Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Eu! Uma pessoa distraída!

eu.jpg

Distraído enquanto circulava num jardim, onde um grupo de seniores dançava num momento festivo pelo final de um ano letivo de aulas para tempos livres, como a dança, o canto, pintura e por aí fora, eis que a concentração no grupo enquanto andava era tanta que me deixei levar e lá fui embater com um poste de eletricidade. 

É isso mesmo, quando senti já estava com a testa no pilar, os óculos de sol a meio da cara e uma dor no local do impacto a começar a anunciar-se. Rapidamente tentei disfarçar, claro, peguei no telemóvel e de câmara ligada para perceber como tinha ficado a testa, a sangrar, o que com uma lavagem e o ar depois a bater acabou por passar rapidamente. 

Parti a testa

TestaAconteceu tudo esta manhã, enquanto me despachava para ir trabalhar. Lavava os dentes, deixei a porta do armário da casa de banho aberta e quando dei por mim já estava com a testa colada ao bico da dita porta, aquela que se espetou na minha carne e me fez tal golpe. 

Sim, começou de imediato a sangrar e de início ainda pensei que teria de levar pontos ou algo do género na testa para ajudar a fechar tal frecha feita por um descuido pessoal. Consegui estancar o sangue, coloquei um penso e agora é deixar que o tempo feche o que a porta abriu.

Tenho a testa em volta do local um pouco inchada como é normal e todos me perguntam como fiz tal profundo arranhão, gozando ainda com a minha pessoa!

Malvada porta que embateu na forte testa aqui do moço!