Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mentiras das redes sociais

  Eu partilho, tu partilhas, ele partilha, nós partilhamos, vós partilhais e eles partilham! Aqui está o verbo partilhar no presente do indicativo a iniciar um pensamento sobre o que vai sendo mostrado pelas redes sociais. A questão que levanto é, a realidade que é partilhada é assim tão verdadeira? Será que todas as partilhas são assim tão reais sobre o dia-a-dia de cada um? Não, ninguém mostra a verdade, no entanto se uns são livres e partilham o que querem e bem entendem (...)

Histórias contadas

Histórias existem, histórias ficam e são contadas! Adoro ler histórias, daquelas que preenchem pela empatia que rapidamente criam com o leitor, envolvendo e criando um ritmo onde o suspense e a curiosidade se aliam para que se pretenda saber mais sobre o que irá acontecer pelos momentos seguintes. No entanto se ler e ver histórias ficcionais é bom para que possamos viajar com personagens por vezes inspiradas em realidades, o que dizer sobre histórias reais contadas na primeira (...)

Cusco de conversa indesejada

Por vezes surgem momentos em que preferes não estar onde estás! É verdade, existem alturas em que era preferível não marcarmos presença em certos locais só para não ter de ouvir coisas que não te dizem respeito mas que são temas onde pessoas que bem conheces são o tema central. Conversa de café, não sabendo ou não querendo saber que sou mais que um conhecido de alguém, e eis quando na mesa ao lado começas a perceber que comentam sobre a vida de uma pessoa em questão. (...)

Vidas mal resolvidas

Por vezes quando contamos histórias de vida que conhecemos existem pessoas que não acreditam! Será que existem seres que com as suas capacidades de fazerem tudo e mais alguma coisa conseguem surpreender mesmo quem nem as conhece? Existem sim! Pois é! Ao contar peripécias e várias situações de uma só pessoa, que tem um novelo bem longo de situações humilhantes onde a própria se enrola e acaba por levar os mais próximos atrás, ninguém acredita. São auto humilhações a mais (...)

Desconhecidos e Cruzados

No trajecto de casa para o trabalho ao longo do tempo é normal que se comecem a conhecer os carros e os ocupantes de quem se cruza connosco diariamente. Isso acontece-me e quando em determinados locais os dias sucedem-se e aquele veículo que marca pela sua cor, aquela pessoa que sempre vem ao telemóvel ou a mãe da criança dos caracóis não se cruzam comigo é caso para se estranhar.  Não vos acontece reconhecerem dia após dia várias das pessoas com quem se cruzam na estrada só (...)

Insensível, eu? Nãooooooo!

Serei assim tão insensível para não conseguir ter pena ou ficar perplexo com as histórias de vida que os novos colegas de trabalho contam logo nas primeiras conversas que vão tendo? Podem-me acusar de ser frio e trapel a sete, mas conforme os anos passam menos consigo encontrar verdades nas pessoas que vou conhecendo por obrigação laboral durante uns meses. Como o passado já revelou mentiras atrás de mentiras de vidas que muitas vezes nem existiam na proximidade da realidade, (...)

Protecção literária

Aquelas pessoas que afirmam que ler é desperdiçar tempo não sabem mesmo do que falam e devem adorar viver no seu mundo onde não existem reflexões, comentários e debates. Ao ler reflete-se sobre os diversos temas que vão aparecendo ao longo das histórias e isso é tão melhor que andar por aí em busca da imperfeição da vida alheia. Ando a ler O Pintassilgo, tal como já tinha revelado (...)

Vidas alteradas

A vida está sempre sujeita a entrar na roleta gigante da mudança! Os ricos e poderosos de sempre conseguem passar com uma facilidade tão grande para o outro lado que deixam os que já lá estão e que aos poucos esperam ganhar novas vidas estáveis surpreendidos! Há dias, em conversa aqui por casa, perguntava eu por uns primos de primos que fiquei a saber tinham deixado as empresas construídas, os estabelecimentos abertos e a casa onde viviam desde casados porque as dívidas (...)

Atual leitura... Se Isto É Um Homem

Primo Levi é dos autores mais vendidos mundialmente pelos seus testemunhos pessoais e narrativas criadas sobre passados sangrentos vividos em torno de Auschwitz. Há mais de um ano que comprei Se Isto É Um Homem pela Feira do Livro de Lisboa mas sempre fui adiando a sua leitura por achar que estava perante um livro com poucas páginas mas algo maçador, porque eu e os temas históricos não andamos de mãos dadas. Agora, porque ando numa onda de tentar ler os livros mais finos que tenho (...)

«É mentira!», pois claro!

A capa da revista Lux desta semana é daquelas que de ser tão boa e óbvia até dá vontade de comprar a publicação! Alguma imprensa noticiou há dias que a família de Mário Soares andava incomodada com a proximidade entre o antigo Presidente da República e a sua enfermeira. Agora a revista, talvez por querer mostrar que o senhor está muito bem com a sua Maria aos noventa anos, (...)