Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Big Brother sem Ouro

big brother.jpg

Em noite de Globos de Ouro na SIC, a gala do Big Brother foi de saídas e entradas, sem ouro mas com grande tentativa para criar falatório e discórdia. O anúncio foi feito perante uma edição intitulada de Tempestade que iria virar Furacão com a entrada de X concorrentes com direito a uma dupla expulsão.

Os novos concorrentes chegaram e logo foram mostradas imagens sobre o que tinham a dizer sobre os residentes que entraram de início no jogo. Diogo Coelho a abrir estas segundas entradas, com 29 anos, casado e pai de gémeas, a promessa deste novo residente para entrar na casa é a de bater de frente com alguns dos concorrentes que se têm tentado mascarar no jogo. Os novos concorrentes tiveram de fazer escolhas, a Diogo Coelho calhou destruir uma dupla, optando por separar a Frederica e a Joana, optando o Diogo por fazer parceria com a Frederica. Juliana Vieira, a concorrente que vende conteúdo sexy na internet e que promete com o corpo dar bem nas vistas dentro e fora da casa. Para já acredito que provoque alguns ciúmes entre os casais da casa e também que tenha na frontalidade a sua arma forte no jogo. A Juliana teve de fazer nomeação direta com a sua chegada e acabou por escolher a Mafalda. Patrícia, de 38 anos, e Jessica, de 18, mãe e filha, as concorrentes chegam de Vila do Conde com uma boa energia, a mais nova então parece que entrou para dizer o que pensa sem receios e de forma bem espontânea, tendo ficado com a função de fazer uma expulsão direta que calhou à Diana que parecia deixar o jogo de forma inesperada, deixando a casa em lágrimas, no entanto já em estúdio a Diana despediu-se de todos mas regressou em segredo à casa para um quarto secreto. Onde já se viu algo do género mesmo? Já a Patrícia teve de entregar duas nomeações assim que entrou na casa, optando por nomear a Diana e Joana Taful. Bernardo, de Évora, afirma nunca ter tido uma namorada pela sua forma de ser complicada, não gostando que lhe toquem na roupa nem que se metam na sua vida, sendo assumidamente uma pessoa nervosa. O Bernardo teve que eleger a dupla mais fraca para os colocar a viver por uns dias na toca, no jardim da casa, tendo eleito o Ricardo e a Tatiana com a desculpa de serem cromos repetidos que nada estão a acrescentar ao jogo.

BBPlay em mais uma gala, sem nexo algum por esta demonstração de imagens acabar por deixar os concorrentes oprimidos para exporem as suas ideias ao longo da semana por saberem que a qualquer momento as suas conversas vão ser expostas e causar ruído na casa. Se querem um jogo livre e espontâneo porque forçam com estes vídeos que acabam por deixar os concorrentes congelados em certos momentos? Contínuo a não concordar com este recurso dos BBPlays, mas a produção parece não conseguir fazer um jogo sem esta vontade de mais do mesmo. Unidos pelo BB com a guerra aberta entre a dupla Catarina e Miguel envolvendo grande parte do grupo nesta intriga que não se consegue entender desde o início. Corta Casacas 2022 foi o segundo vídeo da noite com o leva e trás que vários concorrentes vão criando na casa, no diz que disse aqui e acolá para tentarem gerar a discórdia e criarem conteúdo. Deixem os miúdos jogarem sem colocarem esta pressão meus caros senhores que criam o guião!

Momento Curva da Vida entregue ao Miguel, muito para lhe dar um pouco de mais protagonismo após nova semana em que se manteve em altas com as críticas na casa e com várias discussões onde teve o papel principal. O concorrente revelou nascer numa pequena aldeia onde pouco conviveu com crianças, crescendo muito sozinho. Em jovem adulto sofreu dois acidentes, teve uma desilusão de amor, licenciou-se, começou logo a trabalhar e voltou a apaixonar-se por uma mulher mais velha que o ajudou a encaminhar um novo caminho, ficou noivo mas o casamento não vingou, até que após várias derrotas e perdas se inscreveu no Big Brother e continua a achar, pelo seu egocentrismo, que não tem nada a perder. 

