Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

Preciso de feedback

06
Jul19

compras online.jpg

 

Caros amigos, conhecidos, desconhecidos, visitantes, leitores e parasitas do blog, preciso da vossa ajuda para me ajudarem a perceber se uma loja online é puramente de confiança ou não. Necessito de comprar um portátil novo e/ou (ainda estou a pensar) um tablet com teclado, e encontrei nas newsletter que recebo semanalmente a página GalpBonus, associada ao universo Goodlife, só que acho os preços tão bons que até desconfio.

Visitanto a página não encontro nada que me faça desconfiar sobre a veracidade desta loja online de oportunidades, mas olho para determinados preços com mais de 80% de desconto e fico meio tresloucado por tal existir mesmo. Alguém já comprou algum artigo através desta página? Preciso de saber o vosso feedback para que nos próximos dias me resolva sobre se avanço com uma compra neste portal ou não. Na verdade preciso de um portátil renovado mas o que tenho ainda aguenta mais uns tempos e o tablet não tenho mesmo e noto que faz alguma falta para andar sempre comigo para me auxiliar também com as questões do blog. Os produtos são enviados? Existem reclamações? As compras chegam em mau estado? Preciso de ajuda sobre esta questão!

(In)defesa do consumidor

04
Mar15

Deco.JPG

A Deco Pro Teste afirma-se como defensora do consumidor, tendo tudo ao alcance dos seus clientes para conseguirem ajuda nas questões contratuais em defensa da verdade. Depois, volta não volta, também a empresa que se mostra contra a falsa propaganda consegue invadir as caixas de correio em papel ou digital de qualquer pessoa com publicidades enganosas sobre os seus serviços, com promoções e atrativos que não são nada mais do que um verdadeiro engano em busca de dinheiro extra de quem acabar por cair na tentação.

Recebi via CTT e também pelo email, hoje mesmo, uma suposta grande oferta da Deco Pro Teste onde por dois euros nos primeiros dois meses recebia as revistas Proteste, a Dinheiro & Direitos e a Teste Saúde, tendo além disso como grande oferta um tablet com sistema wi-fi, uma boa memória e super leve. O que isto é afinal? Propaganda totalmente enganosa já que depois desses supostos dois meses, a mensalidade passaria a ser de €6,75, o que no prazo de um ano passaria para os €13,60, tudo isto em débito direto para que seja mais fácil o consumidor esquecer-se que tem este pagamento sempre a cair mês após mês. Não critico o preço em si mas sim a falta de lata para melgarem os consumidores com este tipo de abordagens, tal como os outros o fazem, aqueles que esta empresa mostra estarem mal com os mesmíssimos atos que no final de contas são feitos por todos, até pelos próprios defensores!

Mais MEO

21
Dez14

Router Huawei E5372Até aqui tenho mantido internet móvel no telemóvel, pagando €9,99 por 1Gb mensal, usufruindo de um serviço Vodafone que sempre foi útil mas que não estava disponível para quando vou, por exemplo, de férias ou passar uns dias fora e não existe sistema wifi por perto para usar em outras plataformas. Agora e pelo mesmo preço mensal, o meu pacote Meo foi alargado e passo a ter 2Gb à disposição para telemóveis, computadores e tablets estarem ligados em simultâneo ao mesmo router quando não estou por casa.

Pago o mesmo, tenho um maior nível de velocidade e mesmo que passe os Gb disponíveis, não fico sem internet nem terei que pagar mais por isso, ficando com uma velocidade mais reduzida, mas conseguindo fazer as coisas na mesma.

Pelo mesmo preço aumentei a qualidade do serviço, não me preocupo mais com os pagamentos e renovações de pacotes, uma vez que tudo está incluído na fatura mensal e assim posso ter sempre a internet do telemóvel ligada, onde quer que esteja, sem correr o risco de gastar todo o aditivo e ter que adquirir um outro antes do tempo previsto.

Este router Huawei está agora à disposição para onde quer que vá, podendo ser usado em casa, na rua e onde quiser, no telemóvel, computador ou tablet, tudo ao mesmo tempo e sem qualquer guerra.

Lerem O Informador ao meu lado

04
Nov13

Não, já não me faz tanta confusão como no início. Porém tenho que confessar que se alguém estiver ao meu lado a ler o que escrevi n' O Informador, naquele dia ou em dias anteriores, que me faz um certo nervoso miudinho!

Não é nada que me atormente e me deixe em estado deveras nervoso mas sinto-me talvez com um pouco de vergonha por estarem a ler aquelas palavras que escrevi, para poderem ser vistas por todos, mas a pensar que não o vão fazer mesmo ao meu lado. Isto é um sentimento ambíguo porque escrevo para mim e deixo que todos leiam o que penso e sinto, no entanto, se o fazem pelas minhas redondezas logo fico atrapalhado.

Façam-me um favor, se andar por perto não abram nenhuma página no vosso pc, telemóvel ou tablet neste blogue. Pode ser?

Trabalhar em tempo de férias

16
Jun13

Nos dias que correm é cada vez mais impossível viver-se sem telemóvel, computador, tablet ou seja lá o que for que nos coloque em contacto com os outros. Durante o tempo que estive de férias reparei que as pessoas tiram uns dias para descansarem, mas mesmo assim não deixam de lado o seu emprego e as preocupações que daí surgem diariamente e consequentemente por terem determinado cargo dentro da empresa.

Não foi uma, nem duas, nem três pessoas que vi ao longo dos últimos dias em plena piscina ou praia a falarem ao telemóvel ou a tratarem por tablet de assuntos laborais. É aquilo que não se pode esquecer de fazer, são as coisas que se têm que encomendar ou mesmo a tratar de pagamentos. Os tempos mudaram e ter um emprego nos dias que correm já não é como antes, mas com a evolução das comunicações tudo se tornou mais fácil para nem em período de férias se conseguirem ter momentos de descanso longe das preocupações do dia-a-dia.

A evolução dos tempos tem levado a uma menor privacidade de todos nós e quando dermos por isso ainda estaremos de férias sem sairmos do local de onde trabalhamos ou a ter que levar trabalhos de casa - TPC, como se diz na escola - para os nossos dias de descanso, que o patrão pagou, serem bem proveitosos para quem manda. Já há quem o faça!