Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

21
Mar19

Convites Duplos | Lovers - Vencedores | 28.03.2019

O Informador

lovers - vencedores.jpg

Lovers, a peça que Brian Friel escreveu em 1967 é composta por dois textos: Winners e Losers (Vencedores e Vencidos). A peça Vencedores (Winners), situa-se na Irlanda, 1966, num período de profundas alterações sociais e politicas. A Igreja Católica controla poderosamente todos os aspetos da vida irlandesa, em particular nas comunidades rurais. O divórcio, o aborto, a contraceção bem como o sexo antes do casamento são mal vistos. Meg estuda num colégio de freiras, Joe estuda num colégio dirigido por padres. Meg está grávida, tem 17 anos. Joe tem 17 anos e meio. Querem casar-se. Têm sonhos e esperanças, estão apaixonados. São os vencedores, cheios de promessas e esperança.

O Teatro dos Aloés irá estrear a 26 de Março nos Recreios da Amadora o espetáculo Lovers - Vencedores, um texto de Brian Friel com encenação de Jorge Silva e interpretação de José Peixoto, Elsa Valentim, Carlos Malvarez e Raquel Oliveira. Ficando em cena até ao dia 07 de Abril, esta nova aposta da companhia de teatro terá sessões de Quarta-feira a Sábado pelas 21h30 e aos Domingos pelas 16h00. Aqui pelo blog existirá passatempo com a atribuição de convites duplos!

Em Lovers - Vencedores a narrativa gira em torno de sonhos e esperanças de jovens que vivem na Irlanda da década de 60 onde a igreja católica rege toda uma sociedade cheia de procedimentos a serem seguidos a bem da boa vida eterna. Mas quando dois jovens se apaixonam cedo demais o que acontecerá? Ai está a resposta em Lovers - Vencedores. 

20
Mar19

Ganha | Ser Como o Rio Que Flui

O Informador

ser como o rio que flui capa.jpg

Ser Como o Rio Que Flui é um corte transversal na anatomia da escrita de Paulo Coelho. Esta compilação de contos, opiniões e ideias constitui um belíssimo reflexo da vasta criação do escritor. Peças literárias de vários períodos e publicações compõem este livro, que tece uma linha sensível, acompanhada pelo olhar do criador, detendo-se naqueles pormenores da realidade quotidiana e da contemplação que destilam a subtil filosofia de quem observa a existência com a mesma placidez com que contempla um rio. Contar as histórias dos seres humanos, na sua variada e rica complexidade, é a missão que Paulo Coelho atribui à sua escrita, contando o que são e quem são, sem os prender àquilo que pretendem ou fingem ser. Quase como fotografias da vida, estas peças literárias são breves e intensas e revelam-nos pequenos momentos eternos de vidas de pessoas.

Paulo Coelho, autor de sucesso mundial, lançou há uns anos Ser Como o Rio Que Flui, uma junção de contos, opiniões e ideias que o acompanham na vida. Comprado e nunca lido por mim, resolvi, num início de uma ação que quero tornar rotina, oferecer aos visitantes do blog e redes sociais associadas ao mesmo, oferecer este exemplar a um de vocês. 

Através da publicação no Instagram estou a sortear o primeiro livro saído da minha estante de fila de espera e que irá diretamente para uma casa portuguesa. Ser Como o Rio Que Flui será o primeiro livro meu em passatempo, mas pelos próximos meses já outros estão preparados para serem protagonistas de um passatempo via redes sociais e somente para vos presentear com um livro que tenho em minha posse e que não irei ler porque outros se meteram pelo caminho e o tempo não estica de todo. 

19
Mar19

Convites Duplos | Esta Vida é Uma Cantiga | 22.03.2019

O Informador

esta vida é uma cantiga.jpg

Esta Vida é uma Cantiga, o reformulado musical da ArtFeist Produções Artísticas está de regresso e já estreou no Auditório do Casino Estoril. Aqui pelo blog existem convites duplos para sortear para uma das próximas sessões do espetáculo. 

Estreado no passado dia 16 de Março, este novo espetáculo reúne os maiores êxitos do teatro e cinema em Portugal, contando para a sua interpretação com Henrique Feist, Marta Alves, Susana Félix e Valter Mira. Com célebres canções de revista que retratam a alegria, a saudade, a dor, o amor e a partida, as cantigas de todos os tempos foram criadas e continuam em grande maioria nos ouvidos de várias gerações que gostam de teatro e cinema nacional. Esta Vida é Uma Cantiga é acima de tudo uma celebração dos 150 anos do Teatro de Revista e dos 80 anos do Cinema Musical em Portugal, numa apresentação ao jeito do que tem sido feito pela ArtFeist com os sucessos musicais dos últimos anos. 

17
Mar19

«Gosto pouco de Graxa»

O Informador

lambe botas graxa.jpeg

Na gíria nacional por onde habito existe a expressão do «gosto pouco de graxa», que é como quem diz, não vale a pena seres um falso simpático para tentares que a sorte esteja do teu lado ou mesmo «és um lambe botas». Foi isto mesmo que senti há uns dias acerca dos passatempos no blog. 

