Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

25
Ago18

Exclusivo | Baião com Cristina nas manhãs da SIC

| O Informador

joão baião.jpg

Nos últimos dias a bomba televisiva foi lançada com a transferência de Cristina Ferreira da TVI para a SIC. Agora e numa informação exclusiva que me foi dada e de fonte bem próxima do apresentador, posso revelar que a apresentadora não estará sozinha na condução do novo programa das manhãs da estação de Carnaxide. João Baião, que mantém o seu vínculo contratual com a SIC e que estando no ar ou não está a ganhar, irá juntar-se a Cristina na nova aposta do canal agora dirigido por Daniel Oliveira. 

Nos corredores do canal a informação sobre esta junção de Cristina com João já é sabida, não estando ainda certo quando o novo programa estreará, tudo apontando para o início de Janeiro. Para já o que é real é que os apresentadores estão escolhidos e João mantém-se assim como uma aposta no entretenimento do canal, juntando-se à antiga parceira televisiva de Manuel Luís Goucha para lhe fazerem frente. 

Lembro que João Baião regressou à SIC em 2014, após uma passagem pela RTP, tendo apresentado ao longo dos últimos quatro anos o programa Sabadabadão, ao lado de Júlia Pinheiro, Portugal em Festa com Merche Romero, Rita Ferro Rodrigues e Catarina Morazzo, sendo ao mesmo tempo aposta nas tardes semanais em Grande Tarde com Andreia Rodrigues e mais recentemente Juntos à Tarde ao lado de Rita Ferro Rodrigues. Estes formatos não conseguiram atingir a liderança nas audiências e acabaram por ser cancelados devido aos maus resultados obtidos enquanto estiveram em antena. Agora Baião voltará a ser aposta mas nas manhãs ao lado de Cristina Ferreira num tudo por tudo perante um horário há anos perdido para a TVI. 

13
Jul14

Flop Baião

| O Informador

Há uns meses atrás a imprensa começou a noticiar que a direcção da SIC estava em negociações com João Baião para o apresentador da extinta Praça da Alegria, da RTP, voltar a ser um dos rostos do canal onde apresentou o Big Show, seu maior sucesso. Agora e passados os primeiros desafios junto do público, pode-se dizer que as apostas para as quais Júlia Pinheiro e companhia queriam Baião revelam que a sua contratação foi mais um tiro no pé para o canal.

Começando por Sabadabadão, o programa dos serões de Sábado onde João Baião partilha a apresentação com Júlia Pinheiro, pode-se logo começar a adivinhar que algo de mau já deve ter passado pela cabeça de alguém sobre esta contratação supostamente de peso e bons resultados. O programa estreou a perder para a concorrência e desde aí que tem visto os seus valores a caírem ainda mais!

O programa da noite de Sábado está morto e não consegue ressuscitar! Existe formatos que conseguem equilibrar-se quando começam a meio gás e surpreender, o pior é que este começou logo sem respiração suficiente e além de perder para a concorrente direta, leia-se TVI, também já leva tareia da RTP. O que fazer com Sabadabadão? Terminar o programa o mais rapidamente possível porque além de não estar a resultar só anda a prejudicar o canal com as suas médias diárias!

Se ao Sábado corria mal, pela SIC acharam que seria Baião a salvar as tardes de Domingo com o Portugal em Festa! Então o que foi feito? Tiraram a dupla Rita Ferro Rodrigues e José Figueiras que andava a fazer metade do valor que o Somos Portugal tem feito desde que começou e colocaram a nova contratação da estação ao lado de Merche Romero a passear pelo país com a caravana do canal. O que está a acontecer? A nova dupla além de não conseguir subir os valores para se mostrar ser uma forte concorrência ao formato líder no horário, ainda está a conseguir fazer baixar o que já ia mal!

Dois programas, dois horários diferentes e em dias distintos onde João Baião perde à grande para o que passa pelos canais do lado, não conseguindo mostrar ter o público do seu lado quando está a apresentar o seu Sabadabadão e o Portugal em Festa. E agora? Baião foi contratado por seis anos com o estatuto de estrela, tal como Júlia Pinheiro o foi há três anos atrás! A directora de conteúdos da SIC vê agora a sua história ser repetida pelo amigo e ambos conseguem ser apostas negras do canal pelo qual dão a cara!

Um Flop Baião foi o que a SIC roubou à RTP sem perceber que o público do canal quer programas diferentes dos da concorrência e não cópias descaradas do que é bem feito para os telespetadores que optam pela TVI.

17
Fev14

As críticas ao Somos Portugal

| O Informador

A TVI começou há quase dois anos a transmitir aos Domingos o programa Somos Portugal, tendo rapidamente conseguido alcançar a liderança nas tardes da televisão generalista nacional, fazendo até com que a RTP cria-se um programa semelhante para o Sábado e a SIC ataca-se também com uma cópia imperfeita como concorrência direta ao formato do canal de Queluz. Desde o arranque do Somos Portugal que muitas criticas pelas redes sociais e fóruns têm surgido acerca do mesmo ser opção por parte da direcção do canal por ter sido retirado do ar o cinema que transmitia para colocar festas pimba. A questão que lanço aqui é... Se este produto é líder e quem gosta de bons filmes e séries opta pelos canais de cabo, qual a razão de tanta crítica a um formato vencedor?

