Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

06
Dez18

(Re)entrada na rotina

| O Informador

rotina.jpg

O início de uma nova fase laboral é sempre um momento de controlar a gestão de horários, para mais quando ao longo de uma semana a rotina pessoal e profissional é feita de diferentes modos. Neste momento e após os meses de desemprego voltei a ser «empregado por conta de outrem» e ao contrário do que tinha anteriormente, com um horário de Segunda a Sexta-feira e com entradas e saídas fixas, desta vez os Sábados e Domingos entram na corrida e existem quatro horários de início e final de dia. Com isto e porque todas as semanas percorro os quatro horários, felizmente, o dia-a-dia está aos poucos a ser adaptado para a nova vida em que hoje posso estar de manhã em casa e sair bem de noite, mas também amanhã posso logo começar de manhã a trabalhar e sair a meio da tarde.

Neste momento é necessário aos poucos definir onde encaixar certos afazeres pessoais no meio desta nova rotina profissional. Casa, saídas, compras, o blog, a leitura, as séries, tudo altera com esta nova fase que começou, pela qual optei e que espero que venha a correr bem. O modo de fazer, os horários mais ou menos estabelecidos onde gostava de fazer as coisas deixaram de existir como acontecia até aqui. Agora tudo está alterado, estando aos poucos a compor um novo diário, mais dinâmico e onde o hoje não é igual ao amanhã nem a ontem.

07
Abr17

Sem hábitos de desempregado

| O Informador

Fiquei forçosamente sem emprego há umas semanas e desde ai que ainda não me habituei a esta nova vida com tempo livre a mais. A situação do despedimento ainda não está resolvida e neste momento não estou a ganhar de lado algum, no entanto estou em casa e os gastos diários continuam a surgir. O tempo e o facto de estar em casa levam-me a comer mais, o que pode ser bom para engordar um pouco, consigo ver mais séries e ler com maior regularidade mas depois todas as manhãs e tardes livres que tenho fazem-me ter na ideia que não me sinto útil neste momento, ainda sem ter criado hábito e rotinas para os próximos tempos em que nada de concreto terei para fazer. 

Acordo a horas um pouco mais tardias do que era habitual, deitando-me ainda mais ou menos pela mesma hora para tentar manter as regras e não perder o dia. Só que é nesse mesmo dia em que me sinto baralho. Primeiro sou uma pessoa que sente necessidade de sair à rua para ver pessoas, aguentando-me de manhã por casa mas após o almoço ainda não consigo pensar que vou ficar todo o dia fechado sem sair por umas horas. Sinto-me um pouco claustrofóbico se não arejar todos os dias. Sinto falta neste momento de regras e horários para acordar e despachar, ir trabalhar, voltar a casa... Ou seja, faltam-me regras diárias por ser uma pessoa que primeiro tem de andar de um lado para o outro e depois porque gosto de ter horários para tudo, o que neste momento se torna complicado encarrilhar com tanta hora vaga a que não estava habituado. 

11
Mai16

Ao acordar...

| O Informador

Lanço aqui o debate para sabermos quais as primeiras coisas que cada um faz ao acordar! Bloggers e leitores estão convidados a entrarem, comentarem e responderem a este tópico de forma livre! Em três, dois, um...

 

Aqui ficam de forma rápida os meus primeiros momentos matinais!

 

Acordo e rebolo por uns minutos pela cama, levanto e lá vou eu fazer a higiene matinal antes de colocar o pequeno-almoço a ser preparado para me ir vestir numa rapidinha! Depois disso visito as redes sociais e leio um pouco enquanto vou saboreando o pequeno-almoço ao ver as notícias matinais! Quando dou por isso já passaram mais de trinta minutos e lá terei de me calçar porque os dez minutos de viagem esperam-me para oito horas de trabalho!

 

Revelem ao mundo como os primeiros momentos da manhã são passados por ai com um simples comentário!

12
Out15

Bom dia!

| O Informador

bom dia rotina.jpg

A verdade é esta! Após uma semana de pausa bem desejada e fora da rotina do dia-a-dia onde o trabalho aperta e pouco tempo sobra para aqueles bons prazeres que se juntam ao descanso, tudo está de volta quando o despertador toca e percebe-se que as oito horas laborais estão prontas para nos aceitar. 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • O Informador

    Enquanto caminho é que não dá. Não vá tropeçar em ...

  • Anónimo

    Boa noite."Hábitos de Leitura: Portugal na cauda d...

  • marta-omeucanto

    Eu leio onde calhar, seja em casa, na rua, ou em s...

  • O Informador

    Principalmente quando minutos antes estivemos disp...

  • O Informador

    Acordar um pouco mais cedo, uns minutos apenas, e ...

Mensagens

Pesquisar

Posts destacados