Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Lá se foi o teclado

macbook-1703805_960_720.jpg

 

Existem coisas que te tenho de contar assim sem grandes embelezamentos e quando estou naquele estado nervoso num momento de ação com reação imediata.

Então é assim... O teclado do meu portátil já tinha avisado que estava a caminhar para o seu final prematuro, no entanto quando lhe dava a travadinha lá conseguia, com as definições, resolver o problema das teclas que ficavam inativas.

Agora, do nada, as mesmas teclas que costumavam ficar temporariamente sem funcionar, como o b, n, enter e o espaço, entre outras, ficaram de vez sem solução e lá terei de arranjar um teclado alternativo até que algo mais no computador comece a dar sinais de que a necessidade será de troca total.

Preciso de feedback

compras online.jpg

 

Caros amigos, conhecidos, desconhecidos, visitantes, leitores e parasitas do blog, preciso da vossa ajuda para me ajudarem a perceber se uma loja online é puramente de confiança ou não. Necessito de comprar um portátil novo e/ou (ainda estou a pensar) um tablet com teclado, e encontrei nas newsletter que recebo semanalmente a página GalpBonus, associada ao universo Goodlife, só que acho os preços tão bons que até desconfio.

Visitanto a página não encontro nada que me faça desconfiar sobre a veracidade desta loja online de oportunidades, mas olho para determinados preços com mais de 80% de desconto e fico meio tresloucado por tal existir mesmo. Alguém já comprou algum artigo através desta página? Preciso de saber o vosso feedback para que nos próximos dias me resolva sobre se avanço com uma compra neste portal ou não. Na verdade preciso de um portátil renovado mas o que tenho ainda aguenta mais uns tempos e o tablet não tenho mesmo e noto que faz alguma falta para andar sempre comigo para me auxiliar também com as questões do blog. Os produtos são enviados? Existem reclamações? As compras chegam em mau estado? Preciso de ajuda sobre esta questão!

Curtas e Diretas | 140 | Bateria do Portátil

asus portátil.jpg

E se vos revelar que a bateria do meu portátil está acabada? Morta que nem uma sombra que só está neste momento a ocupar o seu espaço e a pesar quando levo o meu Asus em viagens internas ou externas. A bateria dura no máximo uns cinco minutos e caso a luz falte quando estou ligado, o pensamento é guardar todos os documentos para desligar em condições o portátil. Certo é que tenho uma bateria inválida neste momento!

Curtas e Diretas | 112 | Regresso informático

Após uma pausa informática por casa, já que no trabalho sou obrigado a trabalhar com computadores todo o dia, eis que hoje o meu portátil voltou à base e em excelentes condições! Só tenho a agradecer a quem o arranjou e o deixou ao mesmo tempo como novo. Posso dizer que regressou recuperado por fora e limpo por dentro!

Dobradiça a menos

IMG_2419.JPG

Uns dias de pequeno ruído ao abrir e fechar o portátil e sem averiguar de onde tal som surgia e eis que nem após uma semana do início, uma das dobradiças que prendem o ecrã ao restante aparelho se partiu!

Pois, lá se foi o ferro e fiquei com o ecrã pendurado de um dos lados. Por acaso não pensei que este percalço não tivesse solução nem que teria de comprar em breve um novo computador. A primeira ideia foi ver o que se tinha passado realmente e o que poderia ser feito, tendo tentando remediar e ver se encaixando tudo voltava ao normal, mas é claro que não, uma vez que a peça ficou gasta e partiu mesmo. 

Hoje acabei por passar numa loja de arranjos aqui da vila e o rapaz procurou nos seus dois principais fornecedores e disse-me que a peça se encontra esgotada mas que irá procurar e dirá alguma coisa ao longo da semana. Espero que consiga arranjar a dobradiça, ou melhor, o par de dobradiças porque acho que estas coisas também se vendem aos pares. Caso não consiga desenrascar-me naquela loja de reparos terei de recorrer a outra, mas pelo que me explicou a solução é fácil, desde que as peças estejam disponíveis, já que em pouco tempo tudo é substituído.

Confesso que respirei um pouco de alívio, e embora não tenha tido pensamentos negativos sobre a futura substituição do portátil, obter uma resposta positiva ou que dá indicações que a solução existe é sempre bom.

Rato meio estragado

Há poucos meses atrás comprei um pequeno rato para o portátil porque não consigo encaixar muito bem com o rectângulo que tem a mesma função e que vem incluído com o aparelho. Agora confesso que sinto alguma desilusão com a compra feita porque parece já estar com uma travadinha pelas suas teclas.

