Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Big Brother já voltou

concorrentes big brother.jpg

Nem vinte e quatro horas passaram após a saída dos últimos concorrentes da anterior edição do Big Brother Famosos e já um novo lote de treze novos jogadores entrou na casa para mais uma temporada de dois meses do reality show mais célebre do Mundo. Com Cristina Ferreira a dar continuidade na apresentação e sem os comentadores em estúdio, Flávio Furtado e um possível rosto que entrará para o lugar de Ana Garcia Martins, a gala começou e logo os nomes dos novos concorrentes foram sendo revelados acompanhados com o convite para entrarem na casa da Malveira. 

Marco Costa, pasteleiro e ex-concorrente do Secret Story, tornando-se um dos participantes mais conhecidos dos reality shows em Portugal com a entrada em várias edições especiais e agora está de regresso, não com Teresa Guilherme nos comandos do formato mas sim com a Cristina ao leme, presumindo-se que o futuro do Marco, após a sua participação no programa, voltará a ser nos ecrãs da TVI dentro do seu mundo da pastelaria. Marie, Maria Manuela de seu nome, a conhecida e excêntrica influencer chegou, falou e logo começou a animar com o seu nervosismo. Vinda da aldeia e adorando roupas e acessórios coloridos, a Marie já me é conhecida das redes sociais e as suas publicações são um máximo, esperando que a tiktoker seja uma das animadoras da casa. Nuno Graciano, o tio careca, antigo apresentador de televisão, atualmente empresário e apoiante do Chega entrou muito dentro do politicamente correto e com sede de protagonismo perante a necessidade dos aplausos. Miguel Azevedo, o cantor do Somos Portugal, numa tentativa de substituição do Jorge Guerreiro, o que não me parece ser possível por achar este senhor com o ego em altas. Bruna Gomes, influencer brasileira com milhões de seguidores nas redes sociais e é uma das concorrentes de quem nunca tinha ouvido falar, só percebendo que é ex namorada de Felipe Neto, conhecido youtuber brasileiro. Daniel Kenedy, ex jogador e treinador de futebol, tendo sido viciado em jogos de casino. O Daniel é também um concorrente de quem desconhecia a existência. Mafalda Matos, atriz desaparecida há uns bons nomes e que é nos tempos que correm ligada ao bem estar pessoal através do campo da meditação. A Mafalda é daqueles rostos que vai tentar regressar ao estrelado com esta sua participação. Vanessa Silva, atriz e cantora, e desde já a minha preferida. Adoro a Vanessa como artista e espero que não me venha a desiludir dentro do jogo para que seja a rainha desta edição. Bernardo Sousa, o piloto de automóveis que não é totalmente desconhecido mas é quase como se fosse. Pedro Pico, ou seja, Teresa Al Dente, ator e comediante através da personagem criada pelo próprio. Excêntrico, prometendo dar nas vistas dentro da casa com e sem a sua criação. Tanya, cantora que fez parte do projeto Tayti, lançando mais recentemente o seu projeto a solo, procurando o sucesso com a ajuda da entrada no programa. Fernando Semedo, o chef responsável por um dos melhores bolos de bolacha do nosso país a embarcar na aventura do reality show. E por último surgiu Sara Aleixo, outra atriz desaparecida que optou por alvos voos e que ao que tudo indica está com vontade de regressar às novelas.

Os dois primeiros concorrentes a entrarem na casa, Marco e Marie, tiveram a função de fazerem a distribuição dos que se seguiram em dois grupos, os anjos do Marco e os palhaços da Marie. No lado dos palhaços ficaram o Marco, Miguel Azevedo, Daniel Kenedy, Vanessa Silva, Bernardo Sousa, Tanya e Sara Aleixo. Já do lado dos palhaços ficaram a Marie, Nuno Graciano, Bruna Gomes, Mafalda Matos, Pedro Pico e Fernando Semedo. Ao público coube a tarefa de eleger que tribo ficaria a dormir no único quarto disponível pelas próximas noites e qual ficaria a pernoitar no exterior da casa, tendo os anjos do Marco ficado na rua e os palhaços de Marie a descansar no quarto da casa.

