Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Drogas do Chiado

Ir passear pela zona do Chiado e Rossio é sempre sinal de que também te irão oferecer de alguma forma droga. Ora são os senhores que só de olhares ao longe percebes logo a razão pela qual estão naquele local, ora são pessoas que nem imaginas que andam a vender tais tretas à vista de todos e quase que mostram que têm autorização das autoridades para o fazerem publicamente. Como é possível ser abordado de todas as vezes em que passeio por aquela zona por mais que uma pessoa a (...)

Condutor sem álcool! Como?

Jantar com festejos é também sinónimo de beber uns copos a mais, ainda por cima quando se segue uma saída entre amigos! Pelo caminho e quase a chegar a casa, a brigada de trânsito manda parar e soprar o balão! O que aconteceu depois? A surpresa! Quando vi o sinal luminoso na mão do senhor guarda logo percebi que ia ser mandado parar, tal como aconteceu! Parei o veículo, foram-me pedidos os documentos, saí do carro, soprei o balão e foi-me perguntado se tinha ingerido bebidas (...)

Bloqueados

Se estacionarmos os nossos automóveis onde não devemos ou se não pagarmos os parquímetros corremos o risco de levarmos uma multa ou de ficar com os carros bloqueados. As nossas autoridades, por terem algum estatuto superior aos cidadãos normais, acham que podem estacionar e deixar os veículos onde bem entendem... Depois pode dar nesta bela imagem que é bom partilhar para se perceber (...)

Polícia e sem-abrigo

A fotografia de um polícia de Nova Iorque a oferecer um par de botas a um sem-abrigo é uma das imagens que está a conquistar o mundo nos últimos dias. Na altura em que a época natalícia se aproxima, com a ideia do aconchego familiar a pairar por aí, um agente da autoridade deixou o seu coração falar mais alto e comprou um par de botas para um sem-abrigo que dormia mesmo ao (...)

Manifestantes contra Polícia

A greve aconteceu por todo o país, mas em Lisboa, em frente ao Parlamento, as manifestações fizeram-se e em clima bem pesado. Depois de horas com manifestantes de um lado e polícias do outro, as forças de autoridade enfrentaram a população em fúria e fizeram-os dispersar do local onde nas últimas horas arrancaram pedras da calçada, incendiaram caixotes do lixo, arrancaram sinais de trânsito e atacaram polícias e comunicação social. Ao final da tarde a polícia saiu do seu (...)