Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

universitarios-billboard

Textos chamativos!

De uma coisa tenho a certeza! Quando se falam de temas porcos ou nojentos em algum texto do blog e se coloca uma expressão no título em conformidade com o que é publicado ganha-se meio caminho para se levarem novos leitores até ao local.  Há uns dias escrevi o Intestinos (quase) limpos! e eis que nas horas seguintes foi ver as visitas a aparecerem como se fosse um grande blog de (...)

Visitas sem noção

É totalmente falta de respeito uma pessoa aparecer em casa de outras sem avisar e após as dez da noite! Uma coisa é saber que os donos da casa se deitam tarde ou estão de pé sempre até altas horas e aí poder aparecer quando apetece mas convém avisar. Outra é saber que após o jantar as pessoas arrumam as coisas e preparam-se para o descanso e sossego do lar e eis que toca a campainha já com todos de pijama e meio ensonados! É totalmente desnecessário e uma grande perda de (...)

Outubro das surpresas!

Outubro foi um mês de surpresas pelo blogue! Não posso dizer que as mostrei aos leitores porque isso não aconteceu, no entanto agora posso revelar que depois de ter andado sempre a subir, mês após mês, desta vez as coisas correram de maneira melhor ainda e o salto fez-se bem notar pelos visitantes do blogue! As visitas de O Informador continuaram a subir e atingiram um pico que achei que este ano ainda não seria possível. Passei para o número que tinha pensado alcançar lá para (...)

Mais visitas! Obrigado!

Obrigado por estarem a fazer deste mês o melhor do blogue! Todos os resultados anteriores já foram ultrapassados e ainda não chegamos ao final de Maio! Visitantes únicos, número de visitas, páginas, hits e bytes, tudo foi suplantando, existindo logo os primeiros meses deste ano revelaram-se os melhores d' O Informador, estes dias têm conseguido surpreender e desde o dia do trabalhador que os valores têm andado acima da anterior média, elevando os resultados e causando surpresa! É (...)

11.000 visitas mensais

O blogue não me pára de surpreender e este 2013 foi um ano que além de ter sido o primeiro em que os doze meses foram de pura escrita cheia de opiniões, pensamentos, passatempos, citações e tudo o mais, existe um facto que me deixa orgulhoso. A média de visitantes que partilhou comigo palavras escritas e lidas subiu face à média dos meses de existência d' O Informador em 2012. Ainda faltam uns dias para este ano terminar, no entanto posso desde já revelar que o número de (...)