As críticas a Fanny

fanny somos portugal.jpg

Fanny, a belle portugaise, conhecida concorrente de reality shows que se iniciou nas lides televisivas com a sua entrada na segunda edição de Secret Story - Casa dos Segredos, nunca deixou de aparecer no pequeno ecrã e na imprensa através de entradas em programas da vida real ou participações em diversos programas, foi das poucas que com o tempo foi sobrevivendo com as suas aparições públicas, sendo ao mesmo tempo um dos rostos mais acarinhados. Com a entrada em 2020 de Cristina Ferreira na TVI, Fanny Rodrigues voltou a ser chamada pela nova direção do canal para ser comentadora das edições do Big Brother. Com a saída de antena de forma temporária do reality show, Fanny foi convidada a integrar o lote de apresentadores do Somos Portugal e a partir da sua estreia no programa dos Domingos à tarde que a crítica por parte do público não deixa de acontecer.

Pessoas, a Fanny pode não ser licenciada em comunicação no entanto e até ao momento não vi uma falha da moça para levar todos os Domingos com milhares de comentários negativos. Existem atores sem formação na apresentação e vice-versa, existem autênticos profissionais sem licenciaturas na área e qual a razão do alvo ser a Fanny? É pimba? É! O seu percurso no Somos Portugal tem corrido mal? Nada! Não tem perfil para poder estar ao lado dos restantes apresentadores do programa? A Fanny encaixa no programa como ninguém, sendo este formato pimba, com cantores que costumam fazer as festas das aldeias e dos bailaricos que tanto caracterizam a rapariga. É uma antiga concorrente de reality shows e então? A Isabel Figueira também chegou ao estrelato da mesma maneira e hoje em dia é atriz e apresentadora. O João Mota entrou na mesma edição do Secret Story com a Fanny e hoje em dia é ator. E as atrizes que do nada viram apresentadoras ou o Marco Paulo que agora se acha o rei da apresentação na SIC?

Cristina ComVida na estreia

Cristina ferreira

 

Cristina Ferreira regressou aos finais de tarde da TVI e quando pensei que o Cristina ComVida não seria formato ideal para o horário das 19h00, eis que a diretora do canal de Queluz surpreende e consegue fazer uma hora de um talk show com os ingredientes certos para fechar a tarde e dar entrada ao Jornal das 8.

Transformando a antiga casa mais vigiada do país no seu novo estúdio de televisão, a casa da Venda do Pinheiro recebe agora o programa de Cristina, voltando assim ao ecrã o local onde vários edições do Big Brother e do Secret Story, entre outros, aconteceram ao longo dos últimos vinte anos. Com a casa vazia, a diretora e apresentadora resolveu criar reformulando e fazer assim o seu novo programa na casa, estando a menos de cinco minutos da sua própria casa, na Malveira.

Cristina estreou este formato bem parecido e numa versão que parece melhorada ao que apresentou na SIC, o Programa da Cristina, e no primeiro dia mostrou logo a garagem, as salas, o quarto, a casa de banho e a cozinha da moradia cenário. Convidou a Célia e o Telmo do primeiro Big Brother, onde se conheceram, para voltarem onde já foram felizes, foi também visitada pelo Toy e o cozinheiro Rúben Pacheco Correia lá deixou a SIC para se mudar de armas e bagagens para esta nova casa da Cristina que o descobriu. Dois jovens, irmãos e padres tocaram também à campainha e contaram a razão de seguirem o caminho religioso. Miguel Moura, o jovem fadista que conquistou jurados e público no All Together Now também foi visitar a sua madrinha televisiva e acabou por ser surpreendido pela presença de Pedro Abrunhosa, numa das suas raras aparições em programas deste estilo, para cantarem juntos. Nesta estreia Cristina até teve a surpresa da produção com um avião a passar nos céus da Venda do Pinheiro com a mensagem "Cristina, o sonho começa agora", isto ao mesmo tempo, segundo revelou, que ouviu no auricular as palavras "bora miúda, estamos juntos, de mãos dadas, a equipa sonha contigo", levando a apresentadora a emocionar-se em direto e logo nos primeiros minutos de programa.

Um estreia corrida, uma Cristina com o volume quase no máximo mas espontânea como sempre, um Eduardo Madeira a interpretar várias personagens em direto ou com sketches gravados e um bom ambiente ao longo de uma hora, nem mais nem menos, de programa sem pausas e momentos mortos, sem tempo para grandes conversas, mas para as longas entrevistas existe o Goucha a meio da tarde. Às 19h00 é necessário ritmo e na estreia de Cristina existiu esse tão necessário ritmo. 