 

Mais um Domingo, mais uma Gala de Big Brother

big brother.jpg

Mais um Domingo e a terceira gala da edição de 2022 do Big Brother aconteceu sem grandes lavarintos e alarmes, não que os concorrentes não tenham sido provocados para tal, mas o jogo já é tão comum entre produção e peões nos últimos anos que o público já não se deixa enganar tão facilmente.

A semana não foi de grandes movimentações, a produção bem tentou através da escassez de comida e de alguns jogos repetidos de criar guerrilha mas não conseguiu atingir o efeito desejado. O Domingo chegou e para que Cristina Ferreira tivesse temas para puxar pela gala semanal, eis que a noite começou logo com a expulsão da semana que acabou por ser dupla. Lembro que no passado Domingo, Ana, Catarina, Daniel, Frederica, Mafalda e Miguel ficaram nomeados, na Segunda-feira Miguel ao ser o menos votado para ser expulso ficou liberto, o mesmo sucedendo a Daniel na Sexta-feira, deixando o quarteto feminino a votos, o que acabou por ditar a saída da Ana com 37% da votação logo ao início da noite.

Rapidamente os concorrentes tiveram de nomear e ao final da noite, já como é habitual, a segunda saída da noite aconteceu. Os patrocinadores estão a dar forte nesta edição do Big Brother e até nas nomeações a UberEats teve um papel importante com presentes a aparecerem na casa através da empresa de entregas que também acabou por entregar envelopes que ditaram as regras nas nomeações. Nesta ronda de votos acabaram por ficar nomeados Diogo, Tatiana e Daniel, que se juntaram ao Miguel que ficou nomeado a meio da semana ao ter atendido o telefone ao Big Brother. Do quarteto de nomeados acabou por deixar a casa o Daniel com 73%. Assim, na mesma noite, o casal Ana e Daniel deixaram o jogo, sem deixar qualquer saudade, uma vez que mais ela que ele, foram concorrentes bem fracos e um autêntico erro de casting entre milhares de candidatos que tentaram a sorte.

Ao longo da noite os vídeos das tricas e mexericos nas costas uns dos outros foram vistos, com recurso a imagens do confessionário quando os concorrentes falam com o Big Brother, o que acho um erro, por mostrar que nem no confessionário podem dizer o que pensam na verdade por poderem ser desmascarados. A par disto Miguel, ao ser um dos concorrentes mais comentados pelo grupo, teve a oportunidade de ver um vídeo do que falam de si nas costas. Existiu ainda espaço para os famosos dilemas que deixaram por uns dias a casa sem garfos, ginásio e tabaco, o que vai suscitar, neste último caso, alguma confusão entre os concorrentes fumadores com o passar dos dias sem fumarem. 

O momento Curva da Vida desta vez foi duplo, com o Miro e a Diana a mostrarem os seus percursos. O mano Vemba relatou a sua história, destacando a presença dos seus avós na sua família. Enquanto adolescente sofreu um acidente de mota que lhe tirou o sonho de jogar futebol, seguindo já na fase adulta pelo caminho do álcool na noite, até que dois dos seus irmãos o puxaram para o mundo do espetáculo através da comédia mas nem sempre as coisas correram bem e chegou, já em Portugal, a trabalhar nas obras para sobreviver. No campo amoroso apaixonou-se jovem, foi pai, foi traído, traiu e está quase há um ano sem ver a sua filha. Já a Diana começou a sua história de vida com a traição do pai para com a mãe e o abandono que sentiu por parte do progenitor. Aos 13 anos foi diagnosticada com cancro, passando dois anos em tratamentos, que ajudaram a conseguir a ultrapassar a doença. Namorou, foi traída, com o fim da relação com alguma violência. Já separada, envolveu-se com o melhor amigo do ex-namorado e uns meses depois, com uma dor nas costelas, pensou que estaria novamente doente, percebeu que estava nas últimas semanas de gravidez, gravidez essa do amigo do ex-companheiro, sendo mãe no próprio dia em que foi ao hospital pelas dores fortes que sentia. Mãe solteira, com guarda partilhada, primeiros anos com um relacionamento complicado com a família paterna do filho, mas ao que parece tudo se foi resolvendo e atualmente existe estabilidade entre todos a bem da criança.