Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Grupo Porto Editora confirma novos nomes na Feira do Livro de Lisboa

De 1 a 18 de Junho decorrerá a 87ª Feira do Livro de Lisboa e o Grupo Porto Editora não pára de surpreender com a lista de autores nacionais e estrangeiros que tem revelado com presença marcada no certame. Após a confirmação de José Luís Peixoto (11 de Junho), Mário de Carvalho (3), Richard Zimler (10 e 11), Gonçalo M. Tavares (15), Bruno Vieira Amaral (10, 11 e 17), Francisco Louça (4), Sérgio Godinho (10), Anabela Mota Ribeiro (4 e 17), Manuela Gonzaga (10), Teolinda (...)

Bertrand elege o Livro do Ano

Após um mês em votação a primeira fase do Prémio Livro do Ano Bertrand, onde 55 títulos disputavam um lugar no top 10, chegou ao fim. Aproximadamente 10.000 livreiros e leitores Bertrand votaram e elegeram os candidatos a Livro do Ano na primeira fase de seleção. Com Vaticanum de José Rodrigues dos Santos, Uma terra chamada liberdade de Ken Follet, História da menina perdida de Elena (...)

Leituras de Outubro

Outubro resolveu-me presentear com três livros bem diferentes entre si e que tiveram destaques bem diferentes ao longo do tempo em que fui lendo cada um! Se por um lado tive Ilha Teresa e O Livro dos Homens Sem Luz, por outro voltei a ficar surpreendido com a escrita do autor de O Homem de Constantinopla! Ilha Teresa Richard Zimler transporta os leitores através do diário de uma adolescente (...)

Ilha Teresa

Richard Zimler era um autor desconhecido até pegar em Ilha Teresa e esta primeira e certamente única experiência, desiludiu! Uma adolescente relata através do seu diário as suas aventuras e acaba por contar a sua história e a de quem a rodeia e tudo se torna tão simples que este livro é só mais um e nem saudades e boas lembranças consegue deixar. Teresa, a jovem que relata a sua (...)

Vou ler... Ilha Teresa

Richard Zimler é uma estreia para mim, no entanto já é uma vontade de há algum tempo e devido a Ilha Teresa, o livro que irei começar agora a ler. Desde que foi lançado, em 2011, que este romance do autor, que trocou a América por Portugal, me tem atraído. Primeiramente a sua capa chamou-me a atenção e depois a sua história, que pode representar bem a realidade de uma jovem que de um (...)