Teresa Guilherme na Revolução do Big Brother

teresa guilherme.jpg

 

No final do primeiro trimeste deste ano Cláudio Ramos deixava a SIC para tornar um sonho seu em realidade na TVI, o de apresentar o Big Brother. Com a edição comemorativa de regresso do reality show terminada no passado Domingo, 02 de Agosto, e com uma nova temporada agendada para estrear a 13 de Setembro, foi tornado público que o apresentador não estará nos comandos da edição apelidada de Revolução do Big Brother, ficando este lugar destinado à rainha dos reality shows em Portugal, Teresa Guilherme, que regressa assim ao ecrã num formato que tão bem conhece. 

A novidade caiu como uma bomba, já que tudo apontava que na próxima edição fosse Cláudio Ramos a servir de anfitrião como nos últimos meses. No entanto Nuno Santos, diretor geral da TVI, e Cristina Ferreira, diretora de entretenimento e ficção do canal, trocaram as voltas e sem qualquer suspense anunciaram o regresso de Teresa ao ecrã e nos comandos do Big Brother. Nuno Santos publicou mesmo nas suas páginas das redes sociais o texto que passo a citar. «Bem-vida Teresa! Teresa Guilherme é a apresentadora da próxima edição do Big Brother. "O Big Brother faz anos em Setembro. Que felicidade poder reviver e celebrar essa data que mudou a minha vida e a história da televisão em Portugal. Que bonito estar de volta!", salienta a apresentadora com emoção. A TVI mostra-se igualmente entusiasmada com este regresso, celebrando assim o formato de maior sucesso das últimas décadas em Portugal. O regresso da Teresa coloca "um novo foco sobre o programa que será inovador na forma, mantendo a matriz de intervenção social que está hoje na base de um conteúdo tão transversal". Cláudio Ramos, apresentador da edição anterior começa agora a trabalhar no seu próximo projeto que será comunicado em breve. A TVI agradece o seu empenho e os resultados alcançados nos últimos meses à frente do BB2020. Setembro é já amanhã!».

Com Cláudio Ramos a continuar com novos projetos no canal e que por muito que se tente mostrar feliz por esta substituição não me consegue convencer de tal, mostrando a direção do canal que não ficou totalmente feliz pelo seu desempenho na condução do programa âncora da estação durante praticamente quatro meses. Novos accionistas a entrarem na Media Capital, Cristina Ferreira nos comandos do entretenimento, Nuno Santos com vontade de ver a estação na liderança, eis que surge no lote de apresentadores do canal Teresa Guilherme para alterar e puxar ainda mais pela próxima edição do Big Brother. Numa temporada que se diz estar a ser preparada para revolucionar o conceito do formato até aqui, os castings já estão a decorrer e as equipas de produção a serem formadas para mais um arranque em grande, para mais agora em que o próprio canal começa a recuperar vários horários da liderança que foi sua e que deixou de o ser quando Cristina se mudou para a SIC, que ao que parece nunca foi a sua verdadeira casa profissional. 

Fiquei espantado com esta mudança de apresentador, quando nada o fazia prever e por achar que o Cláudio evoluiu bastante nas últimas semanas da edição do Big Brother 2020, mas na verdade Teresa Guilherme é a Teresa dos reality shows, a apresentadora implacável que todos gostamos de ver na frente deste género de programas. Só espero que este seu regresso não traga consigo os velhos trocadilhos irritantes e que o seu género para guiar cada gala seja com uma maior liberdade e sem textos tão rígidos escritos pelo seu amigo Miguel Dias para os quais o público perdeu a paciência nos últimos anos de Teresa nos ecrãs. Por um lado fico feliz por ver a Teresa de regresso no que tão bem sabe fazer, por outro esperava que tivéssemos entrado mesmo numa nova era no que toca a reality shows e com esta substituição inesperada parece um regresso ao passado, voltando uma Teresa com 65 anos de idade a ganhar destaque no principal programa do canal que convoca toda a grelha da estação ao longo da sua duração. Será que daqui a uns anos irão chamar de novo o Cláudio, que agora sai como derrotado de um programa que tornou líder em certos horários, para apresentar um reality quando a Teresa voltar a dizer que não quer mais fazer edição atrás de edição de novos e velhos formatos da vida real?

Big Brother: desistência, birras e amor

bigbrother2020.jpg

 

Noite de Domingo, noite de Gala do Big Brother e momento para colocar os dedos a trabalhar com novo comentário semanal para ser publicado. 

