Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

Perfume de Natal

23
Dez17

O Natal também é sinónimo de novos perfumes a chegarem ao mercado que das antiguidades que viram clássicos às últimas novidades revitaliza-se para que ano após ano os presentes perfumados que trocamos uns com os outros possam seguir a linha de «mais do mesmo» porque segue o gosto do presenteado ou então arriscar com uma novidade, acabada de lançar no mercado e que poderá fazer êxito. 

Quem não gosta de receber um bom perfume, daqueles que ao passar deixam rasto, fazendo algumas vezes alguém olhar para trás e existir até a tentação de questionar sobre a marca ou o nome da fragrância que está a ser utilizada? 

Bombons para o Natal

21
Dez17

Quem não gosta de receber bombons no Natal? Acho que nem faz sentido não existir uma caixa destes pequenos chocolates, com e sem recheio, no sapatinho, para que antes e após a noite mágica fiquem espalhados pelas mesas e pelas bomboneiras em espera de que uma boca mais gulosa lhes diga «olá» e «boa viagem».

Pois é, os bombons são sempre daqueles pormenores que a solo ou como acompanhamento de outro presente podem sempre aparecer porque são totalmente bem-vindos, para quem não se encontra de dieta, claro. Digo isto porque existe também quem não goste nada de receber ou ver doces por perto no Natal porque tudo é visto como uma provocação para com o regime que se tende em manter e que os outros ousam tentar para que se caia na tentação açucarada.

Cá para mim, que não sou de dietas nem ainda tenho motivos para tal, podem vir bombons e mais bombons que a malta agradece. Adoro chocolate e se existem temporadas em que me deixo ressacar e nem me lembro que o cacau existe, noutras o vício regressa quase diariamente. 

A falta das Meias

29
Dez16

O Natal já lá vai e acabo de me lembrar de uma coisa! Há uns anos, talvez uns quatro ou cinco, que deixei de receber roupa interior como presente. É verdade, isso aconteceu mesmo!

As prendas começaram a mudar e as meias e boxers deixaram aos poucos de aparecer no interior de embrulhos mal amanhados. Qual o motivo disto acontecer? Eu sei! Eu sei! É que os presenteadores deste estilo de ofertas foram falecendo e as gerações mais novas souberam aos poucos não seguir o caminho que vinha a ser feito! 

Embrulhar presentes? Um terror!

14
Dez16

Dia de compras, passar num supermercado, daqueles que pertencem a um grande grupo e em que somos convidados a embrulhar os presentes logo nas mesas espalhadas perto das caixas com papel de embrulho, fita cola, laços e tesoura disponíveis para o efeito. E agora entro eu, aquele ser que em casa e com papel decente ainda consegue fazer uns embrulhos jeitosos, mas publicamente tudo fica tão horripilante que mais parece que o presente se encontra dentro de um qualquer rascunho encontrado pelo lixo.

Confesso que não gosto de embrulhar presentes, sendo muito mais fácil arranjar um saco de papel todo catita, enfiar lá a mercadoria, agrafar ou colar e siga para bingo. Mas por vezes, principalmente para as crianças, lá me meto nas aventuras com os rolos de papel lindinho, cheio de cores e bonecada. Nos supermercados vou tentar, desde que não me lembre que as coisas, principalmente quando as caixas não são direitas, nunca correm bem. Corto o papel mais ou menos à medida, colo de um lado, corto do outro e quando se está quase a finalizar e a fazer a última dobra para colocar fita cola o que acontece? O papel é tão bom, mas tão bom mesmo, que um dos cantos rasga e lá fica o buraco. Vamos recomeçar de novo? Bora! Voltamos a repetir e as coisas parecem estar bem, só que ao chegar a casa percebe-se de novo que aquele papel amarelo de oferta com hipopótamos pendurados não vale nada. A opção? Desembrulhar e arranjar tudo de novo com algo decente.

Presente para o Papá!

17
Jul16

O meu pai fará aniversário daqui a uns dias, como tal e porque sempre se torna complicado lhe arranjar um presente físico porque sou esquisito até mais não, peço-vos umas sugestões para me libertarem de horas em lojas e centros comerciais em busca daquela prenda que me diga algo e que ele possa gostar!

Aceito sugestões desde já!

Obrigadíssimo a todos os que deixarem o seu comentário sugestivo! 

Presentes complicados!

23
Dez14

Como é complicado encontrar o presente ideal para uma criança que aceita tudo mas que nós, os adultos, achamos que a maioria dos brinquedos, roupas e acessórios não são bem a sua cara! Quando chega o momento das compras para a criançada da família e amigos existe sempre o dilema sobre o que oferecer! Passo horas a pensar, outras tantas pelos centros comerciais e supermercados e geralmente não aparece qualquer luz sobre o que seria o presente ideal naquela altura do campeonato! Se é uma menina só consigo encontrar algo de jeito para rapazes! Se acontece o presente ser para um menino só as raparigas parecem ter as escolhas ideias pelas lojas! Que coisa complicada, a compra dos presentes para crianças!

Sou sempre atrapalhado na hora de escolher algo para oferecer a alguém, quer seja aos adultos ou aos mais pequenos, mas neste campo parece que as escolhas tornam-se mais complicadas! Olho e revejo tudo e parece não existir o artigo ideal, aquele que me encha o olho e que pode fazer magia em quem o irá receber passados uns dias! Vejo milhares de coisas, penso e esqueço-me no que durante o ano me fui lembrando que poderia oferecer a determinada pessoa na altura certa!

Um presente é sempre algo pessoal e que tem de ser escolhido consoante os gostos de quem o dá e recebe! Pensar que irei comprar algo de que não gosto ou oferecer uma coisa que aprecie e pensar que não vai ser do agrado da outra parte não faz parte da minha forma de pensar em ofertas! Para mim oferecer tem de fazer sentido para as duas partes e é por isso que sou tão complicado em elaborar no pensamento o que irei ter no dia das oferendas porque nada me agrada e quando posso apreciar penso que quem irá receber as felicitações pode não ficar totalmente feliz com o que lhe calhou na rifa!

Um presente é sempre algo que tem de ser escolhido a dedo e sou tão mau a fazer as escolhas certas de forma repentina! Comprar presentes é algo que gosto de fazer com tempo para poder ver, pensar, rever e voltar a pensar, andar para a frente e para trás e finalmente cruzar-me com o que vejo ser o presente ideal, aquele a que foi complicado chegar!