Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

univseritarios-billboard

Vencedores de Aladino [30-10-2016]

Publicado por O Informador, 29.10.16

aladino.jpg

bYfurcação Teatro apresenta Aladino, um novo espetáculo a decorrer todos os Sábados e Domingos, pelas 16h e 11h, respetivamente, no Auditório das Cavalariças da Quinta da Regaleira, em Sintra. O Informador que tem estado do lado desta produtora que inova e usufrui de espaços reais e históricos para levar até ao público os seus espetáculos e idealizações, lançou o convite aos leitores do blog para que assistam a esta peça. Convite feito e dois bilhetes em jogo para quem teve a sorte de ser o sorteado através do sistema random.org. 

Bilhetes para Aladino [30-10-2016]

Publicado por O Informador, 27.10.16

Aladino.png

A Quinta da Regaleira recebe uma vez mais um novo espetáculo da bYfurcação Teatro e desta vez é a história de Aladino que convida miúdos e graúdos a visitar o espaço mágico situado em Sintra aos Sábados pelas 16h e aos Domingos pelas 11h de 29 de Outubro a 19 de Março.

Com a qualidade que a produtora tem vindo a habitar o público, em Aladino os atores Gonçalo Lima, Isabel Guerreiro e Tiago Peralta, nomes já conhecidos para quem tem vindo a seguir o trabalho desenvolvido pela bYfurcação Teatro, dão vida a personagens que vivem na imaginação de todos nós e com eles todos podem partir à aventura ao longo de cada sessão. 

Convido-vos a lerem o que se segue porque dois convites individuais estão prontos na lâmpada mágica para ficarem registados em vosso nome já para o próximo Domingo, 30. Preparados para esta aventura dos desejos?!

Pedro e Inês

Publicado por O Informador, 17.08.14

Pedro e InêsA Quinta da Regaleira recebe nos serões de Sexta e Sábado o espetáculo Pedro e Inês, inspirado numa das histórias de amor mais dramáticas do nosso país. Eu já assisti e posso dizer que fiquei com uma opinião onde o meio termo fez-se sentir!

Aliando a paixão trágica, onde o ódio e os interesses foram sentidos, com um dos lugares mais românticos de Portugal, a quinta de Sintra transforma-se nas sessões de Pedro e Inês num lugar ainda mais mágico e misterioso, no entanto algo falha neste espetáculo. Tendo um início pela cafetaria do local e convidando o público a seguir as personagens através de vários momentos de pausas que conduzem até ao palco central, nesta produção da byfurcação tenho que aplaudir a ideia, mas também tenho que criticar a forma como a apaixonante história de amor é contada.

De um momento para o outro estamos a passear pelos corredores dos jardins da Quinta da Regaleira com velas na mão para iluminar o percurso ao longo das primeiras cenas. E logo aí me comecei a perder na história! Tão depressa estava perante personagens vivas a contarem que irão morrer, como logo depois já as mesmas estão a relatar como foram mortas. Até aqui tudo parece normal, o pior é mesmo o facto das entradas e saídas em cena mostrarem que os mortos voltam a estar vivos para contarem novos pormenores e logo de seguida voltam a falecer. Senti-me completamente perdido no guião, ficando durante vários momentos sem perceber a que estado da história de Pedro e Inês estava a assistir.

O local foi bem escolhido, tal como a ideia do passeio pela Quinta, mas depois o guião falhou por se centrar em demasia no estado final de Inês e no sofrimento de Pedro, e com tantos avanços e retrocessos consegue-se perder por completo o fio condutor!

Com os meios e a inspiração perfeita, a história de amor de Pedro e Inês podia ter sido recontada de uma melhor forma! Mas fica para a próxima!