Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

60 anos recordados pela desigualdade

27
Nov18

nestum.jpg

A marca Nestum nasceu em 1958, estando a completar os seus 60 anos, data que está a ser celebrada com a implementação na embalagem da imagem original que foi lançada aquando dos primeiros anos de Nestum no mercado. Ao longo dos últimos anos, talvez por influência do avô que sempre apreciou estes cereais ao pequeno almoço, ter uma caixa de Nestum cá por casa é praticamente obrigatório e por estes dias reparei no apontamento sobre as figuras que estão na embalagem, onde as mulheres tratavam dos filhos e nem sinal de um homem a ajudar as crianças a tomarem a sua refeição.

Se olharmos bem, nem é preciso reparar assim tanto, na embalagem celebrativa é possível ver duas crianças a tomarem a sua refeição pela mão de duas mulheres. Com sessenta anos em cima seria normal existir a ideia de que só as mulheres davam comida e tratavam das crianças da casa na altura, mas agora isto não faz de todo sentido. Não é um pouco descabido terem recorrido a uma imagem destas para celebrarem, justamente numa altura em que as diferenças e o femininos estão tão na ordem do dia? Os direitos e deveres de um casal não são iguais? Décadas atrás tudo era visto de forma diferente e as coisas aconteciam desse mesmo modo, mas agora não, esta imagem é para assinalar uma data histórica da marca, no entanto vai contra a prática dos dias que correm, em que todos somos iguais e não são as mulheres que têm exclusivamente de ficar em casa a tratar da educação das crianças. 

Reforço ao pequeno-almoço

19
Jan16

Sempre, desde pequeno, que o meu pequeno almoço foi feito de forma rápida e com pouca coisa, geralmente leite e nada mais, só tendo o acrescento do café quando alcancei uma fase da adolescência em que já era autorizado a tomar cafeína. Nos dias que correm a primeira refeição não tem sido muito diferente da dos vinte e tal anos anteriores. Porém, ando em mudanças!

Pois é, de há uns dias para cá a solitária caneca de leite quente sem açúcar tem dado lugar a outro tipo de alimentação onde a junção vai sendo feita aos poucos e também para que o tempo que tenho para me despachar de manhã não seja muito alterado. Iogurte misturado com frutas e sementes, nestum com uma junção de bolacha maria, sumos naturais e torradas.

Diariamente tenho tentado, de há uma semana para cá, alterar o conteúdo do pequeno-almoço, não me ficando pelo leite aquecido no microondas de forma rápida para consumo rápido também. Não sei se esta pequena mudança, que ainda não é suficiente, na primeira refeição diária é ou não a casa, mas o que é certo é que tenho ido trabalhar com uma outra disposição. É certo que quando entro ao serviço fico com algum mal-estar rotineiro, mas tenho-me sentido bem melhor a sair de casa.