Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

05
Jul18

Vícios online

| O Informador

viciados online.jpg

Constantemente somos levados a proferir determinados comentários sobre o modo como os jovens, desde bem cedo, olham para o mundo dos jogos online, dos vídeos e das redes sociais onde conseguem passar horas e horas sem desviarem o olhar e mesmo o pensamento sobre os ecrãs de televisão, tablet e telemóvel, deixando cada vez mais os computadores para trás nesse campo. E nós, os adultos que também passamos bastante tempo agarrados às novas tecnologias com os novos e mais variados atrativos que nos são fornecidos para entreter como forma de matar o tempo, ninguém nos chama a atenção?

Se formos a olhar por vezes para um grupo que esteja aparentemente a conversar, seja em casa ou num local público, percebemos que em vários casos o telemóvel está na mão, com o ecrã bem ligado e não são só as redes sociais são motivo de entretenimento, estando também um jogo ou outro a surgir no ecrã, ouvindo o tema que está a ser debatido na mesa mas prestando atenção a um determinado nível que estamos quase a ultrapassar e onde não queremos perder por nada. E os vídeos que são vistos ao longo desse tempo e por vezes até partilhados via online com quem está na mesa para que outros se distraiam e peguem no telemóvel? Chamamos os mais novos de viciados e pedimos para que nos deem alguma atenção quando estamos a conversar para que não estejam sempre ligados ao mundo online, no entanto acabamos por seguir determinados comportamentos que não são exemplo algum para o que queremos mostrar aos outros. 

Confesso que tento não mexer muito no telemóvel quando existe conversa a debater ou quando estou entre amigos e família porque nem tudo é possível através dos jogos e das redes sociais, mas por vezes tenho que me auto reprimir porque caio num erro cada vez mais comum a todos. O vício do social digital tem acabado ao longo dos anos por abafar conversas e até os jogos, aqueles que nos deixam nervosos porque passamos algum tempo a bloquear num determinado ponto sem conseguirmos seguir em frente, nos deixam de fora de determinados momentos em sociedade real que é tão importante e que andamos a dar cada vez menor valor.

11
Set15

Pseudo estrelas sem psicólogo

| O Informador

Esta manhã Cristina Ferreira esteve à conversa com Quintino Aires sobre os jovens que ganham fama através das redes sociais, onde dois dos mais conhecidos rostos nacionais nesse campo foram os convidados no programa Você na Tv!. Fábio Martins e Gonçalo Carter estavam em entrevista com a apresentadora e o psicólogo quando no final ambos começaram a trocar acusações pessoais, isto depois de Cristina ter revelado que durante todo aquele tempo os dois estiveram a trocar acusações em baixo som. 

No final de contas e poucas horas depois, é publicado um vídeo por um dos protagonistas de um dos assuntos do momento onde se percebe que a suposta discussão entre ambos no talk show matinal não passou de pura encenação dos próprios que conseguiram assim enrolar produção e público, ganhando ainda mais destaque com esta aparição televisiva e com a barraca que acabaram por dar. 

Estes jovens que caminham no sentido não aconselhado querem simplesmente ser conhecidos por um grande número de pessoas, não se importando de fazer o que for necessário para que as luzes da ribalta se acendam nas suas direcções. A polémica foi criada em dupla e em direto pelos dois jovens que ambicionam ser estrelas, a roupa suja foi lavada, ou não, os comportamentos ficaram com quem os praticou e só tenho a dizer que jovens destes não são o que todos nós queremos por perto. Este tipo de educação e atitudes valem zero numa sociedade cheia de preconceitos e onde o baixo nível e o exibicionismo são cada vez mais rebaixados pelas situações cada vez mais caricatas com que aparecem. 

Um bom apoio psicológico é necessário perante estas duas figuras que tão novas já conseguem desviar-se dos seus caminhos pré-definidos. De pseudo estrelas não passam, mostraram que estão dentro dos comportamentos desviantes e não apoiados publicamente. Agora querem o que? Que todos os levem ao colo pelo mundo fora para serem as figuras estreladas que tanto ambicionam ser? Coitados, só conseguiram estragar o que nunca teve remédio!

Mais sobre mim

foto do autor

Banner mrec Saldos 2019

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Sofia

    Neste último senti uma grande diferença! Estou mai...

  • O Informador

    Agora é tempo para viveres a tua vida, com trabalh...

  • Sofia

    Desde miúda que luto pela minha felicidade e não e...

  • O Informador

    Achei que a estreia esteve bem, agora há que não p...

  • O Informador

    Aquilo nem serviços mínimos atingiu, sinceramente....

Mensagens

Pesquisar