Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Big Brother, o segundo Domingo

As promessas sobre uma nova edição do Big Brother como nunca foi vista na primeira semana logo começou a descambar para mais do mesmo. Após a gala de estreia ter corrido bem, com vários concorrentes a surgirem como mais do mesmo mas mesmo assim a criarem jogo logo nos primeiros dias, o Domingo chega, Manuel Luís Goucha e Cláudio Ramos recebem a Ana Sofia Martins, a Pipoca Mais Doce, para os seus comentários com maior tempo de antena, o que considero positivo. Logo depois ficamos a saber que vamos logo começar a ter direito ao momento Curva da Vida, ao BB Play para gerar discussão em direto na gala, o Cubo com o frente-a-frente, 

António e Rita deixam a rulote mas escolhem o chato das causas, o Bruno, para os substituir pela próxima semana, o que foi muito bem atirado. Bruno já está na pequena casa extra e o público tem a função de eleger dois companheiros de jogo para lhe fazerem companhia e gostava tanto de lá ver a Ana Barbosa e a Ana Morina num trio perfeito e que iria dar boa conversa de contrastes. Depois o frente-a-frente entre Ana Barbosa e Débora a mostrar que estas concorrentes não vieram para brincar ao paz e amor ao Domingo para serem as inimigas de semana. Colocaram as cartas na mesa, disseram o que tinham a dizer uma à outra e são destas concorrentes que se querem no jogo que é o Big Brother. No BB Play passou a película As Plantas, gerando desde logo discussão entre a Ana Barbosa e os concorrentes que considerou com os seus mais próximos como plantas e os que estão a fazer "programa". O bate boca entre a causa Bruno e Ana Morina por olharem para as suas prestrações de forma distante, levando o moço uma simpática e bem linear sova da Morina. Curva da Vida com a Maria da Conceição a dar o momento pesado da noite com o sofrimento enquanto jovem da concorrente para com o que passou com os seus pais, sendo rejeitada com os irmãos pela própria família, tendo começado a namorar aos 16 anos com o marido de sempre e com quem se juntou para fugir de casa, sendo mãe e mais tarde o filho adotou um cachorro que para São foi o amor da sua vida, tendo a sua morte levado a concorrente à depressão, até que decidiu mudar e concorrer ao Big Brother para alterar a sua forma de ver a vida. Uma história de sofrimento partilhada pela concorrente que mostra a razão de determinados comportamentos mais isolados no jogo. O Lourenço, a revelação por ser transexual que emocionou os colegas de casa e o país que aceitou como se tudo estivesse já a ser aceite com toda a normalidade. Rui Pinheiro ganhou uma prova ao longo da semana e escolheu cinco colegas para disputarem consigo a prova do líder, que este ano não estará sempre disponível a todos os concorrentes. Maria da Conceição, Ana Barbosa, João, Aurora e Bruno foram os escolhidos para com Rui tentarem a sorte na prova do líder da semana. A Arena abriu-se para receber os seis concorrentes e a prova foi das mais difíceis dentro do que havia sido feito nas anteriores edições. Uma prova física com a necessidade de fazerem buraco no chão de areia para passarem por baixo de uma barra de metal, colocarem uma boia, subirem uma plataforma de rede, pegarem numa bandeira e voltarem atrás. João foi o mais rápido e venceu assim a liderança e a imunidade para as nomeações que se seguiram. 

Rafael e Aurora foram os primeiros a serem salvos da noite a meio do direto, o que me deixou surpreso por achar e ver com bons olhos se fosse o Rafael a deixar a casa no final da gala. Mais tarde Ana Barbosa e Débora foram também elas salvas, ficando Nuno como o primeiro a sair desta temporada do Big Brother, o que achei injusto por não existir tempo para que os concorrentes mais tímidos se darem a conhecer. 