As pessoas participam e depois quando o momento de sortear os vencedores se aproxima enviam mensagens privadas pelas redes sociais a mencionarem que se inscreveram, que gostavam muito de ganhar e que, caso claramente notório, gostam e seguem o blog com alguma regularidade pelos últimos anos. Sim, eu gosto de receber elogios, mas os mesmos podem sempre ser feitos e não somente quando lhes interessa e ainda lhes juntam apontamentos para tentarem que lhes ofereça convites para espetáculos que estão em passatempo no blog. 

Como disse, «gosto pouco de graxa» e os passatempos são fechados e sorteados, tal como é feita menção nos mesmos, como tal as mensagens de tentativa de cunhas não chegam a lado nenhum e do meu ponto de vista de escorpião com um feitio um pouco travesso e onde o que é é e o que não acompanha fica para trás, a imagem com que começo a ficar perante essas mensagens é a mesma perante quem na mesma oportunidade tenta a sua sorte várias vezes por achar que deste lado não existe atenção em apagar as duplas e triplas incrições

 

23
Fev19

Ganha | A Sombra do Passado

O Informador

 

a sombra do passado capa.jpg

Um segredo antigo revelado…

Uma criança perdida, o segredo de uma mãe e um verão idílico que mudou a vida de uma mulher para sempre...

Corre o ano de 1958, Elizabeth Holloway é enviada para longe da sua casa de Londres, para passar o verão em Hartland, uma bela propriedade no litoral do condado de Sussex, no Sul de Inglaterra. Para a linda e inocente Elizabeth, os Shaws são um modelo de sofisticação e tratam-na como se fosse da família, mas quando ela se apaixona, ninguém a avisa que os seus sonhos são perigosamente ingénuos.

Quarenta anos mais tarde, a filha de Elizabeth, Addie, encontra uma estranha à sua porta, uma mulher que afirma ser sua irmã gémea. A princípio, Addie recusa-se a acreditar nisso — até que o seu amado pai admite que as circunstâncias do seu nascimento não foram as que ela tinha sido levada a crer que foram.

A revelação desafia tudo o que Addie achava que sabia sobre a mulher brilhante e difícil que tinha sido a sua mãe. E como a vida os leva de volta ao passado de Elizabeth, Addie e sua nova irmã Phoebe descobrem a extraordinária história de uma criança perdida, o segredo de uma mãe, e um verão de ouro que mudou a vida de uma mulher para sempre.

Nikola Scott nasceu na Alemanha e estudou Literatura Inglesa e Americana antes de abraçar o desafio de trabalhar como editora de ficção em Nova Iorque e Londres. Após a experiência como editora, Nikola decidiu abraçar o mundo da escrita e ser ela própria a dar vida a novas histórias. E foi assim que surgiu A Sombra do Passado, o romance de estreia de Nikola que já foi traduzido em mais de dez línguas e que chega agora a Portugal através do Círculo de Leitores. 

Tal como a critica publicada no The Daily Mail, «Se está à procura de uma história bem escrita, intrigante e recheada de segredos de família, leia este brilhante romance de estreia.». Eu já o estou a ler e é por estar a gostar desta leitura que consegue conquistar logo pelos seus primeiros capítulos que tenho um exemplar de A Sombra do Passado para te oferecer. Como? Basta visitares e seres seguidor d' O Informador no Instagram, fazer Gosto na imagem publicada com A Sombra do Passado e seguires os passos que no texto de apoio da publicação são explicados. Depois basta esperares que a sorte esteja do teu lado e começares a pensar que para além de receberes esta oferta se gostarias de entrar num encontro de Leitura Conjunta que irá ser proporcionado pela editora Círculo de Leitores num local a definir em Lisboa no dia 07 de Março.

 

20
Fev19

Convites Duplos | Vidas Privadas | 22/24.02.2019

O Informador

Uma peça sobre o amor nas suas mais quentes, e mais frias, expressões.

Amanda e Elyot, divorciados há cinco anos reencontram-se por acaso,com novos esposos, em segunda lua de mel num hotel em Deauville. Quando a chama entre eles se reacende, fogem juntos para Paris, onde... uns dias mais tarde os novos esposos os vêm procurar...

Uma comédia de costumes duradoura e especiosa.

Com Suzana Borges, Guilherme Barroso, Maria Dias e Martinho Silva.

O Auditório do Casino Estoril, através da ArtFeist Produções Artísticas, viu estrear no passado dia 7 de Fevereiro o espetáculo Private Lives, que é como quem diz, Vidas Privadas, de Suzana Borges e com interpretação da mesma a quem se juntam Guilherme Barroso, Maria Dias e Martinho Silva. 

Esta comédia estará em cena até dia 03 de Março de Quinta-feira a Sábado pelas 21h30 e aos Domingos pelas 17h00, com paragem a 14, 15, 16 e 23 de Fevereiro, e todos estão convidados a assistirem porque oportunidades não faltarão. O preço de cada bilhete é de 15€, sendo que as sessões realizadas às Quintas-feiras, por ser dia do espetador, estão com bilhetes a 10€. O espetáculo tem duração aproximada de 105 minutos com intervalo e a opção é ir ou ir. 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Comentários recentes

Pesquisar

Posts destacados

Atual Leitura
Top mais vendidos Wook