O momento da noite foi sem dúvida a desistência da Sónia, após semanas a ameaçar e com comportamentos menos próprios ao longo dos últimos dias, com frases que não devem ser ditas e discussões acessas com outros concorrentes. A feirante do Porto finalmente deixou a casa, percebendo que já não fazia nada no jogo por ter perdido o que tinha no início junto do público. A Sónia saiu e em estúdio a mãe da ex concorrente deu barraca, como sempre tem acontecido, a revelar a sua falta de educação com o Cláudio, a rebaixar a Noélia e chamando nomes à concorrente algarvia. Percebe-se até ao final da participação de Sónia que o que foi mostrando nas últimas semanas é genético e de família, como tal, quem sai aos seus... Finalmente a Sónia saiu, com o seu lindo penteado de todos os Domingos, e sem qualquer ponto de interesse, só podendo dizer que esta desistência já veio tarde, mas chegou com medo da querida em ir a votos e ser expulsa por vontade do público com larga margem. 

Os salvamentos dos seis nomeados começaram logo no início da noite e decorreram ao longo de praticamente metade do programa. Ana Catharina foi a primeira a livrar-se da saída com a menor votação da semana, seguindo-se a Jéssica e a Sandrina. Já na terceira e última eliminatória a Noélia foi salva, seguindo-se o Pedro Alves, ditando assim a saída do Daniel Monteiro. Durante a semana achei que seria o Pedro a sair, mas na gala ao ver a Jéssica a ser salva bem cedo pensei que os fãs do casal estavam unidos a votarem no Daniel e assim foi, o bombeiro deixou a casa da Ericeira a um mês do final. 

No início da noite os concorrentes tiraram cartões de um caixa surpresa onde só três davam sorte ou azar aos que lhes pegassem. Só que estes prémios não eram para os respetivos concorrentes mas sim para oferecer a outro concorrente. Soraia ofereceu imunidade à Ana Catharina, Teresa presenteou o Daniel Monteiro com um voto duplo, o que com a saída deste a concorrente passou o bónus para a Iury, a que mais demora a nomear, e o Daniel Guerreiro optou por fazer nomeação direta à Noélia, justificando que a Noélia seria nomeada pelos concorrentes e que assim terão de eleger outra pessoa para colocarem a votação do público, jogando de forma certa, mas colocando a jeito para ir a votos. 

Na prova do líder, com um código de cores de bolas a ser revelado pelo Big Brother e para todos os concorrentes terem de decorar e ir a uma piscina de bolas para recolherem uma bola de cada vez e colocarem nos seus púlpitos pela ordem referida pela voz do Big Brother. O primeiro a colocar as bolas por ordem foi o Diogo que se tornou assim o novo líder da casa, ficando automaticamente imune e fora de nomeações. 

Começando a ronda de votações entre concorrentes, com Noélia já nomeada, ficaram também ao critério do público para expulsão no próximo Domingo a Jéssica, Daniel Guerreiro e Soraia. Com estes quatro nomeados aponto as flechas de saída para a Jéssica, primeiro porque quer mesmo sair da casa e depois porque do quarteto é a que está sozinha do outro lado do jogo, sendo mais fácil o público se virar somente para o lado desta concorrente que já não faz nada na casa a não ser encher e irritar o público com a sua má prestação. 

Ao longo da noite existiu espaço para todos verem as últimas semanas da Noélia, sempre a meter a voz onde não deve com as suas opiniões e vontade de mandar em tudo e todos. Eu gosto da concorrente algarvia, mas entendo que se torna cansativo viver com uma pessoa que passa os dias de forma constante a alertar e a querer que tudo seja feito à sua maneira. Jéssica e Pedro Alves a dois no confessionário como se tivessem o seu último momento e a mostrarem algum ressabiamento perante a preferência dos telespetadores para com os outros colegas de casa. Desta vez foi a Teresa que fez a sua curva da vida e a concorrente mais velha da casa revelou partes marcantes da sua história, contando que aos dez anos foi quase morta por um desconhecido quando ia a caminho da escola, num dos momentos mais fortes deste espaço dedicado a revelações do passado dos concorrentes. Teresa relatou os seus maus momentos, onde também pediu desculpas publicamente a Sofia Sousa por ter tido comportamentos e partilhas menos boas para com a mãe da neta na altura da participação do filho Tierry e da Sofia no Secret Story. Com a saída da Sónia e por acreditar piamente que o Pedro Alves iria sair por decisão dos portugueses, a Jéssica lá fez a figurinha da noite em querer desistir, mas em intervalo lá ficou convencida pela produção a ficar por mais uns dias e se quiser sair ao longo da semana da casa, mas estando nomeada espero que aguente a semana para sair normalmente e não como uma derrotada pela pressão. Fantuchada a mais porque se quer sair há três semanas já tinha saído e não andava sempre nisto como a feirante andou. Os últimos confessionários para conversa ficaram entregues a Ana Catharina, que fez do espaço temporal um bom momento, a falar com o Cláudio sobre a relação com o Diogo, a revelar os seus sonhos e o que tem vivido dentro da casa. Gostei mesmo deste momento livre e sem receios da Ana, para mais por ter falado do Diogo sem saber que na sala todos viam o seu assumir de uma certa paixão, uma «nuvem», como diz, entre os dois. Depois Diogo foi ao confessionário para nomear e percebeu-se que a felicidade que a concorrente brasileira passou é a mesma que o concorrente lisboeta. O amor entre os dois anda no ar e tem vindo a ganhar com o tempo, sem pressas e stresses como nos restantes casos. 

