Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Dar tudo nas férias

fa8ab96d58af4ecdec178406bd509815.jpg

Informo que já estou a dar tudo na semana de férias a pensar no descanso e bronze da temporada de Verão 2022. Como tal e porque os dias de pausa passam sempre num ápice, é aproveitar, desfrutar e pensar que logo já estão a terminar.

Para quem está de férias desejo um bom descanso, para quem espera por uns dias de calma que se aguente e aos outros que desfrutem de mais umas semanas de trabalho que ao não terem direito a pausa nesta altura terão de se aguentar perante a bomboca dos dias laborais.

Habituava-me

Sol areia

Habituava-me a estar de férias por uns bons tempos sem precisar de preocupações com horários e afazeres.

Que bem que me adaptava a esta vida de acordar, dar meia volta e despachar o pequeno almoço para pensar na saída para a praia ou piscina no período da manhã, voltar para preparar o almoço e de tarde regressar para desfrutar do bom tempo exterior. Não ter de pensar na rotina do dia a dia de trabalho e ter que aproveitar mal e porcamente as folgas semanais onde parece que existe sempre algo para ter de ser feito.

Intensidade a mais, descanso a menos

os intensos dormem menos.jpg

Olha só a expressão que apanhei por aí e que decidi partilhar por fazer todo o sentido para com a minha pessoa nada, mas cada vez menos, egocêntrica. Nunca fui um ser humano capacitado para dormir uma noite totalmente tranquila, daquelas noites que parecem ser passadas sobre as nuvens em que nada pode acontecer que perturbe o descanso. 

Sou de fases, umas vezes custa adormecer, outras semanas tendo a acordar várias vezes ao longo da noite só porque sim e sem nada me fazer abrir os olhos e despertar e existem ainda alturas em que acordo bem mais cedo que o necessário, tão mais cedo que o despertador do telemóvel ainda nem está próximo de tocar e já por vezes estou mais que despachado para sair de casa.

Necessidade deste mal dormir não existe e sempre tem acontecido ao longo dos anos por temporadas, no entanto com esta frase encontrada pelas redes sociais acredito que seja a minha intensidade a fazer com que descanse menos ao longo do tempo destinado a dormir. Sim, sou intenso para o bem e para o mal, sendo um pouco melodramático perante os altos e baixos que nem sempre são assim tão graves mas a que dou destaque como se tudo estivesse em alerta, para o lado positivo e negativo. Dizem que vivo certos acontecimentos e acabo por destacar algumas situações acima do necessário, considerando a minha forma de estar um pouco intensa nesse aspeto, daí agora perceber porque não consigo descansar corretamente. 

 

Descanso merecido

descanso

Hoje é aquele dia em que consegues anular os comportamentos negativos de algumas pessoas somente porque sabes de antemão que irás ficar fora da tua rotina habitual por cinco dias seguidos, numa pausa laboral entre folgas e horas já trabalhadas, que te ajudam a deixar espaços e ciclos para partires para outras paragens a pensar no descanso longe do mais do mesmo e dos comportamentos de uns e outros que de tão obsoletos e descabidos acabam por cansar e levar a ter de controlar o pensamento para que os atos não reflitam o que por vezes pensas.

Hoje é dia de trabalho e após aquelas oito horas de obrigação porque é necessário ganhar a vida de alguma fora ficas em modo pausa, olhando para este quinteto de vinte e quatro horas como se tivesses pela frente umas mini férias a condizer com o mês que atravessas, também o mais pequeno do ano, por sinal.

A pausa sem wi-fi

Sem-conexao-de-internet-1.jpg

Percebes de certo corretamente a ideia que te vou passar. Estou de férias junto à fronteira com Espanha, a Internet por aqui é escassa e não consigo fazer com que o telemóvel seja um Hotspot Pessoal para o computador, como tal estou limitado em fazer rápidas publicações no blog através da escrita pelo telemóvel ou tablet. Aqui nem rede Wi-Fi pessoal ou pública existem em condições e nem mesmo os dados do telemóvel conseguem ser suficientes para darem um pouco de carga online aos outros sistemas informáticos. Assim sendo, e porque em períodos de pausa também não quero andar em busca da Internet perdida num Portugal profundo, fico-me pelos apontamentos diários pelos próximos dias e após o regresso à rotina logo volto a publicar desaforos, opiniões, comentários e partilhas pessoais de novo. Dentro do possível de momento informo que "é tudo, por agora".

