Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

29
Dez17

Cuidados com Marcelo

marcelo rebelo de sousa.jpg

Marcelo Rebelo de Sousa foi operado a uma hérnia umbilical e a imprensa continua louca atrás do nosso Presidente SuperStar.

Estando a recuperar sem problemas e dentro da normalidade, Marcelo foi operado no Hospital Curry Cabral, em Lisboa, e a imprensa nacional não deixa o hospital para que possam fazer diretos quase de hora a hora e estarem sempre atentos ao boletim clínico do Presidente da República. 

Será que se tivesse sido Cavaco Silva operado enquanto lider nacional os jornalistas estariam tão interessados no seu estado clínico para fazerem tanta reportagem e diretos com a finalidade de dizerem mais do mesmo?

Nota-se a paixão que a imprensa nutre por Marcelo e os repórteres que acompanham diariamente os passos do Presidente devem adorar toda a azafama que o professor cria de dia para dia, alterando a sua agenda e levando a tropa toda atrás.

Marcelo é o Presidente SuperStar que Portugal nunca teve e a mudança que provocou em Belém tem levado a que o seu nome seja um dos mais procurados em termos noticiosos ao longo do ano. Agora hospitalizado continua a fazer notícia e a ser todo o centro das atenções. 

02
Jun14

O Rei de Espanha abdicou

Juan Carlos percebeu que estava na altura de deixar o trono pela idade e pelos escândalos que têm sido tornados públicos nos últimos tempos à sua volta. Para muitos o rei abdicar do seu cargo não é aceitável, para mim, defensor de que nada é eterno, Juan fez o que tinha a fazer ao longo dos seus anos de reinado e está na altura certa para a nova geração assumir de vez as funções que lhe estão destinadas.

Tendo sido o primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, a anunciar publicamente tal decisão do ainda Rei, Juan Carlos está «convencido de que este é o melhor momento para produzir esta mudança», cedendo assim a coroa a Felipe de Borbón, que reinará como Felipe VI assim que a transição for aceite pelo parlamento do país.

Com o pretexto de poder «abrir caminho à nova geração», Juan Carlos, figura histórica, torna-se assim o primeiro Rei espanhol a abdicar do seu cargo em democracia por perceber que além de já não estar nas suas plenas condições para continuar o projeto a que sempre se dedicou, também já não tem o apoio como antes da sociedade que o tem relegado para segundo plano, a favor do futuro. 

Concordo com estas saídas dos cargos por vontade própria quando as pessoas percebem que já não conseguem fazer mais e que tudo deram à sua função, deixando o lugar vago para quem o consegue assumir. Concordei com a renúncia do Papa Bento XVI do seu lugar na igreja católica e aplaudo agora a decisão do monarca espanhol por seguir o mesmo caminho a bem do seu país.

Felipe VI ia ser Rei, mais cedo ou mais tarde, e será com o seu pai ainda vivo, com uma saúde a cambalear e com uma situação política e social controversa. Se vai assumir o lugar numa boa altura? Não, mas também ninguém garante que mais tarde, em situações normais, as coisas pudessem acontecer com uma perfeita sintonia da sociedade para com a passagem de testemunho normal e por morte do Rei.

Juan Carlos sai e Felipe entra! O que vai mudar? Não acredito que alterações de grande envergadura possam acontecer, pelo menos nestes primeiros anos de reinado! Hoje a história de qualquer país onde a monarquia é rainha não consegue ser feita como antes e estar Juan ou Felipe é uma questão social e não tão política. Sim, é verdade que as decisões do país dependem também do seu orientador, no entanto nada depende em exclusivo do Rei que dá a cara por uma casa real, por um país e que é considerado cada vez mais uma figura especial no país, deixando a barreira da monarquia para fazer uma vida cada vez mais normal como os governantes de qualquer país virado para a república.

Felipe tem destaques pela imprensa da atualidade mas é também pela área cor-de-rosa que tem conquistado muitos apoiantes dentro e fora de terras espanholas. Eu, português, aceito esta mudança talvez pensando na forma como a casa real do país vizinho é caracterizada pela nossa imprensa, não estando virado para a questão política como a maioria, onde se inserem os opositores a esta transição.

O Rei de Espanha está cansado e abdicou, agora vai chegar a era do Felipe e pronto! Todos terão que aceitar porque a decisão foi deles e se respeitam a família real como tanto apregoam não existe volta a dar!

13
Mai14

Cavaco Silva, o Informador

Anibal Cavaco Silva, O InformadorAcabei de descobrir que o atual senhor Presidente da República Aníbal Cavaco Silva também já pertenceu à categoria que há uns anos decidi colocar como nome deste blogue. A dona Maria casou então há umas décadas com um Informador pertencente à Polícia Internacional e de Defesa do Estado!

O Informador de agora é diferente do daquela época, da pessoa que se tornou nosso dirigente e que conquistou os votos de muitos! Cavaco está na presidência do país e eu estou aqui a escrever, olhando para o seu antigo Bilhete de Identidade na altura em que se inscreveu na PIDE, época da ditadura salazarista, altura em que a democracia não existia, ao contrário do país que governa atualmente.

Uma pessoa e um grande contraste de época que mostra a contradição do senhor Silva! Pena ter sido apelidado de Informador, a palavra que deu o nome a este blogue livre e isento democraticamente!