Mais vistos em 2018

A equipa do Sapo Blogs já nos enviou o Relatório Anual de cada blog correspondente a 2018, embora ainda faltem uns dias para terminar o ano. Com isto e porque acho que todos vocês, que passam por aqui diariamente ou de quando em vez, merecem e podem saber um pouco mais sobre alguns dados disponibilizados pelas estatísticas, deixo-vos assim as publicações mais visitadas no blog ao longo dos últimos doze meses. 

  1. Fita de finalista da afilhada
  2. Fita de finalista para o primo
  3. As fitas de finalistas...
  4. Quem Me Dera | Mariza
  5. Costa leva novo chá de Marcelo
  6. Finalmente existe ação na Antiga Feira Popular
  7. Dor de cabeça com falta de café
  8. Atual leitura... Nada Menos Que Tudo [Afonso Noite-Luar]
  9. Secret Story 7 | A Estreia
  10. 10 alimentos consumíveis fora de prazo

Tiago e Luan, venceu o Amor

tiago luan.jpg

A sétima edição do Secret Story - Casa dos Segredos terminou e o concorrente Tiago saiu vencedor numa final onde o seu marido Luan estava a votos com Joana e Isabela. O público votou e deu a vitória, através do Tiago, ao casal.

Vejo este primeiro lugar com um prémio que vai muito para além do dinheiro que o vencedor irá receber. Tal como de imediato partilhei no Twitter, «Portugal percebeu com o Luan e o Tiago que ser gay e amar é real, não existindo diferença nem mal algum. A vitória do Tiago significa bem mais do que um prémio monetário para o concorrente.»

O público percebeu a verdade dos sentimentos, viu duas pessoas que se amam com toda a normalidade que existe em cada relação saudável e o mérito está totalmente no Tiago e no Luan que mostram a vida tal e qual como ela é. Todos perceberam e a vitória esteve do lado do casal.

Curtas e Diretas | 127 | Goucha

Manuel Luís Goucha estreou-se brilhantemente na condução da sétima temporada do Secret Story e em plena segunda gala, a primeira em que confrontou e falou um pouco mais com alguns concorrentes, voltou a brilhar e a mostrar que pegou no formato com todo o empenho que lhe é conhecido. Brilhante!

Secret Story 7 | A Estreia

secret story 7 manuel luís goucha.jpg

Estreada que está a sétima edição do Secret Story, apetece-me dar a minha primeira visão sobre o que vi ao longo da primeira gala conduzida por Manuel Luís Goucha. 

Com uma casa com duas portas que ditam os primeiros passos dos concorrentes entre o céu e o inferno, o interior da habitação não tem muito de diferente das temporadas anteriores. Mudanças de decoração e com mais espaços secretos, mas pouco se nota, a não ser o jardim que está em modo Alice, no País das Maravilhas, o que achei fantástico. 

Quanto aos concorrentes transcrevo rapidamente os perfis apresentados em cada apresentação. Joana F., 25 anos, Mealhada, Bruno, 28 anos, Amadora, Margarida, 35 anos, Barreiro, com o segredo «publiquei dois livros sobre a minha vida sexual» já conhecido, Luan, 26, Brasil e Tiago, 25 anos, Lisboa com o segredo «somos casados», Isabela, 19 anos, Almada, Marlene, 32 anos, Alemanha, Cátia, 29 anos, Açores, Joana C., 21 anos, Coruche, Rui, 23 anos, Vila Real Santo António, Pedro, 27 anos, Valongo, João, 25 anos, Valongo, irmãos e a jogarem somente como um concorrente, Sofia, 27 anos, Lisboa, Carina, 27 anos, Matosinhos, Nuno, 23 anos, Porto, César, 26 anos, Alte, e Gabriela, 23 anos, Loulé.