Quando chega a altura de clicar em alguma coisa nem sempre o rato corresponde à minha vontade e consegue mesmo contrariar as atitudes dos meus dedos, não obedecendo quando quero ou clicando duas e três vezes num só lugar quando na verdade só é necessário o fazer com um simples clique.

O novo e pequeno rato que comprei e do qual gostei já está avariado e desta vez começo a pensar que o mal para tal ter acontecido pode ser meu, não é verdade? Já lá vão dois em pouco tempo! Está bem que este foi baratinho, mas para o que é servia perfeitamente não fosse estar quase sempre em desacordo comigo e éramos amigos até à velhice. 

O que fazer agora? Possivelmente daqui a uns tempos terei que comprar um outro e tentar fazer a escolha certa, por pouco dinheiro e continuando pelas miudezas.

«Considere substituir a bateria»

Chegou a hora de mudar a bateria do meu portátil. Já ando com este computador há quatro ou cinco anos e depois de há algumas semanas ter aparecido por uns minutos a mensagem «Considere substituir a bateria», agora parece que a mesma veio para ficar!

O computador agora está sempre com o carregador ligado porque se assim não for, os minutos de duração são poucos, tendo que pensar em renovar a bateria, já que uma outra mensagem aparece na área do estado da energia, «A bateria tem um problema, pelo que o computador poderá ser encerrado subitamente», acreditando eu que isso só acontecerá se a luz faltar ou algo do género, já que tenho o portátil sempre ligado à corrente.

Uma despesa extra e o momento de alterar o coração do meu amigo tecnológico estão a chegar! Oh!

Pazes tecnológicas feitas

Há uns dias contei que não me andava a dar lá muito bem com a tecnologia que alia o computador e a impressora aqui de casa! Agora posso dizer que as pazes já foram feitas e que depois de várias tentativas percebi qual o problema que andava a abusar da minha paciência! Tudo se resumia a um programa de anti-vírus - Yac - que se instalou não sei como pelo portátil e que bloqueava a comunicação entre o programa Adobe Reader e a impressora HP.

Com talvez duas horas ou mais de insistência ao longo de três dias e de algumas asneiras à mistura, lá consegui chegar à conclusão sobre o que se passava, isto depois de ter começado a ver que, quando tentava imprimir algo que tivesse em PDF, aparecia no canto inferior direito do ecrã um aviso de alerta do tal programa anti-vírus que não foi bem-vindo ao computador e que só andava a bloquear os meus mandamentos para com o aparelho.

Imprimi o que queria, já tenho assim as faturas do MEO armazenadas pela pasta física à qual são destinadas e agora só aguardo que os comprovativos dos pagamentos automáticos cheguem por correio.

A tecnologia e eu nem sempre nos damos bem isto porque gosto que tudo esteja ao meu dispor sem atrapalhar e sem rasteiras, quando assim não acontece as coisas já não correm bem e começo logo a ficar sem paciência e com os nervos a darem sinais de existência.

Problema resolvido!

Eu e a tecnologia

Quero imprimir as duas últimas faturas do MEO porque gosto de arquivar tudo para saber sempre onde tenho os recibos e comprovativos de pagamentos, no entanto algo se passa entre a parceria computador e impressora, já que a conexão não é feita da forma que pretendo e não consigo mandar imprimir o raio de duas ou quatro folhas, como sempre faço.

Primeiro achei que era o Adobe Reader que não estava a funcionar, tentei instalar a nova versão só que em vão porque dava sempre erro, não tendo ainda percebido se tenho ou não o programa instalado como tinha há umas semanas atrás. Tento colocar o Adobe e não me deixa, dando erro no final da instalação, só que depois vi que o mal podia ser outro. É que via a fatura em pdf só que no momento do Imprimir, não aparecem o número de páginas, não me deixando assim seleccionar o que quero colocar em papel.

Já perdi a paciência com a impressora, o computador e o raio das faturas do MEO que não se conseguem imprimir sem me darem um pouco de trabalho. Amanhã tentarei de novo e prometo que vou lutar até perceber o que se passa entre a dupla tecnológica que parece estar aliada contra a minha mente!

Odeio quando estas coisas acontecem e não consigo achar uma solução rápida! Será assim tão difícil tudo estar a funcionar normalmente sem estas tretas que só me tiram paciência?