Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Bom Domingo!

domingo.jpg

Acordar e deixar ficar a desfrutar da almofada por uns momentos até que o corpo se sinta capacitado para tomar alento e iniciar bem devagar o dia de Domingo. Fazer a primeira higiene do dia, preparar um requintado pequeno almoço para ser tomado ao sol matinal que se faz sentir na varanda, aproveitar o momento posterior para ler um pouco começando o dia de pausa com calma, sem horários e pressas. 

Todo este início de Domingo poderia acontecer, não fosse hoje dia de trabalho, já estar acordado há algum tempo porque tenho um despertador interno que não me deixa dormir até mais tarde, já tomei um rápido pequeno almoço e agora estou aqui, a escrever para logo publicar esta tua leitura, pensando que daqui a pouco é tempo de ir ao banho, aprumar a vestimenta e cuidar do corpo para me colocar a andar logo após o almoço antecipado para entrar em funções no preciso horário em que a maioria das famílias portuguesas se senta em torno da mesa a desfrutar da refeição dominical com pompa e circunstância, dentro ou fora de portas. 

Atitudes geram consequências

consequência.jpg

Ao longo da vida fui percebendo que tenho um feitio de merda e quem me conhece sabe que nem sempre sou uma pessoa fácil de lidar. Quando tudo está bem é perfeito, agora quando começo a ficar com os azeites fervidos a pessoa que deixo que os outros conheçam começa a alterar a forma de ligação e por vezes o bem acaba por se transformar na impaciência e na resposta desagradável acaba por sair mais facilmente. 

No momento em que começo a perceber que os atos e comportamentos de outros não vão de acordo ao que acho correto e aceitável para com todo um ciclo os meus pensamentos são alterados e de forma quase inconscientes dou por mim a alterar o modo de reação para com essas mesmas atitudes. Vejo e ataco, perco a paciência mais facilmente e da pessoa simpática e disponível início o processo de deixar para trás, ignorando e acabando, sem por vezes querer, mas tendo consciência que o faço, por chocar de frente com atitudes que não aceito para comigo e com os outros a que quero bem. 

Responsabilidade futura

Sucesso

Ao longo do percurso de vida a maturidade e os conhecimentos vão sendo pontos base para se ganharem e ultrapassarem certos graus de responsabilidade nos mais diversos campos pessoais e profissionais. Cada um tem com a sua experiência a responsabilidade para conseguir tomar decisões através do poder de escolha e a partir do momento em que é necessário fazer opções de vida, escolhendo caminhos, optando por seguir determinados percursos que nem sempre se revelam nas melhores escolhas.

Quem nunca achou estar a tomar a decisão mais correta e perceber depois que a colheita afinal acabou por não dar nem metade do que havia sido objetivado? Escolhas responsáveis, sujeitas a adversidades, mas acima de tudo sabendo que na vida tudo se pode voltar a reconstruir porque nem sempre o começar de novo é sinónimo de derrota, desde que exista um projeto criado com responsabilidade e com a ideia de que tudo está a ser feito para correr pelo melhor.

 

 

Caminhos

unnamed.jpg

 

Cada caminho é feito para ser seguido, aproveitando cada passo e procurando conhecer o que se espera pela frente, onde não só de retas se fazem os trajetos. Curvas e cruzamentos aguardam para se atravessarem pela caminhada a qualquer momento, deixando por vezes a linha primeiramente preparada a balançar e outras vezes, em situações mais complicadas, baralhada perante o caminho a seguir entre várias opções possíveis perante o dilema que está a ser colocado quando se fica perante uma simples escolha entre a direita, a esquerda ou mesmo a frente, qual a melhor opção, sem que por vezes se consiga perceber o que estará em cada qual mais para a frente?

Caminhar e acreditar, sentir, inspecionar e perceber que opção tomar, mesmo que por vezes seja necessário voltar um pouco atrás para seguir o que antes tinha sido o rejeitado. Cada escolha tem de valer por si, por vezes é possível voltar atrás e remediar situações, por outras é seguir em frente, dando o salto pelo troncos caídos pela estrada para ultrapassar barreiras naturais que em certos sentidos só ajudam a fortalecer a capacidade de cada um para perceber como agir numa futura decisão sobre que caminho enfrentar quando as dúvidas surgirem num novo desafio do par ou ímpar. 

