Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

02
Mar19

Luto | Pessoal ou Social?!

O Informador

luto.jpg

As discussões sobre o luto são uma constante quando por perto alguém parte para outra vida, para quem acredita que a mesma exista. O que é o luto afinal para além das vestes escuras que os mais velhos ainda tendem a usar como sinal de respeito que do meu ponto de vista não passam de pensamentos mantidos por uma sociedade que se auto recrimina se nos tempos após a morte de alguém não se vestirem com tons escuros ou mesmo de negro?!

O luto está no interior da pessoa, nos pensamentos e sentimentos que são mantidos quando se fica sem alguém que nos é querido. Existe assim uma verdadeira necessidade, através do vestuário, para se mostrar aos outros o que se sente através das vestimenta negra? Se alguém parte qual é a necessidade de quem fica de se carregar de escuro para mostrar aos outros, porque para mim é só mesmo isso que acontece, uma demonstração social de peso, de que está triste e tem de deixar de vestir roupas coloridas porque a base da solidão e da partida é o escuro. E ai de quem numa aldeia pequena não se vista a rigor de luto que leva logo com as críticas. Isto é a verdade, nas aldeias deste país, talvez mais no interior até, quem perde um ente-querido tem de se vestir de escuro a bem da sua comunhão com os que ficam, já que caso contrário quem fica torna-se uma «viúva alegre» ou «um filho desleixado» por não respeitar a alma de quem partiu.

Onde é que numa peça de vestuário se vê o que está na verdade no coração de alguém que ficou sem o seu par ou familiar? O luto está no interior de cada um e não na demonstração para os outros. Vivam as vossas vidas sem esses pensamentos de recriminação de uma sociedade hipócrita que ainda acredita que é necessário demonstrar a tristeza com cores quando cada um sabe de si e tem no seu interior os verdadeiros motivos perante a perda. 

20
Jan17

A perda

O Informador

O receio da perda existe, é real, embora na maioria dos casos se tente abafar, não lembrando que a perda pode acontecer num instante, naquele instante com que nos deparamos quando recebemos um simples telefonema que nos transmite tristes notícias. O cérebro consegue estar preparado para a perda, mesmo quando o tempo nos leva a acreditar que a preparação aconteceu?

Nunca estamos preparados para receber más notícias, por mais que nos acalmemos no tempo antecedente que em vários casos surge. Não são necessários cursos, práticas, costumes, comportamentos, simplesmente é necessário seguir o próprio instinto na hora em que uma pedra cai, a rua parece ruir e o mundo pára para que em câmara lenta assista a uma dor que pode surgir de vários lados com diferentes formas de atacar e magoar. O que é afinal a perda para cada ser?

Uma perda preparada e agendada, lenta e complicada, rápida e espantosa. O que sentimos nos momentos em que tudo termina, as emoções se enrolam, os atritos ficam esquecidos, as mágoas ultrapassadas, o amor venerado e o carinho reforçado. O que perdemos com as partidas, boas ou más, mas são partidas que deixam marcas, daquelas que nos levam a refletir sobre o passado no presente que advém sobre o futuro sem a perda, aquela palavra que poderia significar tanto e afinal de contas apenas nos leva a acreditar que tudo pode desaparecer e terminar num fechar de olhos bem abertos porque a realidade não nos prepara para as surpresas e mágoas que nos faz. 

guerra-dos-tronos-mrec

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Comentários recentes

  • Cláudia C Silva

    Tive exactamente o mesmo pensamento que tu: deixa...

  • Anónimo

    Votos de umas boas férias numa bela cidade de Amor...

  • Anónimo

    Eu também ando assim! Ainda hoje de manhã estava a...

  • O Informador

    Desenhos animados também choro, e até te digo que ...

  • Anónimo

    Este seu texto podia ter sido escrito por mim de t...

Pesquisar

Mais comentados

Atual Leitura
Top mais vendidos Wook