Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

11
Nov20

Leopoldina e Popota cantam juntas

Leopoldina-Popota-3.jpg

 

Em 1992 conhecemos a Leopoldina e uns anos depois surgiu a Popota que veio abalar o reinado da primeira com as suas grandes atuações pelos palcos natalícios. Agora, em 2020, num ano socialmente complicado e em que o Continente celebra os seis 35 anos, eis que o grupo Sonae decidiu juntar as duas bombas animadas do grupo para relembrar o tema O Mundo Encantado dos Brinquedos num Natal que será diferente para todos e que se quer assim especial. 

A Popota pede um desejo para este Natal, o de dividir o palco com a Leopoldina e o seu sonho acaba por se tornar realidade numa grande arena recheada de público em êxtase total por esta dupla de sucesso estar junta pela primeira vez. Assim começa a aventura do Natal de 2020 desta grandes divas do Continente em mais uma campanha natalícia.

O vídeo começou a passar na televisão e também com anúncios pela imprensa e rádio e logo as várias gerações começaram a reagir pelas redes sociais ao mesmo, chegando ao ponto de acreditarem que a equipa criativa foi buscar inspiração ao sucesso de Cristina Ferreira e Teresa Guilherme para formarem respetivamente estes novos modelos da Leopoldina e Popota. Será que existirá mesmo uma Leopoldina Ferreira e uma Popota Guilherme nestas figuras natalícias que se estreiam pela primeira vez como dupla pelos palcos de todas as televisões nacionais? 

27
Mar20

Ser Cromo em tempos de Coronavírus

Vídeo da Caderneta de Cromos

nuno markl.jpg

 

Nuno Markl transformou o seu espaço celebrativo dos 10 anos da Caderneta de Cromos, na Rádio Comercial, para dar um recado sobre o estado lamentável com que os portugueses reagiram nos primeiros dias ao Covid19 no nosso país.

Sei que já venho tarde e que até já toquei em alguns dos temas comentados por Markl, como foi o caso da loucura para com o papel higiénico, mas e porque são estes testemunhos de pessoas com voz na sociedade que podem fazer alguma diferença junto dos outros, resolvi partilhar este episódio onde se fica a saber o que é Ser Cromo.

20
Out19

Insegurança animada

insegurança.jpg

 

Ouvir podcast e rádio também nos vai dando umas boas dicas sobre pensamentos que nos servem ao mesmo tempo para escrever um pouco sobre essas teorias. Falavam há dias atrás num ponto, que após refletir um pouco, não sendo preciso muito até, percebi que faz todo o sentido e até no meu próprio caso.

O tema ia de encontro a algo como «pessoas engraçadas e animadas para fugirem à insegurança», e não é que isto acontece mesmo? Por vezes e sinto que já melhorei bastante, a fragilidade com que me sinto em determinados momentos em que sei que consigo mas tenho receio de avançar só porque um ponto pode falhar faz-me contornar a situação com um humor que nem todos têm o privilégio de conhecer da minha pessoa. Acho que sou educadamente chato e melga quando me sinto completamente à vontade mas também percebo que por vezes uso esse facto para contornar situações que me possam deixar de pé atrás. Preciso de usar a minha parte animada e de bem com a vida, mesmo que esta seja disfarçada, para me valorizar ou somente para disfarçar que posso estar errado em determinado pensamento.

Quando sei que sou bom no que faço e avanço mas nem sempre tomo aquela seriedade, deixando sempre um espaço de manobra porque se correr mal é em modo engraçado que tento dar a volta. Será que não tenho segurança nos meus atos, em mim? Há uns anos não tinha, hoje sei em que ponto posso ser mais e menos valorizado e sinto-me bem com isso, mas mesmo assim percebo que continuo a ter uma certa graça que tenho de deixar de lado para deixar a insegurança para trás. Um facto é real, faço bem o que faço porque exijo isso mas ao mesmo tempo a forma como sei contornar situações continua a ter o seu ponto de graçola presente, não sendo forçado mas como algo natural quando sei que isso até funciona com quem está ao meu redor.

27
Jul19

Proteção Civil inflamada com as golas

gola aldeia segura kit.jpg

 

A proteção civil gastou mais de 125 mil euros em 70 mil golas que foram inseridas nos kits de emergência, que custaram 328 mil euros e que têm sido distribuídos pelas Aldeias Seguras desde 2018. Agora que se percebeu que as ditas golas são feitas de poliéster, material facilmente inflamável e que aquece, estando contra o desejado neste caso, eis que a Proteção Civil revela que estes kits «não assumem características de equipamento de proteção individual, e muito menos de combate a incêndios», sendo somente um kit para merchandising e divulgação, ou seja, tudo foi feito para informar e sensibilizar sobre como as populações devem agir em caso de emergência, gastando dinheiro em material que não serve de muito e que vai até contra as regras. 

Os kits que foram distribuidos ao abrigo do programa Aldeia Segura - Pessoas Seguras contém além das golas, um apito, lanterna, rádio, colete refletor, também feito em poliéster, máscara e a informação do que é necessário juntar, como é o caso do estojo de primeiros socorros, medicação habitual, água e comida não perecível, produtos de higiene pessoal, uma muda de roupa, dinheiro e a lista de contactos de familiares e amigos mais próximos. 

Incentivando a consciência coletiva, sensibilizando a população para a adoção de práticas que minimizem o risco de incêndio, o programa Aldeia Segura - Pessoas Seguras foi elaborado com base em salvaguardar os estragos feitos no passado, no entanto agora admitem que os kits distribuídos são somente figurativos e não para uso real se existirem situações em que é necessário agir. 

26
Fev19

Alternativa na Antena 3

antena 3.png

Nos últimos dias tenho vindo a descobrir um pouco mais a Antena 3 ao longo das viagens de carro e só posso dizer que ando a perceber que me identifico bastante com esta rádio que tem estado ao longo dos anos deixada de lado em detrimento da concorrência mais conhecida e que a maioria sintoniza. Isto é o típico seguir as massas e não procurar o que é bom!

As Manhãs da 3 com Ana Markl, Luís Oliveira e Inês Lopes Gonçalves que em televisão não gosto assim tanto mas que em rádio até consegue conquistar, falando de Música com Pés e Cabeça com Rui Vargas e ouvindo o Domínio Público com Daniel Belo, Mariana Oliveira ou Vanessa Augusto, estes são somente três dos programas que já me conquistaram. Isto para também poder falar das várias rubricas que vão passando ao longo da emissão, como é o caso de Com a Verdade me Enganas, com os protagonistas de As Manhãs da 3. O Aleixo Fm e o Por Falar Noutra Coisa, também conhecido blogger e influenciador, são também espaços que vão passando de boa disposição e critica social que entretém e fazem soltar algumas gargalhadas enquanto deambulamos por ai. Os outros programas e espaços ainda os estou a descobrir porque nem sempre consigo apanhar o que para mim é uma novidade nos horários em que tenho a companhia do sistema de som.

Quem não ouve Antena 3 faça o seu teste e numa viagem assim maior, como me aconteceu, deixem-se acompanhar pelas vozes e sons desta rádio do universo dos canais públicos e depois vejamos se não ficam também atraídos pela boa disposição e sentido de informação de Ana Markl, Fernando Alvim e companhia.