O Somos Portugal é líder absoluto, sem oscilações e sem concorrência à altura desde as primeiras emissões, tornou-se um produto bem rentável no que toca aos valores que o canal alcança também a nível financeiro pelos valores avultados que as chamadas de participação no passatempo lhe dão, relançou novos rostos na apresentação que agora são acarinhados pelo público, tem apoiado a música nacional. Então o que fazer? Quando um formato não resulta mais cedo ou mais tarde o mesmo é retirado da grelha do canal onde é aposta, mas se isto é sucesso, já se tornou num hábito do público, soma bons resultados dentro e fora do ecrã, então qual a razão que levaria a optarem por o tirarem do ar para recolarem cinema que muitas vezes perdia audiências para os outros canais e que não lhes dava assim tanto lucro directo? Nenhuma mesmo!

O Somos Portugal começou bem, continua bem e pelo que sei tem estadia marcada nas tardes dominicais da TVI até pelo menos ao final de 2015, como tal, não vale a pena continuarem a criticar por este programa ser uma má aposta porque o mesmo irá continuar no ar e enquanto for líder e rentável não sairá tão cedo de antena nem mudará o estilo com que habitou os seus espetadores ao longo dos dois anos de emissões. Quem quer ver outras coisas tem os canais alternativos, a internet cada vez mais competitiva para com a caixinha mágica, bons livros para ler e mil e uma coisas para fazer!

O Somos Portugal é o programa do povo e tem sido isso que lhe tem garantido o sucesso, confirmando a ideia que defendo sobre o motivo que leva muitos a dizerem raios e coriscos sobre um formato que dizem não ver e depois o mesmo ter altos valores e essas mesmas pessoas saberem o que por lá aconteceu! Todos o vêem, mas poucos o admitem... Os portugueses são assim, um povo que adora esconder a sua realidade!

11
Ago13

Ok ficou mesmo Ko

| O Informador

Antes de começar já o seu trágico destino estava traçado! O programa Ok Ko que a direcção da TVI resolveu apresentar aos seus telespetadores nos serões de Verão não resultou, mas isso não seria mais que previsível visto há uns tempos na SIC ter passado o Salve-se Quem Puder que após a primeira semana também deixou de fazer o efeito desejado? Um tiro no pé que antes de acontecer já andava a fazer estragos!

João Paulo Rodrigues é o fenómeno que o canal de Queluz encontrou no ano passado e que consegue ter os espetadores do seu lado... Vera Fernandes uma voz bem conhecida da rádio Cidade Fm e que deu o salto para o ecrã como ninguém... O que correu mal então? O formato em si!

Já ninguém tem paciência para ver duas ou três pessoas de frente para uma parede ou luva de boxe à espera de serem empurradas para uma piscina de água gelada. O formato não tem nada de especial e tirando a parte dos concorrentes e convidados mudarem dia após dia nada mais há de atraente neste tipo de programas que não conseguem cativar o público.

O Ok Ko surgiu como a aposta para o início do serão ao longo de várias semanas deste Verão, mas rapidamente a direcção do canal percebeu que tinha errado e retirou do ar o que nunca deveria de ter sequer idealizado como uma boa aposta.

Conclusão, as novelas que andavam a ser poupadas para poderem durar mais uns tempos estão neste momento a serem exibidas em doses ampliadas e sem necessidade, já que existem produtos engavetados e à espera para serem transmitidos e que podiam ter feito boa figura nesta altura do ano sem se ter que apostar erradamente numa piscina que meteu água e que agora tem que ver os restantes programas gravados irem para o ar num dia e horário para o qual não foram idealizados.

Um Ok que só podia dar num grande Ko! Apostas erradas para se atrair um outro público... Só me fazem lembrar a Júlia e a Sobral com a aposta no Portugal em Festa!

25
Jun13

Portugal em Festa, um erro!

| O Informador

Eu já tinha avisado antes da estreia de Portugal em Festa ter acontecido que esta aposta não era nada boa ideia e agora, após dois programas terem ido para o ar chega a confirmação de que a direcção da SIC deu um tiro no pé em ter retirado o programa Fama Show, as séries e o cinema das tardes de Domingo. Rita Ferro Rodrigues e José Figueiras não têm culpa, mas neste momento apresentam uma aposta flop nas tardes dominicais do canal.

A direcção do canal de Carnaxide quis apresentar nas suas tardes de Domingo um programa semelhante ao sucesso da TVI, Somos Portugal, no entanto é claramente visível que o seu público não é o mesmo do canal concorrente e que se por um lado os telespetadores da quatro gostam deste tipo de formatos em directo com animação, música e prémios, quem sintoniza habitualmente a três não vai na mesma onda e prefere ver ao fim-de-semana um bom filme ou um formato mais internacional.

É certo que na SIC luta-se para se conseguir roubar público à TVI, mas o que está a acabar por acontecer com este tipo de estratégia é que não rouba quem vê o Somos Portugal e ainda perde o público que tinha com as séries e cinema.

