Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

maria-duenas-billboard

Eurovision sem os Telemóveis de Conan

18
Mai19

O sonho português do Eurovision 2019 logo terminou na Semi-Final ao percebermos que o tema Telemóveis de Conan Osíris não passou para a final da competição. Os comentários logo se fizeram sentir pelas redes sociais e se uns logo avançaram que «fomos roubados», outros afirmaram que o esperado seria este desfecho após as criticas que o cantor fez nos dias de ensaio à organização da competição.

Eu, apenas me remeto a deixar publicada, como forma de homenagear a prestação de Portugal no Eurovision 2019, a performance de Conan Osíris no palco israelita. Ficam aqui assim os minutos que representaram os Telemóveis de todos nós no palco europeu! 

 

Amor Não Se Esquece | Fernando Fernandes

05
Abr19

Sou fã do estilo musical que o FF, para os que não gostam de diminutivos, Fernando Fernandes, tem seguido nos últimos anos. Agora o cantor lançou um novo tema, Amor Não Se Esquece, e mais uma vez surpreende sem perder o seu rumo onde mostra um amadurecimento enquanto artista que consegue provar que em Portugal ainda existem grandes esperanças sobre os trabalhos feitos pelas novas vozes. 

Com letra e música do próprio FF, Amor Não Se Esquece é daqueles temas que ficam facilmente no ouvido. Com um instrumental suave e ao mesmo tempo forte, um videoclipe simplista como assim é pretendido pelo género musical e como tem sido hábito, este tema merece ser ouvido para voltar atrás e ouvir de novo. 

O Fernando Fernandes volta assim a dar cartas firmes, após o seu Safra e consegue conquistar. Que as grandes rádios comecem a passar este tema que tem tanto, ao contrário do muito que passa nas principais emissoras quase de hora a hora sem qualquer significado.

Vou Ficar | Sara Carreira

10
Mar19

Sapo Mag

Já venho um pouco fora de tempo, eu sei, mas achei por bem comentar o primeiro single de Sara Carreira, a filha de Tony, que como esperado segue as pisadas pelos palcos como o pai e os irmãos. 

A menina dos Carreira lançou há pouco mais de duas semanas o tema Vou Ficar, que escreveu com Nuno Ribeiro e como seria de esperar serviu aos seus fãs, que já o eram por pertencer ao clã Carreira, um tema que é mais do mesmo e muito dentro do que o pai faz e os irmãos fizeram com os seus primeiros trabalhos. David conseguiu depois seguir o seu caminho e distanciou-se do romantismo de alguidar, mas Mickael por lá continua com os seus temas parados e muito românticos para ficar aos poucos com as loucas fãs de Tony. 

Agora Sara, a menina da família, dá os primeiros passos, após ter feito umas aparições com os irmãos e pai, e vai conquistar, não existindo qualquer dúvida que esta moça vai vingar. Pode ter muito ensaio e mexidas na voz nas gravações, mas o que querem mesmo fazer? Ela é a filha de Tony Carreira, logo já tem um lugar de destaque pelas próximos anos no panorama musical nacional e francês.

Sofro de Acrofobia

24
Out18

acrofobia.jpg

É um facto que nem sempre fez parte de mim mas que ao longo dos últimos anos surgiu para não mais me deixar. Sofro de acrofobia, que é como quem diz, medo das alturas. Mas o meu medo nem sempre surge, dependendo muito do local e do que poderá estar por baixo da plataforma que me suspende. 

Geralmente é a partir de uma altura correspondente mais ou menos a um terceiro andar de um prédio que sinto a tremura com a ansiedade ao estar, por exemplo, numa varanda. Ao ficar numa varanda de imediato o cérebro começa a elaborar situações possíveis de acidente. Ou que a estrutura não aguente e exista uma queda total do espaço ou começo a olhar para as barras e pensar que podem estar mal pressas e se alguém se encostar poderá cair e ir desta para melhor. Outro dos locais onde geralmente sinto algum atrofio é junto ao mar, numa encosta rochosa que geralmente serve de miradouro que fica suspenso numa rocha onde nem se consegue ver nada em baixo a não ser água. Não dá, porque assim que me aproximo da ponta para espreitar, logo tenho de recuar por sentir que perco o controlo sobre os pensamentos que voltam a caminhar num sentido sobre o que pode acontecer de mal. Imaginemos uma plataforma que tenha de passar mas toda em vidro. Não, não, não! Posso passar mas não olho para baixo e caminho o mais rapidamente possível. Claro que se a distância entre o piso onde estou e o chão for curta não me causa problema algum, mas acima de um certo número de metros já surge um problema. 

Assistir a vídeos sobre alturas é daquelas coisas que me irritam, por exemplo, especialmente por não perceber qual o receio que sinto ao ver uma imagem. Começo a torcer-me todo e a encher-me de calores ao ver imagens de alguém a enfrentar pontes loucas em vidro, varandas bem altas, etc. Não sou eu que estou naqueles vídeos, mas mesmo assim tenho receio que alguma coisa descambe, tal é o meu medo sobre a queda de uma certa altura. 

Vamos Fugir | Djodje x Cuca Roseta

10
Out18

Djodje x Cuca Roseta.jpg

Pára tudo! Acabei de descobrir um novo tema que mistura Kizomba com Fado e se existem casos em que não gostei do que foi apresentado, este Vamos Fugir merece o meu aval positivo. 

Djodje convidou Cuca Roseta para que juntos, tal como tem acontecido com outros artistas, fundissem estilos musicais e unissem assim gostos e públicos. Esta kizomba com toques lusitanos funciona na perfeição num tema forte e com alma. Existem por aí muitas músicas, mesmo em termos de fado, que pouco nos tocam, mas este Vamos Fugir tem força, fica no ouvido e ainda conseguiu juntar duas vozes que se completam e ficam perfeitas quando cantam ao mesmo tempo.

 

Dança Theresa May, dança...

05
Out18

theresa may.jpg

Theresa May não tem tido vida fácil nos últimos tempos como Primeira-Ministra britânica, no entanto e para tentar passar uma imagem distinta da formalidade habitual, a entrada no congresso do Partido Conservador foi feita a dançar, descordenada, sorridente e a gozar consigo própria ao som de Dancing Queen dos Abba. 

Enfrentando a oposição dentro do próprio partido face às negociações para com a saída da União Europeia, Theresa May quis assim mostrar um outro lado, o da boa disposição perante o que tem acontecido nos últimos meses, entrando em palco sem jeito algum para dançar mas criando um momento caricato que surpreendeu a plateia e o Mundo.