Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

ebooks-billboard

Refeições controladas

"Não comas isto, não comas aquilo, atenção que isso te pode fazer mal." Oh senhores, deixem de se meter no que uns e outros comem e olhem primeiro para os vossos pratos. O que mais odeio é estar a comer e perceber que estão a olhar para o meu prato e para o que tiro das travessas. Como o que quero e bem me apetece e sei o que me pode fazer mal ou bem, não precisando que estejam a controlar as minhas refeições como se estivessem na disposição de serem nutricionistas de bancada. (  (...)

Telemóvel na mesa... Não e Não!

  Fui habituado e sempre defendi ao longo da vida que quando estamos à mesa para comer sozinhos podemos ficar agarrados ao telemóvel, mas o mesmo não pode acontecer quando existe companhia, seja dos companheiros, família ou amigos. Na mesa, em momentos de refeição e possível convívio, deixem o telemóvel de fora e aproveitem cada momento.  Convivam com quem está ao vosso lado, existindo tempo para o online quando estão no vosso canto, sozinhos e em modo offline da (...)

Sabores da vida

  Ao longo da vida vai sendo normal criar uma certa ligação com certos sabores que por vezes chegam, permanecem e ficam somente na memória. Sabores que marcam e que ficam, mesmo que sejam procurados ao longo dos tempos e jamais encontrados.  Lembro tão bem o sabor de um iogurte de baunilha que comia em criança e que desapareceu do mercado, sendo substituído por outras gamas da mesma marca. Ao longo dos tempos, já décadas, aquele sabor a baunilha sempre permaneceu, já comprei (...)

Rapidez ao pequeno-almoço

Sim, eu sei! Sim, tenho plena consciência que estou errado! E sim eu sei que estou a confessar junto de todos que tomo um rápido e fraco pequeno-almoço mas não dá para mais! Os primeiros minutos do dia são complicados por estes lados! Tento acordar um pouco antes da hora necessária para fazer tudo descansado e com calma, mas no que toca ao pequeno-almoço sou um pouco fraco. Não consigo pensar em preparar alguma coisa mais demorada para me sentar a comer. Vejo muito boa gente a (...)

Curtas e Diretas #92

A empresa responsável pelo meu cartão de refeição tem um nome tão original que dá para fazer tantas piadas como aquela que te acabou mesmo agora de te passar pela cabeça. Vá, agora partilha em comentário, pode até ser de forma anónima, o que te passou pela mente quando leste SODEXO! ( Ver mais... )

Refeições de moleza

As recordações de infância são sempre uma mistura de bons e maus momentos da altura que se refletem em boas ideias sobre o que nos foi acontecendo. Na verdade percebo aos trinta que tive uma infância feliz, com pais que me amam, com uma família que sempre me deu mimo e com uma curiosidade e rebeldia de criança que em casa era uma coisa e na rua perante a sociedade era outra.  Hoje apetece-me comentar o facto de ser um autêntico caracol no que toca a refeições. Lembro-me tão (...)

Cartão de Refeição = Problema

Pela primeira vez recebo o subsídio de refeição através de cartão, mas esta primeira vez em algo não está a correr assim tão bem como esperado. Aparentemente o valor devido foi colocado no cartão no dia 1, tendo-me sido entregue o dito cartão no dia 2. Rapidamente fiz a adesão online para ter a aplicação e poder controlar o valor ao longo do mês, mas espantem-se... O dinheiro ainda lá não estava no dia 2! Dizem que é porque aquela empresa de cartões não atualiza o saldo (...)

Lavar a louça dá saúde!

Eu bem sabia que tinha de existir um bom motivo por detrás do gosto que tenho em lavar a louça depois da refeição! Um estudo divulgado pela Universidade Umea, na Suécia, mostra que lavar a louça, passar a ferro e arrumar a cama ajuda a não ter tantos problemas de saúde! Segundo o estudo que acompanhou 723 pessoas ao longo de 26 anos, a ansiedade, o nervosismo e os problemas de concentração são apaziguados por deixar a preguiça de lado e colocar as lides domésticas em (...)

Adoro açorda

É uma verdade! Existem muitos pratos bem portugueses de que eu adoro, mas açorda é açorda e eu adoro! Pois é verdade, aqui por casa, todos os meses peço para que num dos meus dias de folga seja presenteado com este prato antigo e que eu como até mais não. Eu já sou pessoa de alimento, mas quando a refeição é açorda e então feita pela minha mãe, consigo repetir duas e três vezes e ter sempre o prato cheio para logo ficar vazio.  Por aqui a açorda costuma ser acompanhada (...)