Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Ausente de ideias

Sabem que estou para aqui a olhar para o ecrã com a página do blog aberta sem saber ao certo o que devo publicar? Há dias que ando sem ideias e vontade para publicar algo de jeito. Olhando para o que todos vocês andam a partilhar, vejo que o mal é um pouco geral, mas não gosto de me sentir perdido de ideias e ausente de pensamentos que possam ser partilhados através de palavras ou imagens num local de que tanto gosto. 

O que me tem valido pelos últimos dias são os pequenos textos de «última hora» que me vão ocorrendo e os posts agendados que vão ficando para trás como reserva para poderem aparecer nestas alturas de paragem forçada pelo estado do tempo. O mau tempo tem destas coisas nas pessoas e pelos bloggers isso nota-se tão bem!

Eles já não fazem nada?!

É um facto que o casal tem dois dos blogues mais visitados do país, ganhando parte da sua vida com isso. O que não percebo é como ambos conseguem manter as suas visitas no topo quando passam dias e dias sem nada contar e revelar, não tendo tantas vezes nada de novo a não ser as roupas que estão a vestir no momento e que querem que todos vejam!

Sim, falo da Pipoca e do Arrumadinho! Ambos são dos mais conhecidos deste mundo da blogosfera e gabam-se aos sete ventos disso mesmo. Todos sabemos quem são, todos vamos espreitar o que têm de novo para contar e no final de contas na maioria dos dias acabam por não ter mesmo nada. Dedicam-se tanto ao blogue que nada fazem, ganhando sim destaque graças aos outros afazeres de ambos pela imprensa e presenças nacionais.

Um blogue de sucesso sem rotatividade com os seus textos e imagens acaba por não ter qualquer sentido. Gostaria que alguém me conseguisse esclarecer sobre o facto deles terem tantas visitas sem nada de especial mostrarem, sendo simplesmente conhecidos como os mais lidos. Isso chegará para o futuro onde o trabalho demonstrado não existe?

Ele tem o seu novo projeto, a NiT, e ela é colaboradora da mesma, sendo presença assídua em campanhas e no seu espaço lisboeta, no entanto onde anda o trabalho de blogger que antes foi tão bom e que agora começou a andar pelas ruas da amargura para ambos?

Ah esperem! Como conseguiram a fama esqueceram-se do que os levou até lá! Tenho dito!

Sou só um!

De há uns meses para cá tenho vindo a perceber que alguns dos leitores do blogue acham que este trabalho é feito por várias pessoas, algo que quero desmistificar. Estas publicações são elaboradas só por uma pessoa, sem mais ninguém ter nada a dizer! Todos os textos apresentados n' O Informador são de minha autoria, escritos através de um portátil ASUS ou um iPhone4S.

Sim, tudo o que aparece por aqui - imagens, textos, ideias, parvoíces, bacuradas, ... -, só têm um rosto como publicador! Já pertenci a uma equipa de notícias televisivas e celebridades mas deixei esse projeto para trás e desde então que comecei este blogue sozinho, escrevendo textos, publicando imagens que tiro no dia-a-dia, comunicando com parceiros para passatempos e não só... Tudo é feito por mim e só por mim!

Para quem não acredita que O Informador é um projeto pessoal e sem sociedades, peço só que continuem atentos à forma de escrita e ao que é publicado para tentarem perceber se tudo não passa simplesmente por mim! Acho engraçado pensarem que existe mais que uma pessoa no projeto depois de já ter mostrado várias imagens minhas, ter fotos junto do logotipo, contar certos aspectos da minha vida pessoal... 

Ah, já agora, se acham que o blogue tem mais que um cérebro por trás é porque o trabalho que tenho feito parece ser composto por um número mais elevado de seres, será isso? Se assim for fico contente por perceber que consigo fazer o trabalho dos outros, sem necessitar de os ter por aqui!

Quando me perguntam se pertenço à equipa d' O Informador dá-me sempre vontade de rir porque a equipa sou eu, apenas eu! Momentos sempre de surpresa perante a minha resposta e que me acabam por alegrar por algum motivo que não consigo explicar!

Obrigado pessoal por estarem desse lado e espero que continuem a seguir o meu trabalho porque isso só me ajuda a querer mais e mais, sozinho, mas com o apoio de todos!

Mais vistos de Março

A Primavera chegou e com este regresso o mau tempo continuou a dar sinais de que vai ficar a fazer-nos companhia por mais tempo que o desejado por muitos. Por aqui o mês de Março foi tudo menos normal... Primeiro tive a trabalhar na zona do Porto ao longo de três semanas, voltei a casa por dois dias e fui de férias para o Alentejo por uma semana, até que voltei à normalidade e ao trabalho! Um mês onde a leitura foi pouca, tendo o blogue também sofrido com a falta de tempo devido aos complicados dias de trabalho antes das férias, mas depois quando tudo voltou a acalmar, a rotina foi estabelecida e aos poucos os acertos têm sido feitos! Agora e porque o mês de Março já terminou, resta-me agradecer a todos os leitores por continuarem a seguir O Informador e por me ajudarem a ter este top dez dos mais vistos!

  1. Passatempo – Inferno no Vaticano
  2. Passatempo – A Publicidade Segundo o Meu Tio Olavo
  3. O Beijo do Escorpião – Estreia TVI
  4. Passatempo – Uma Noite em Casa de Amália
  5. Passatempo – Grande Revista à Portuguesa [15ªEdição]
  6. Primark invade o Colombo
  7. Restauração do Campera
  8. Grande Aventura dos Livros que Finalmente chegaram
  9. Passatempo – Robin dos Bosques [4ªEdição]
  10. Campera está à venda! Eu sabia!

Os passatempos, a televisão e as compras são o grande trio de destaque dos textos mais vistos ao longo dos últimos dias, mostrando como publicações recentes se misturam com os já habituais artigos de opinião e não só. Existem os que gostam de marcar, mês após mês, o seu lugar nesta lista dos mais lidos e as novidades que assim que são publicadas destacam-se logo entre os mais concorridos!

O Informador tem sido uma caixinha de surpresas ao longo deste ano e meio e graças a quem me segue, lê o que escrevo e participa de alguma forma, este blogue tem crescido! Obrigado!