Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Acabou a pausa!

voltei.png

Avisa o calendário que após cinco dias de pausa entre folgas e horas por tirar, aproveitando este espaço rápido da semana para descansar por terras alentejanas, ontem ao final da tarde regressei a casa e hoje é dia de voltar ao trabalho.

Encontrar o que ficou e as pequenas novidades que podem estar por acontecer, voltar à rotina do dia-a-dia sem grandes diferenças e pensar que por vezes é necessário parar para pensar e recarregar as baterias para conseguir dar de novo, mesmo que existam momentos em que a vontade é abandonar barcos e recomeçar num outro ponto onde nos possamos sentir estimulados em locais onde é possível perceber que não somos somente mais um entre tantos. Preciso de receber valorização e quando a mesma não acontece, nem as simples palavras surgem, não há como seguir a dar tudo por não ser possível acreditar quando não se vê do lado de lá vontades semelhantes e um cruzamento de ideias e objetivos. 

Férias terminadas

unnamed-2.jpg

Já se passaram duas semanas perante o início das férias em terras alentejanas e hoje é dia de regressar a casa. Descansei, consegui desfrutar de bons dias de calor na piscina e em passeio e agora está na hora de regressar para mais uma temporada de trabalho e rotina diária dentro do mais do mesmo.

Os horários voltam a existir, embora mesmo em férias tenha mantido diversos hábitos que nunca vou perder, o vai e vem regressa, os rostos habituais avizinham-se e a necessidade de recomeçar após o período de férias existe para que a sociedade funcione e todos tenhamos o seu lugar definido com rotinas enquanto não nos calha na sorte aquele prémio tão desejado do grande sorteio semanal dos milhões. 

 

 

Um ano passou...

d0d452d7-1eb3-4cf7-8bb9-96e7e2173480.jpeg.jpg

 

Já lá vai um ano desde que Portugal foi obrigado ao primeiro confinamento. Ora vamos para casa, ora voltamos a ter alguma liberdade, as semanas passaram, o número de casos oscilou bastante e um ano depois, após um segundo confinamento geral, eis que estamos a desconfiar de novo.

Cansado destas paragens forçadas, o dia em que tudo parou pela primeira vez está na memória, parecendo que foi ontem mas não o foi. Parece que tudo passou tão rápido, mas no final das contas um ano com um novo estilo de vida, sem grandes liberdades, frustradas ausências e grandes pesadelos perante a permanência de um vírus tão difícil de domesticar.

A vida mudou e neste momento, em que já tenho provisoriamente o regresso ao emprego marcado, tenho a ideia de que a minha relação com o atual trabalho foi alterada nos últimos meses, não existindo a mesma força que quando o desconfinamento aconteceu o ano passado. Sei que quando voltar estarei com a dedicação de sempre, no entanto existe um mas interior, daqueles que não consigo explicar para já. 

ABBA, o regresso

35 anos após se despedirem dos palcos, os ABBA anunciam o seu regresso com dois novos temas que têm sido preparados pelos últimos meses em estúdio. 

Segundo o quarteto a vontade de regressarem surgiu de todos quando sentiram que seria divertido juntarem forças novamente após terem decidido avançar com o projeto de digressão avatar onde os ABBA andarão pelo Mundo em modo virtual em 2019 e 2020 através de uma versão Abbatars do grupo. 

Ao que tudo indica os novos dois temas da banda estão incluídos na digressão virtual que será feita, estando a estreia marcada para o final de 2018, através de um especial televisivo onde os Abbatars serão apresentados e onde os ABBA estrearão assim os seus novos temas através dos seus perfis futuristas. 

Relançamento dos Tamagotchi

tamagotchi.jpg

Os mais novos têm uma novidade pronta para experimentarem nos telemóveis dos pais que também irão reviver o sucesso de outros tempos. O regresso dos Tamagotchi já havia sido anunciado pela Bandai Namco em 2017 e agora todos já podem ter acesso às pequenas criaturas através dos sistemas operativos iOS e Android. 

Os Tamagotchi já regressaram a várias partes do planeta e Portugal já conta com as novas criaturas virtuais que irão conquistar os mais novos como uma novidade e também os mais velhos que secretamente irão cuidar dos animais de estimação dos filhos, tudo a pensar no bem-estar da «criatura animada», claro. 