Férias finais

 

loading-bar-wallpapers_27845_1280x720-620x3481.jpg

O ano avançou e o último período de férias de 2021 chegou! A primeira semana de Outubro é já uma tradição para gozar os últimos dias de pausa do ano e carregar assim baterias para os meses que se avizinham sem paragens prolongadas. As férias com direito em 2021 estão assim a serem gozadas com descanso e pensamento que quanto mais devagar a semana passar melhor.

Precisava!

pausa.png

No passado fim-de-semana consegui ficar os dois dias de pausa, o que já não acontecia há algum tempo e como vinha a sentir, que bem me soube estar de pausa nos dias em que a maioria das pessoas também estão, podendo seguir viagem para terras alentejanas, ficando afastado do dia-a-dia e da rotina por dois dias, que sabem sempre a pouco mas que acabaram por ser melhor que o nada dos últimos meses. 

Seguimos viagem logo ao final da tarde de Sexta-feira, para não se perder tempo, o jantar foi feito pelo caminho, já que a vontade das famosas bifanas de Vendas Novas acontecia, e lá se seguiu. Longe do mundo, no sossego de terras quentes e calmas, lá consegui acalmar durante os dois dias e duas noites a ansiedade e o stress que tenho vindo a acumular nos últimos tempos. Precisava de me distanciar, continuo a perceber que algo tem de mudar no meu futuro profissional para me ajudar a alterar o rumo pessoal também e são esses caminhos pensados que me têm deixado a matutar, por vezes deixando que aquele toque de mau humor surja por perceber que não estou mal mas que também já estive melhor que atualmente. 

E de repente... O dia muda!

rotina_trabalho_site.png

Existem dias que parecem começar da melhor forma e que do nada se tornam difíceis, pesados e cansativos. Ainda ontem acordei em dia de folga e em menos de nada percebi que afinal estava a ser chamado para acudir uma emergência que me deixou ocupado para o resto do dia, já que era necessário trabalhar. Fez-se bem mas para uma pessoa que gosta de ter tudo planeado as alterações de última hora por vezes causam algum stress no primeiro impacto, sendo uma mudança que acaba por fazer com que o psicológico acabe por cansar o físico já que tudo está preparado para seguir uma linha e do nada a alteração é necessária. Tudo uma questão psicológica!

Sabes quando te deitas com o pensamento que no dia seguinte tens todo o dia para te dedicares às tuas coisas ou ao não fazer nada e de um minuto para o outro, quando começas a desfrutar das horas de pausa, recebes uma chamada e aquele dia de descanso deixa de o ser? Foi isso!

 

Pausas de Agosto

Pause

Agosto é aquele mês em que meio Portugal parece ficar de pausa. Férias para uns, encerramento de negócios para outros, paragem de projetos para vários e até os blogues vivem o afastamento dos seus proprietários por uns tempos. 

O mundo rotineiro parece não existir em Agosto e os bloggers da aldeia global partem para os seus destinos. Se uns deixam as suas páginas virtuais sem atualizações, já outros optam por mascarar os agendamentos automáticos com memórias ou novos temas musicais disponíveis no YouTube para qualquer um. E depois existem os que mesmo em tempo de férias preferem ficar ligados para manterem a casa viva, mesmo que se façam textos sem planeamento.

 

Férias terminadas

unnamed-2.jpg

Já se passaram duas semanas perante o início das férias em terras alentejanas e hoje é dia de regressar a casa. Descansei, consegui desfrutar de bons dias de calor na piscina e em passeio e agora está na hora de regressar para mais uma temporada de trabalho e rotina diária dentro do mais do mesmo.

Os horários voltam a existir, embora mesmo em férias tenha mantido diversos hábitos que nunca vou perder, o vai e vem regressa, os rostos habituais avizinham-se e a necessidade de recomeçar após o período de férias existe para que a sociedade funcione e todos tenhamos o seu lugar definido com rotinas enquanto não nos calha na sorte aquele prémio tão desejado do grande sorteio semanal dos milhões.