Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Vamos votar?

eleições autárquicas.png

Pessoas lindas de Portugal, hoje, 26 de Setembro de 2021, é dia de Eleições Autárquicas e o nosso dever é dar um saltinho às urnas para em três simples passos se eleger o poder local. Assembleia Municipal, Câmara Municipal e Assembleia de Freguesia são eleitas e não demora nada votar, não sendo por cinco minutos que se perde um dia, podendo ajudar a definir o futuro da zona, para que depois não se queixem que quem lidera não faz nada. Se não se vota e ajuda a eleger não se deve criticar os eleitos pelos outros.

O voto do Presidente Marcelo

Marcelo Rebelo de Sousa

 

A lei define que todos os cidadãos têm o direito de voto e que é obrigatório estar recenseado no local de residência para o fazer. Como sabemos em Portugal sempre existem exceções e nas eleições as mesmas tendem a existir, caso contrário não estaríamos neste país banhado de Covid19 em pleno fim-de-semana em que todos devemos exercer o nosso dever como cidadãos nas urnas espalhadas pelo território para se eleger o próximo Presidente da República, cujo nome já todos bem sabemos qual é.

Mas sabes qual é a graça no centro disto tudo? Todos devem estar recenseados na área de residência, menos Marcelo Rebelo de Sousa, o atual e futuro Presidente de todos nós. Como é do conhecimento público, Marcelo vive em Cascais, mas está recenseado em Celorico de Basto, Braga, sendo que no próximo Domingo, 24 de Janeiro de 2021, será neste local que o Presidente irá exercer o seu dever de votar em si próprio.

Ah e tal, não devemos circular entre concelhos, ah e tal, é obrigatório votar onde se vive, ah e tal, o Presidente é uma exceção. E com isto eu digo, ah e tal, quem deve dar o exemplo acaba por mostrar exatamente o contrário e comete as irregularidades que aconselha os cidadãos a não praticarem... 

A culpa da abstenção é do Google

perguntas google 2019.png

 

Todos já sabíamos, mas agora que foi revelada a lista das dez questões mais feitas no Google ao longo de 2019, a dúvida fica desfeita. A abstenção nas eleições está mesmo na falta de informação que o Sr. Google tem sobre os locais onde os portugueses podem votar. «Como saber onde votar?» foi a questão mais colocada em Portugal entre as pesquisas feitas no motor de busca. A abstenção aconteceu em grande escala - 45,5% - e está visto assim que não existiu uma resposta certa para tanta dúvida que pairou pelo nosso território há uns meses atrás sobre o momento e local de exercer o ato de eleger os governantes nacionais. 

Está mais que visto que os portugueses queriam muito votar mas que o Google não estava em condições de fornecer as coordenadas certas e no dia D desviou milhões de portugueses para centros comerciais, esplanadas e desertos, tudo para afastar as pessoas das mesas eleitorais. Está explicado assim a falta de filas para se votar.

Aconselho a que nas próximas eleições os nossos governantes e mesmo o Presidente Marcelo venham a reunir com o Sr. Google, outro sabichão, para que esteja bem informado sobre os locais onde cada um de nós tem de se dirigir para votar e eleger. Primeiro cumprir com o seu dever enquanto cidadão, depois olhar para o entretenimento dos tempos livres.

Já decidi o meu voto

legislativas.jfif

 

As Legislativas realizam-se no próximo dia 06 de Outubro e desta vez tenho andado mais atento a entrevistas, debates e comentadores para perceber mais rapidamente em que fração partidária irei colocar o meu voto. Claramente que não vos irei dizer para que lado irá a minha opção, mas perante o passado e se a minha memória não me falha, o voto desta vez será uma novidade.

Já coloquei a minha escolha em partidos de direita e esquerda, não existindo uma escolha fixa ao longo dos quase quinze anos em que tenho o poder e dever de votar. Já repeti votos no mesmo partido, já rodei e voltei atrás, não existindo uma opção exata em todos os momentos de visitar as urnas em dias decisivos para o país.

Agora o momento será para decidir os membros que constituirão a Assembleia no momento governativo e a escolha está feita com a ajuda do que tem sido visto através dos meios de comunicação social onde algumas figuras centrais das opções de escolha se têm destacado, dentro do meu ponto de vista, em relação a outros que já tiveram o meu voto anteriormente. As escolhas, promessas e o passado levam a determinar a 06 de Outubro onde irá recair a marca na folha, que deverá ser branca, recheada de partidos bem baralhados e onde os símbolos não se confundem. Se uns vão com a lição de uma vida e não ligam a promessas, ideias e ao que tem sido feitos ao longo dos tempos, exista quem, como eu, que goste de variar consoante a conjuntura do país, os creres e acreditações pessoais. 

Precisava de votar!

vote.gif

Acordei bem cedo para um Domingo e antes que o tempo começasse a piorar para andar por aí a pé, lá fui eu, após tomar o pequeno almoço, até à urna onde coloquei a folha, que extensa lista meus senhores, com a cruz naquele partido em que bem entendi. 

Este ano senti que teria de votar para ajudar a decidir o futuro do nosso país! Votem, votem e votem porque se todos tomarem o seu lugar no dia de hoje os resultados não serão uma surpresa para ninguém, simplesmente estarão dentro das escolhas da maioria!

Tanto debate, tanta entrevista, tantos...

É impressão minha ou nestas eleições legislativas existem mais debates do que em qualquer ato eleitoral anterior? Todos os dias parece existir confronto num dos canais, pelas rádios e quem sabe até pela imprensa escrita!

Debates, entrevistas, formatos especializados na campanha, humor... Eleições tão discutidas como estas acredito que nunca existiram!

A idade dos leitores do blogue

[yop_poll id="2"]

Quero descobrir um pouco mais sobre os meus leitores, como tal, abro aqui uma Sondagem que me irá revelar a idade predominante de quem segue O Informador.

Quem puder fazer já a sua opção, revelando através do quadro acima a sua idade, agradeço! Outrora e porque tais dados não podem ser adquiridos de um dia para o outro, irei deixar a votação decorrer ao longo do próximo mês de Fevereiro, revelando os resultados no início de Março.

Qual a média de idades que se irá destacar entre o lote que coloquei a votação? Eu tenho uma ideia, mas quero ter a certeza se estou correto ou se terei uma surpresa no final! Votem, não custa nada e só me poderão ajudar a dirigir os textos e conteúdos do blogue para quem me lê e segue!

A idade dos leitores do blogue

[yop_poll id="2"]

Quero descobrir um pouco mais sobre os meus leitores, como tal, abro aqui uma Sondagem que me irá revelar a idade predominante de quem segue O Informador.

Quem puder fazer já a sua opção, revelando através do quadro acima a sua idade, agradeço! Outrora e porque tais dados não podem ser adquiridos de um dia para o outro, irei deixar a votação decorrer ao longo do próximo mês de Fevereiro, revelando os resultados no início de Março.

Qual a média de idades que se irá destacar entre o lote que coloquei a votação? Eu tenho uma ideia, mas quero ter a certeza se estou correto ou se terei uma surpresa no final! Votem, não custa nada e só me poderão ajudar a dirigir os textos e conteúdos do blogue para quem me lê e segue!