O Portugal em Festa teve a sua primeira emissão a 16 de Junho e perdeu para o concorrente mais directo, tendo até ficado atrás da oferta da RTP, agora e com a segunda edição do programa a ser transmitido os valores foram ainda piores e nem metade do resultado do programa apresentado por Iva Domingues e Nuno Eiró a Rita e o José conseguiram fazer.

E agora? Será que esta aposta furada vai mesmo continuar no ar até ao final de Agosto? É que os valores só estão a ficar piores do que um bom filme andava a fazer. Será mesmo necessário ser tão casmurro e continuar a querer dar festa aos portugueses quando estes não a querem ver?

A SIC tem um público que não gosta da cópia do Somos Portugal, eu percebi isso logo quando soube que este programa ia arrancar, mas quem gere a programação do canal só quer derrubar os outros e não pensa em quem está em casa diariamente a sintonizar a sua estação. Depois dá asneira!

20
Jun13

Desconvite de Rita Ferro Rodrigues

| O Informador

Antes de mais quero dizer que eu não sou grande fã de Rita Ferro Rodrigues, mas existem coisas que têm de ser faladas porque acontecem entre nós e estamos cá para as poder relatar e comentar, não é verdade?!

A apresentadora da SIC e autora do livro Deve Ser Isto o Amor deixou a seguinte mensagem há algumas horas no seu mural do Facebook...

Coisas que me deixam muito triste : 

Há cerca de uma semana recebi um convite do programa da RTP " 5 para a Meia -Noite " para estar presente , esta quinta -feira , dia 20 , no directo conduzido pelo apresentador Pedro Fernandes , para falar do meu novo livro " Deve Ser Isto o Amor ".

Aceitei o convite de bom grado : há uma espécie de " acordo de cavalheiros " entre os canais , de não haver constrangimentos, quando um apresentador ou pivot, ou jornalista, lança um livro , de ser convidado pelos outros canais como AUTOR de forma a falar de uma outra dimensão do trabalho ( e da pessoa ) que nada tem a ver com a televisão.

Para que esta entrevista fosse preparada , respondi a uma extensa e bem feita entrevista feita pela equipa de conteúdos do programa, respondi a emails da produção do mesmo e organizei a minha vida familiar no sentido de estar presente hoje , às 23 h no estúdio , para o directo.

Pois , no próprio dia, sou desconvidada.

Através da minha editora ( incrédula) sou informada que a minha presença não é bem vista pela Direcção de Programas da RTP, " por ser uma cara da concorrência e ter um programa no ar".

Reparem na falta de chá ( para não dizer outra coisa) : fui desconvidada no próprio dia.

Sei ( porque estas coisas se sabem ) que esta decisão ultrapassa a equipa de conteúdos do programa e o próprio apresentador. 

Tenho um carinho enorme pela RTP , foi o canal onde nasci como profissional e por isso estou perplexa e muito triste .Na Sic, é com muito prazer que convidamos autores de outros canais , eu em particular lembro -me , de belíssimas conversas que tive com vários autores ( José Rodrigues dos Santos, por exemplo) sobre os seus livros numa antena aberta e livre .

Achei , nestes tempos estranhos em que vivemos , que devia partilhar isto.  Porque francamente, acho uma vergonha .

Claro que tem a importância que tem e há coisas muito mais importantes nesta vida... Mas não é do meu feitio calar -me , perante uma atitude no mínimo, indigna.

Rita Ferro Rodrigues

Então vamos lá ver, se convidaram a Rita para ir ao programa falar do seu livro e da sua paixão pela escrita sabendo que ela é um dos rostos que está atualmente no ar num canal concorrente, porque depois lhe fazem um desconvite no dia em que a conversa com Pedro Fernandes ia acontecer? É certo que o convite pode ter surgido da produtora e os altos cargos do canal depois não quiseram ter a Rita como convidada do 5 Para a Meia-Noite, mas não se diz a ninguém que já não a queremos receber em nossa casa quando a convidamos dias antes, pois não?

Boa educação é muito bonita para ser colocada em prática e o que aqui aconteceu foi desrespeito pelas pessoas e pelo que elas representam na nossa sociedade cada vez mais conflituosa e cheia de interesses egocêntricos!

Sabe-se que horas depois aconteceu um pedido de desculpas por este acontecimento, mas o mal já estava feito e o acontecimento relatado. Decisões e atitudes incompreendidas que mostram bem o tipo de pessoas que estão à frente de alguns cargos onde só se pensam em números e onde todos nós não passamos disso mesmo!

Mais sobre mim

foto do autor

Banner mrec Saldos 2019

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Happy

    Eu vi e gostei muito!

  • Gorduchita

    Não defendendo de forma nenhuma a empresa de medic...

  • O Informador

    É possível porque nas carrinhas é mesmo para despa...

  • O Informador

    O meu não perde o contacto com o cabo, mas só liga...

  • Anónimo

    Quando vou à medicina do trabalho num edifício ond...

Mensagens

Pesquisar