No que toca a segredos ainda não desvendados sobre a quem pertencem existem para todos os gostos. De «o meu pai tentou matar-me quatro vezes», «a minha irmã foi levada por um bispo da IURD», «sou filha/o da prima da minha madrasta», «fui raptado por engano em Espanha», «salvei milhares de pessoas em África», «já pousei nu para uma revista», «tentei matar o meu pai», «estive cego durante um mês», «vivi sete meses num país em guerra», «trabalho no circo», «vivi aterrorizada/o por um/a ex-namorada/o», «entrei na casa antes de todos os concorrentes», «o meu irmão salvou-me a vida» a «sou a chave do túnel dos segredos».

Primeiramente e nesta primeira e rápida análise sobre os concorrentes fiquei com a sensação que teremos uma Margarida que dará excelentes confessionários, o que poderá ser um ponto a seu favor junto do público das galas de Domingo. Quanto ao casal Luan e Tiago acredito que se souberem fazer as coisas poderão tornar-se um bom símbolo gay dentro da casa, no entanto com o jogo desconfio que as coisas possam não correr assim tão bem entre os dois. Vi uma Marlene e também uma Carina bastante prontas para armar confusão por qualquer mínima situação. Nuno, o conhecido de ex-concorrentes de anteriores edições do programa que surge assim com a lição estudada e com a mania que sabe como jogar corretamente neste desafio. O casal César e Gabriela deram-me a ideia que poderão dar bastante que falar, mas pela negativa. Quanto aos restantes não destaco assim nada de especial pela primeira impressão, mas o jogo ainda agora começou. 

Goucha apresenta o novo Secret Story

manuel luís goucha.jpg

Manuel Luís Goucha é oficialmente o próximo apresentador do Secret Story, que tem regresso marcado ao ecrã da TVI, para uma sétima edição, durante o primeiro trimestre de 2018. Após o suspense e com vários nomes a serem apontados para substituírem Teresa Guilherme na condução do programa, eis que foi Goucha a liderar a corrida, num formato que há bem pouco tempo recusava apresentar.

Após anos a afirmar que não se via a apresentar reality shows, eis que Manuel Luís Goucha prepara-se agora para enfrentar o que para Cristina Ferreira, a sua companheira do Você na Tv!, afirma «Aceita aquele que é talvez o seu maior desafio profissional. Sem medos e sem nada a perder. É o maior. Que ninguém diga o contrário». A notícia foi dada pela TVI e pela Voz que apresentaram assim o novo rosto que irá conduzir a nova edição do formato de sucesso que promete regressar assim reformulado e com outro estilo, o de Goucha, que promete fazer e conduzir o programa à sua maneira e não com base no que foi feito até aqui por Júlia Pinheiro na primeira temporada e Teresa Guilherme nas restantes cinco. 

Manuel Luís Goucha revelou no momento em que foi dado a conhecer este segredo bem escondido até ao momento por parte da TVI e Endemol que aceita «este desafio com total humildade», «com alguma ansiedade. É um desafio importantíssimo.». O apresentador irá assumir assim «o horário de grande audiência» sozinho, o que o irá obrigar «a um trabalho hercúleo, quase, até porque herdo a dedicação e o empenho de uma apresentadora que marca a história das últimas cinco edições da Casa dos Segredos. Vou procurar honrar o trabalho da Teresa em termos de dedicação e empenho. Sei que vou dar o meu melhor, com um jeito diferente, até porque é um homem a apresentar», rematou.

Lembro que após a decisão de Teresa Guilherme em não querer apresentar mais reality shows, os nomes de Cristina Ferreira, Fátima Lopes, Leonor Poeiras, José Carlos Malato e João Baião foram falados pela imprensa como estando em cima da mesa por parte da direção da TVI para conduzir a sétima edição da Casa dos Segredos, mas a surpresa acontece com quem menos se esperava e que já está dentro do canal, não sendo feita assim nenhuma contratação extra vinda do exterior para conduzir o programa.