Sofrem as redes sociais

redes sociais.jpg

 

Meses de pandemia com várias semanas de quase isolamento e em que as redes sociais ajudaram um pouco a compensar a distância e ausência. No entanto com o tempo a passar e com a saturação desta nova vida, ao mesmo tempo que a habituação acontece, as redes sociais acabam por causar algum cansaço e hoje, talvez devido aos estados constantes de confinamento sem poder usufruir daquela liberdade que tanta falta faz, a partilha acontece de forma mais espaçada e em relação ao Instagram, rede que mais utilizo, as ideias para a criação de novas imagens têm vindo a diminuir de forma um pouco estranha a par da vontade para perder uns minutos a pensar no que posso elaborar de novo sem perder a essência do que tenho feito ao longo do tempo. 

Sou defensor que existem coisas que a serem feitas têm de surgir de livre vontade e de modo espontâneo e neste momento não me deparo com essa situação, sentindo que vou muito ao sabor da maré por não existir capacidade criativa e motivação para fazer mais e melhor. Vejo que este estado de maior enclausuramento me tem tirado alguma inspiração para me conseguir dedicar a pontos dos quais gosto, seguindo agora muito uma rotina diária sem fugir de controlo e sem me lembrar que num instante rápido posso fazer o que sempre gostei para voltar a retomar de forma mais constante a ligação pelas redes sociais. 

Necessidades

visão-do-futuro-1024x538.jpg

 

Reage às necessidades do dia-a-dia e não te deixes ficar em espera porque nada acontece por acaso.

Se precisas luta. 

Se sentes segue em frente.

Se procuras não deixes de pesquisar.

Se insistires irás obter reais resultados.

Se...

Se...

Se...

Não deixes que cada indecisão te faça desistir do que sentes ser como um bem necessário para um futuro positivo, de bem com a vida e principalmente por entenderes que chegaste a um ponto em que olhando para trás percebes que toda a batalha travada serviu para atingir um fim que seria necessário para recolher os louros de cada momento menos bom para atingir o objetivo.

Acreditar

IMG_9014.jpg

 

Utiliza a capacidade de acreditar, vivendo cada momento como se fosse mais um passo de crescimento pessoal, persistindo para com cada sonho, sem desistir do presente e do que se pretende para o que está para vir.

Acreditar, não deixar que nada te apague nem te deixe para trás como um memória boa e inacabada de quem idealizou mas não formulou corretamente. O essencial em todos e quaisquer momentos é a perceção de cada capacidade individual de fazer e ser melhor para seguir em frente e conseguir triunfar para a etapa seguinte com forças individuais para que se cresça e consiga perceber que está na acreditação o poder de melhorar cada caminhada que nunca é feita de forma isolada mas deve estar assente na verdade sem recorrer a espaços ocos que podem gerar quedas repentinas.

Momentos de pausa

pausa.jpg

 

A necessidade de existir é uma constante, no entanto nem sempre corpo e mente estão em sintonia para arrancarem numa atividade constante, como tal e porque a existência implica o recarregar de energias ao longo do dia, as paragens momentâneas têm de existir perante o pretexto de não fazer nada para se conseguir seguir em frente logo depois. 

Em momentos do dia a necessidade física e psicológica tem de ser reforçada com pequenas pausas em silêncio e num recanto para que nada seja feito de forma corrida, sem reflexão e ambição. Sempre devemos criar aqueles momentos de silêncio em determinadas horas do dia, sendo como uma paragem para nos alimentarmos, tal qual o cérebro necessita para voltar a recuperar as forças para se rentabilizar ao longo das horas em que estamos acordados. 

Restabelecendo energias a bem da nossa saúde e para o bem-estar para com os outros é fundamental numa vida social corrida, onde convivemos e sentimos a necessidade de dar e receber o melhor de cada um, como tal viver em constante corrida, sem pausas e dias de descanso não transmite nada de bom para quem se quer manter pela tona das águas profundas para as quais os oceanos por vezes nos tentem puxar. 

Caminhos positivos

o-autoconhecimento-pode-ser-sinonimo-de-felicidade

 

Sorriso no rosto, um ligeiro toque de boa disposição, pensamento positivo e aquela nuvem de positividade para iniciar cada dia em bom. Mesmo que o Mundo pareça desabar à nossa volta, o fundamental é vergar o que nos possa afetar negativamente e dar a volta com aquele esforço de mostrar que está tudo bem para que nos possamos auto elogiar quando tudo parece esmorecer. 

Nem tudo acontece como e quando desejamos, nem todos os sonhos são realizáveis, nem tudo está nas nossas mãos para se puder agir, nem tudo aparece como idealizamos, mas tudo pode ter uma definição, uma razão para existir a necessidade de lutar mais um pouco por aquele lugar, pelo sonho e pelo objetivo que parecia tão fácil e tarda em chegar. Nem tudo flui, nem tudo é fácil, mas quase tudo tem uma solução na vida e a necessidade de sempre acreditar que se consegue dar a volta é um dos pontos fundamentais de cada existência.