Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

19
Abr19

Special | Netflix

O Informador

special netflix.jpg

Special, aquela série que mal estreou e foi vista praticamente pelo público que atraiu num só dia. Com uma pequena e rápida temporada de oito episódios de quinze minutos cada, esta produção da Netflix conta a história de um jovem homem gay que sobre de uma leve paralisia cerebral. Interpretado e escrito por Ryan O'Connel, e produzido por Jim Parsons, o famoso Sheldon de A Teoria do Big Bang, Special é daquelas comédias leves, simples, com sentido e rápidas para ser vista numa breve tarde de pausa. 

Ryan O’Connel aqui interpreta Ryan Hayes, numa versão que vai muito ao encontro da realidade do ator, que passou para a série muito do que é na realidade, uma vez que também sofre de paralisia cerebral e sempre lidou com a sua homossexualidade de forma livre. O ator resolveu criar em personagem uma versão melhorada de si e uniu assim numa só série os dois mundos que geralmente são retratados de forma individual, focando somente o lado gay, como acontece em várias séries, ou o lado da doença. Em Special é feito o chamado de dois em um e as coisas correram mesmo bem. 

Com um modo simples, direto e bem disposto de contar a história, Special é aquela comédia emocional que retrata a vida de um rapaz que integra a redação, como estagiário, de uma revista digital, mas esconde a sua paralisia com o facto de ter sofrido um acidente automóvel. Não escondendo em algum momento o facto de ser gay, é a doença que o altera, mas aos poucos e com o convívio e os sonhos pela frente, o seu mundo floresce e as limitações começam a ser ultrapassadas com a ajuda de quem entende Ryan. Mas será que a descoberta sobre o facto de sofrer paralisia cerebral não irá alterar o modo como alguns o olham? Entre ser gay e ser preso de movimentos, esta personagem mostra precisamente o que prevalece perante os olhares alheios de preconceito. 

03
Set18

A Teoria do Big Bang chega ao fim

O Informador

a teoria do big bang.jpg

A décima segunda temporada da série A Teoria do Big Bang assinalará o final desta comédia que se tornou num verdadeiro sucesso internacional. Após doze anos, a série protagonizada por Jim Parsons (Sheldon), Johnny Galecki (Leonard), Kaley Cuoco (Penny), Simon Helberg (Howard) e Kunal Nayyar (Raj) chegará ao fim e a Warner Bros. Television, a CBS a Chuck Lorre Productions já fizeram um comunicado final onde revelam «Estamos eternamente gratos aos nosso fãs pelo apoio à Teoria do Big Bang durante as últimas doze temporadas.».

Está assim certo o final desta comédia que estreará a décima segunda temporada a 24 de Setembro e que verá o último episódio ser transmitido em Maio de 2019 nos Estados Unidos, não existindo ainda data para a estreia em Portugal desta última e derradeira temporada de A Teoria do Big Bang. 

28
Ago15

Sheldon Cooper

O Informador

Sheldon Cooper é a personagem mais carismática de A Teoria do Big Bang, a cómica série que comecei a ver e que só a partir do quarto ou quinto episódio consegui ficar rendido devido a esta mesma personagem do físico disparatado e inconveniente. Agora a revista GQ fez um apanhado de algumas das frases da personagem interpretada por um dos atores mais bem pagos do mundo, Jim Parsons. 

 

«As pessoas choram porque estão tristes. Eu choro porque as outras pessoas são parvas, e isso deixa-me triste.»

 

«Tenho uma vasta experiência em Biologia. Em 1988, comprei um Tamagotchi e ainda está vivo.»

 

«Sou excecionalmente inteligente. Licenciei-me na faculdade com 14 anos. Enquanto o meu irmão estava com uma DST, eu estava com um PhD.»

 

«Algumas pessoas dizem que não conseguem viver sem amor. Eu acho que o oxigénio é mais importante.» 

15
Mar15

O Alf na minha infância!

O Informador

As recordações aparecem em qualquer ponto e através de um dos episódios da terceira temporada da série A Teoria do Big Bang voltei à minha infância, quando todos os Sábados ia para casa dos meus avós, onde a minha madrinha ainda vivia na altura, e brincava com o seu Alf, o pequeno peluche que se agarrava aos cortinados graças às suas mãos em mola!

O boneco era pequeno, talvez do tamanho de um telemóvel e como a conhecida série televisiva tinha estado em altas por esses anos, lá estava esta representação da personagem pendurada pelo cortinado do quarto da minha tia/madrinha. Eu, criança que era e curioso, todos os Sábados lá tinha que ia mexer no boneco, mudá-lo de sítio e posição, coisa que se mantinha por uma semana até voltar a poder fazer o mesmo.

A série começou a ser transmitida em 1986, ano em que nasci, pela NBC, mas rapidamente conquistou o mundo, incluindo o nosso país, por onde passou através da RTP, na altura apelidada de Canal 1. 

18
Jan15

Maratona de Big Bang

O Informador

The Big Bang TheoryFinal de tarde com maratona da sexta temporada de A Teoria do Big Bang. Existe série melhor para descomprimir quando a chuva cai lá fora, a segunda-feira bate à porta e as dores pelas costas aparecerem?

Por aqui fica também a sugestão para quem não conhece este bom produto televisivo que já conta com oito temporadas e tem a promessa de completar dez anos de exibição!

young-adult-50-mrec

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Comentários recentes

  • O Informador

    Bom dia!

  • imsilva

    No sofá, a ler o que escreveste ontem à noite, mas...

  • O Informador

    Existem muitas habitações por este país fora que t...

  • eu não sei mas ou esta gente faz o mesmo em casa ,...

  • O Informador

    Sem dúvida! Existem momentos em que é necessário d...

Pesquisar

Atual Leitura
Top mais vendidos Wook