Nomeações com dois nomes a serem eleitos por cada um em modo cara a cara e com dois concorrentes a nomearem no confessionário. No final da ronda Ana Soares, Bruno, Débora e Maria Conceição foram os quatro nomeados iniciais, no entanto numa rápida votação o público acabou por salvar Maria Conceição, o que aplaudo. O líder João foi chamado para nomear um outro concorrente, tendo escolhido a Ana Morina, que se juntou assim a Ana Soares, Bruno e Débora ao lote de nomeados desta semana. Que saia a calada e de expressões fechadas Ana Soares, já que numa semana não se conseguiu intromar no grupo nem se mostrar ao público.

Ao longo da noite ainda foi mostrado o botão de pânico, o botão que pode dar salvação ao concorrente só uma vez no jogo. O concorrente pode ativar este modo de salvação de Segunda a Sexta-feira junto do Big Brother e o primeiro a fazer o pedido ficará validado para essa semana, sendo que nunca sabem por antecipação se serão ou não nomeados pelos companheiros de casa.

Big Brother já estreou

big brother.jpg

Estreou a nova edição do Big Brother Portugal, desta vez com Manuel Luís Goucha e Cláudio Ramos na sua condução, dando a esta temporada do reality show a primeira dupla masculina a apresentar um formato do género no nosso país. O suspense foi mantido sobre os apresentadores até à passada Sexta-feira, quando os nomes foram revelados, porque a partir desse dia os ensaios tinham de acontecer para a estreia ser preparada e as fugas de informação iriam acontecer. Agora, a 12 de Setembro de 2021, estreou mesmo o novo Big Brother, numa nova casa, novos concorrentes e novas histórias para serem contadas dentro e fora do que volta a ser a casa mais vigiada do país. Comento a partir daqui a noite de estreia, prometendo que o formato terá um espaço obrigatório aqui pelo blog de hoje em diante sempre que se justificar. 

«Começa agora o novo Big Brother!», foi assim que Manuel Luís Goucha arrancou com esta nova edição do reality show. Com Cláudio de fato azul e camisa folhada e Goucha de branco com flores por toda a fatiota, logo a dupla deu que falar pelas redes sociais, como seria mais que esperado, não fosse esta escolha também sido feita para criar falatório por serem dois homens, homossexuais, amigos de Cristina Ferreira e por gostarem de se vestir de forma extravagante e se apresentarem sem preconceitos em tudo o que se metem. 

Uma casa que arrisco a dizer que é a maior de sempre, construída de raiz, com os concorrentes a parecerem pequenos Sim's dentro do grande espaço. Amplitude, com uma sala e cozinha bem espaçosos, um quintal com direito a piscina e um dos maiores espaços ao ar livre e depois o regresso dos dois quartos ao jogo, o conhecido confessionário e uma casa de banho onde todos se podem ver. Tudo muito bem decorado em modo futuresto e um novo espaço, a arena, onde os confrontos irão acontecer todas as semanas perante os nomeados. 

Festa de Verão SIC

O que se passou este ano com a Festa de Verão da SIC? Sempre anunciada com tanto glamour e brilho e em 2015 o evento foi do mais pobre que existe por aí e que o canal já apresentou dentro deste tipo de eventos!

Mesmo tendo alterado o local do evento as coisas podiam ter corrido melhor, diga-se de passagem! Em pleno directo várias foram as vezes em que a pista principal foi mostrada e as moscas nem por lá deviam andar atrás de copos inexistentes de bebidas doces! Onde andavam os convidados que já deviam estar a marcar presença para encherem o espaço? Não estavam simplesmente!

Depois e pela passadeira vermelha estava uma Sofia Cerveira com um Diogo Morgado encaixado à última da hora no lugar do Ricardo Pereira. E o que aconteceu com os entrevistados pela dupla e pelas repórteres que andavam pelo recinto? Tiveram de falar das suas vestimentas e acessórios porque as marcas e como a SIC tanto gostam têm mais destaque do que o verdadeiro interesse da festa, o divertimento de quem está presente e o entretenimento do que se quer mostrar ao espectador que está pelo sofá a assistir à emissão do canal.