Longe vai o ano de 1997 em que surgiram os primeiros Tamagotchi, em formato de ovo num porta-chaves que nos acompanhava para todo o lado. Cuidando e estimando, os seres virtuais precisavam e voltam a precisar, nesta nova versão, de serem alimentados, dos cuidados de higiene, de brincarem e de dormirem, mas desta vez e porque a sociedade vive em constante mudança, até nas redes sociais os novos Tamagotchi marcam presença. Outra das novidades deste regresso é que, ao contrário dos primórdios, as novas criaturas não morrem se estiverem vários dias sem visitas e cuidados, sendo praticamente imortais. O crescimento do Tamagotchi pessoal irá estar ao encargo do seu «padrinho», estando a pequena criatura em evolução consoante a forma como é tratada. 

Curtas e Diretas | 121 | Regresso

Acabei de regressar a casa, após quase quatro dias pelo Alentejo. Amanhã a rotina está de volta para três dias de trabalho. No meio desta mini pausa recebi nova chamada telefónica para entrevista e logo fiz as questões necessárias. Para mudar e ficar pior, prefiro continuar mais umas semanas onde estou. 

Informação necessária!

Venho por este meio informar que estou de volta à rotina, após uns dias de férias merecidas!

O bom tempo parece que veio para ficar mas infelizmente não poderei desfrutar deste sol por mais uns dias, como tal e porque assim é necessário, o trabalho espera-me a partir de hoje para somente em Setembro voltar a ter férias, sendo que dessa vez, se tudo correr como previsto, serão duas semanas seguidas!

O blog não andou ausente das vossas vidas, bem sei, mas o seu autor andou meio distante, estando agora de regresso à secretária para dia após dia publicar um texto ou outro atual, sem ter de recorrer aos agendamentos como aconteceu por vezes pela última semana!

Resurrection está de volta!

ResurrectionA série que recupera os mortos para o mundo dos vivos está de volta ao AXN. Depois de uma mini primeira temporada no início do ano com alguma imprensa e blogues especializados a darem sinais de que Resurrection tinha sido cancelada, eis que acabo de perceber que esta segunda-feira, 20 de Outubro, o AXN estreia a segunda temporada desta produção internacional que me conquistou, quase num simultâneo mundial!

Na altura em que o final pelo oitavo episódio aconteceu muita coisa ficou por desvendar, com várias histórias pendentes, ficando-se mesmo com a ideia de que a série tinha sido cancelada. Afinal de contas a continuação acontece e até já tem hora marcada para regressar. Pelas 23h10 o AXN estreia assim a nova fornada de episódios da série onde os morados de Arcadia são surpreendidos com o aparecimento dos seus ente queridos já desaparecidos há algum tempo. 

Qual a explicação para este regresso dos mortos ao mundo dos vivos? Ainda para mais repleto de tanto mistério e com tantas histórias a cruzarem-se entre o passado e o presente, onde os sempre vivos vêem as suas vidas levarem a transformação que os ressuscitados lhes causam!

Ansioso pelo regresso de Resurrection, uma das séries que mais me conquistou pelos últimos tempos!

De regresso ao trabalho!

Ir de férias tem destas coisas, elas aparecem mas passam de forma tão rápida que hoje já estou de regresso ao local onde tenho passado a maior parte dos dias ao longo dos últimos sete anos. Se apetecia voltar? Nada de nada!

Vou entrar ao serviço com uma vontade danada que nem sei explicar! Duas semanas de férias, sem pensar no que deixei por fazer ou que poderá estar agora à minha espera, e agora volto sem animo algum para pegar e continuar a luta laboral.

Volto local do costume, com as pessoas habituais e a pensar que Outubro tem que chegar rapidamente para poder voltar a estar fora por mais uns bons dias seguidos porque neste momento sentir-me fechado num sítio onde não estou completamente bem não me ajuda a sentir concretizado!

A vida não pode ser feita a pensar no trabalho mas sim nas coisas boas que estão disponíveis por aí para serem desfrutadas! É certo que sem trabalho e por conseguinte um ordenado, nada ou muito pouco pode ser feito, no entanto existem empregos que conseguem dar uma outra alegria e bem estar a quem os possui!