da série Elementar, transmitida pelo canal FOX, tendo já visto os primeiros episódios, anda a gravar semanalmente as séries Família de Acolhimento e Combinados do AXN White, tal como Resurrection do AXN e depois ainda guarda o programa MasterChef Portugal, transmitido pela TVI, para poder ver pelos dias seguintes. A par disto e porque A Teoria do Big Bang anda a ser repetida pelo AXN desde a sua primeira temporada, já conto com as primeiras três em fila de espera para começarem a ser vistas pelos próximos dias.

Sem o apoio das gravações MEO a minha vida televisiva não conseguia ser a mesma. Não andava a seguir as várias séries, não conseguia ver o programa culinário de Manuel Luís Goucha e não via alguns documentários que por vezes coloco para gravar. As gravações televisivas estão do meu lado e oferecem-me assim bons momentos junto do pequeno ecrã, onde nunca me sinto sozinho!

10
Abr14

Suburgatory

O Informador

Suburgatory«George é um arquitecto atraente e o pai solteiro de Tessa, de 16 anos. Um dia, decide abandonar Nova Iorque e ir viver para uma povoação pequena nos subúbios. Pai e filha iniciam uma vida completamente nova, a todos os níveis.» Esta é a descrição, bem geral por sinal, que pode ser encontrada no portal do AXN White sobre a série Suburgatory, a minha nova companheira televisiva no que toca a formatos cómicos de ficção internacional.

Comecei a ver há dias a primeira temporada da série e confesso que nos primeiros minutos pensei que não iria acompanhar a vida desta pequena família e seus vizinhos, no entanto e porque as personagens se foram revelando, já conto com alguns episódios vistos e uns quantos em lista de espera pelas gravações da box. Até ao momento a aceitação pessoal para com esta produção está a ser positiva e acredito que assim irá continuar!

Um produto leve, que relata a complicada convivência entre um pai solteiro - Jeremy Sisto - e uma adolescente - Jane Levy - que embate com os jovens da sua idade, provocando o caos à sua volta sem que consiga dar conta das verdadeiras razões dos acontecimentos. Da grande cidade para os subúrbios, fugindo dos problemas e com o pensamento que tudo iria mudar, estas duas personagens encontram no seu novo paradeiro num mundo diferente do esperado e com vários momentos que os ajudam a perceber que a confusão onde viviam afasta-se da que agora encontram diariamente num pequeno local onde tudo parece diferente.

Com início em 2011 e ainda a gravar, Suburgatory tem mostrado que não é um produto de topo, como facilmente se percebe pelo primeiro impacto, mas que consegue conquistar o seu público, revelando mais que uma simples série cómica que une um pai, uma filha, problemas e uma vizinhança completamente louca. As peripécias do dia a dia numa casa como tantas outras acontecem por aqui e há que perceber até que ponto a ficção é parecida com a realidade que nos está próxima!

05
Fev14

Família de Acolhimento

O Informador

Família de AcolhimentoO mundo das séries está repleto de bons e maus trabalhos, mostrando os que vivem da acção, do romance, do terror e de tudo e mais alguma coisa, no entanto existem os que começam e não conseguem conquistar, e os que logo ao primeiro episódio chegam junto de uma específica faixa de público. Foi isso que me aconteceu com Família de Acolhimento, a nova série do AXN White!

Uma família com duas mães, o filho biológico de uma delas, um casal de gémeos adotados e agora uma adolescente com vários problemas vividos no passado e que se tornou assim um ser rebelde por também viver em vários locais de acolhimento. Este é o ponto de arranque desta nova série que começou a ser exibida a semana passada em Portugal.

Uma série familiar, recheadas de momentos que puxam pelo sentimentalismo e que me agradou desde o primeiro momento, passando a pertencer aos produtos que vou acompanhar pelos próximos tempos. Este é um produto que mostra o dia a dia dos problemas das famílias do coração, aquelas que se vão encontrando ao longo do tempo, com os seus diferentes feitios e crenças, mas que no fim se amam e apoiam mutuamente, tal como uma família de sangue.

Produto consistente, personagens bem formadas e apresentadas e uma história rentável, pelo menos para uma ou duas temporadas, sendo talvez necessário reformular o elenco para que a mesma possa ter continuação para além destas duas mulheres e dos quatro jovens que estão sob a sua responsabilidade.

Sinopse: Drama sobre uma família multi-étnica com filhos biológicos e adotados, criados por duas mães. Stef Foster, uma dedicada agente da polícia, e a sua companheira, Lena Adams, vice diretora de uma escola, construíram uma família unida e carinhosa com o filho biológico do anterior casamento de Stef, Brandon, e os dois gémeos adotados, Mariana e Jesus. As suas vidas vão ser abaladas de forma inesperada quando Lena conhece Callie, uma adolescente difícil com um passado violento que passou a vida dentro e fora de casas de acolhimento.

Família de Acolhimento, a série que vou continuar a ver todos os Sábados, pelas 21h00, no AXN White!

young-adult-50-mrec

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Comentários recentes

Pesquisar

Atual Leitura
Top mais vendidos Wook

Error running style: Style code didn't finish running in a timely fashion. Possible causes: