Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

E os salários?

  Existem pontos do decreto sobre a quarentena quase obrigatória que não estou a entender e que parece que metade da sociedade ainda nem se preocupou. As medidas de prevenção foram lançadas, os pedidos para se ficar em casa reforçados, estabelecimentos foram encerrados para só ficarem os necessários para o abastecimento alimentar, farmácias e serviços. E a questão que se impõe recai sobre os ordenados de quem foi enviado para casa sem perceber em que condições é que isso (...)

Oficialmente desempregado

Mês e meio após o início do processo de despedimento por falta de pagamento, eis que finalmente consegui ter luz verde dada por parte da Segurança Social que me contactou via carta a informar que estou oficialmente desempregado e com a atribuição de Subsídio Desemprego para Trabalhadores com Salários em Atraso.  Sinceramente não sabia que existiam várias formas de desemprego e com títulos, mas pronto, não muda muito, somente que no lugar dos vinte meses que tinha direito se (...)

Impérios com baixos salários

É uma realidade sobre a qual todos temos noção, mas quando é contada na primeira pessoa acaba por ter outro sentido. Um trabalhador com mais de seis anos de casa numa grande cadeia de supermercados nacional ganha praticamente o mesmo hoje que há seis anos, tendo sido aumentado somente por obrigação e estando agora a receber pouco mais de treze euros que os seus colegas que entraram há meses com as mesmas funções. Assim se percebe a ditadura da liderança dos grandes que reinam (...)

Promessas! Promessas!...

Será que tudo o que se promete é para cumprir? A bem da minha pessoa espero que o prometido pelas últimas horas seja mesmo para entrar em vigor já este mês e que tenha uma validade sem fim à vista! A carteira agradece e a boa disposição laboral aumenta! Dá para acreditar? Só no final de cada mês!

Como falar de aumentos?

Preciso de ajuda! Estou há seis meses a desempenhar novas funções na empresa para a qual trabalho há mais de oito anos, tendo agora uma maior responsabilidade. Na altura do convite logo me foi dito que iria ver o ordenado aumentar passados uns meses. Só que até agora nada! Toquei no assunto há umas semanas e como as coisas andavam calmas foi-me dito para aguardar mais uns tempos! Agora volto a perceber que preciso mesmo de ver o tal aumento acontecer para conseguir na verdade (...)