Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

A Festa da Festa

a festa tvi

O prometido aquando da apresentação da novela Festa é Festa ao público acabou por ser cumprido no dia exato. A realização da Festa que dava o mote para a novela aconteceu e mais uma vez, por muito que se critique, a equipa de direção de Cristina Ferreira conseguiu fazer diferente e acabar por surpreender os espetadores. 

Com uma emissão longa que se iniciou pelas 10h00 até às 20h00 e que somente foi interrompida pelo noticiário da hora de almoço, A Festa de Festa é Festa aconteceu para celebrar o final da primeira temporada do sucesso que surgiu de uma ideia da diretora do canal e que rapidamente ganhou vida pela mão de Roberto Pereira e da sua equipa de escrita. A novela ganhou forma, rapidamente chegou junto do público e de imediato surgiu a confirmação de uma segunda temporada.

Mas hoje vou falar do evento que decorreu em direto no passado Sábado, 25 de Setembro, onde mais de três dezenas de artistas musicais subiram ao palco montado na aldeia onde as cenas de exteriores são gravadas, o elenco da novela marcou presença em modo personagens do início ao fim, apresentadores divertidos e mesmo com toda a confusão estiveram sempre bem e A Festa aconteceu num evento que a meu ver como espetador do início ao fim foi bem complicado de organizar no pré e ao longo de toda a emissão. Centenas de pessoas a trabalharem em simultâneo para tudo passar para o ecrã de forma profissional e sem falhas, corridas de um lado para o outro, atores a improvisarem por conhecerem bem as suas personagens, apresentadores a seguirem a linha, convidados a saberem que existia necessidade de interação com a ficção e o próprio público presente no local, com direito a enchente que já não se via há muito em televisão, a falarem como se as personagens fossem pessoas reais. 

Vencedor do Convite Duplo | A Grande Ressaca | 12.04.2018

a grande ressaca.jpg

"A Grande Ressaca" é uma comédia teatral protagonizada por Carlos Cunha, no papel de Alberto, um empresário de mariscos congelados que há dez anos perdeu a sua mulher para Ramiro, um empresário com a mania que vende mariscos vivos (e vende mesmo). Alberto vive angustiado com esta perda e nunca deixou de acreditar que a sua mulher vai voltar para casa.

Na noite em que Alberto faz sessenta anos, ele e o seu amigo – e empregado – Jaime abusam da bebida, o que dá origem a uma grande ressaca no dia seguinte, ressaca essa com uma particularidade: Alberto não se lembra de nada do que fez na noite passada. Todavia, Jaime lembra-se e vamos descobrindo ao longo da peça que a noite foi tudo menos uma noite normal, e que, inclusivamente, Alberto matou Ramiro… e o corpo está lá em casa.

Dá-se então início, num ritmo frenético e com muitas personagens à mistura, ao contra-relógio que Alberto terá de fazer para se livrar do corpo do amante da mulher (e de uma acompanhante que o chantageia), que agora quer regressar a casa. E no meio de muito humor e situações altamente inusitadas, também se tocam temas fortes, como o amor, a solidão, os afetos e a idade…

Carlos Cunha, Erika Mota, Nuno Pires, Élia Gonzales e Líga Ferreira têm andado em digressão pelo país, ao longo dos últimos meses, com a comédia A Grande Ressaca. Agora de 12 a 14 de Abril o espetáculo estará em cena no Teatro Armando Cortez com sessões diárias pelas 21h30. Com texto de Roberto Pereira, esta divertida comédia tem esgotado as salas por ordem tem passado e em Lisboa de certo que não será exceção. 

 

Convite Duplo | A Grande Ressaca | 12.04.2018

a grande ressaca.jpg

"A Grande Ressaca" é uma comédia teatral protagonizada por Carlos Cunha, no papel de Alberto, um empresário de mariscos congelados que há dez anos perdeu a sua mulher para Ramiro, um empresário com a mania que vende mariscos vivos (e vende mesmo). Alberto vive angustiado com esta perda e nunca deixou de acreditar que a sua mulher vai voltar para casa.
Na noite em que Alberto faz sessenta anos, ele e o seu amigo – e empregado – Jaime abusam da bebida, o que dá origem a uma grande ressaca no dia seguinte, ressaca essa com uma particularidade: Alberto não se lembra de nada do que fez na noite passada. Todavia, Jaime lembra-se e vamos descobrindo ao longo da peça que a noite foi tudo menos uma noite normal, e que, inclusivamente, Alberto matou Ramiro… e o corpo está lá em casa.
Dá-se então início, num ritmo frenético e com muitas personagens à mistura, ao contra-relógio que Alberto terá de fazer para se livrar do corpo do amante da mulher (e de uma acompanhante que o chantageia), que agora quer regressar a casa. E no meio de muito humor e situações altamente inusitadas, também se tocam temas fortes, como o amor, a solidão, os afetos e a idade…

Carlos Cunha tem andado em digressão pelo país com a comédia A Grande Ressaca, onde ao lado da sua filha Erika Mota e com Nuno Pires, Élia Gonzales e Lígia Ferreira, interpretam o texto de Roberto Pereira junto do público que gosta de rir e passar um bom serão numa sala de espetáculos. Com sessões esgotadas pelos locais por onde tem passado, A Grande Ressaca chega no próximo fim-de-semana a Lisboa, estando em cena no Teatro Armando Cortez de 12 a 14 de Abril, pelas 21h30.

Numa forma de vos poder dar a oportunidade de assistirem a este espetáculo tenho um convite duplo destinado à sessão de Quinta-feira, 12 de Abril, pelas 21h30. Este passatempo irá estar disponível até às 18h00 de dia 11 de Abril, Quarta-feira, e nesse mesmo dia será publicado o nome do vencedor aqui pelo blog, sendo o sorteio feito através do sistema automático random.org. O premiado será contactado via email com as recomendações para o levantamento do convite acontecer nas melhores condições. Para a participação ser válida tens de seguir os passos que se seguem...