Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

30
Out18

Zé Manel Taxista - Uma Comédia com Brilhantina | UAU

O Informador

zé manel taxista.jpg

Zé Manel, taxista, pai de família e adepto ferrenho do Benfica, anda arreliado com o sucesso de Lisboa, que transformou tudo em alojamento local e restaurantes gourmet. O próprio filho, Eusébio Jr., ganha a vida como condutor de tuk-tuk, e Vickie, o mais à frente lá do bairro, safa-se a arrendar partes de casa. Só Luna, a estudante italiana do Erasmus, está encantada com a enchente de estrangeiros e a borrifar-se para a “gentrificação”. Zé Manel tenta defender o prédio onde todos vivem da voracidade turística, até que chega Chico, um esperto entrepreneur, que já foi daquela rua e agora regressa com promessas de fama e dinheiro fácil. A tentação é grande e Zé Manel despista-se… naturalmente.

Maria Rueff celebrizou o seu Zé Manel Taxista há mais de 20 anos e agora, pela primeira vez, a famosa personagem de vários formatos televisivos com Herman José e também da rádio ganha uma nova vida nos palcos nacionais através do espetáculo musical Zé Manel Taxista - Uma Comédia com Brilhantina. 

Através de uma personagem bem conhecida do público e com uma história criada propositadamente para os palcos, Rueff junta-se a jovens atores com provas dadas para receber o público nesta nova jornada do seu Zé Manel, o benfiquista mais ferrenho dos taxistas portugueses. FF, Sissi Martins, Ruben Madureira, Rafael Barreto, Filipe Rico, Marta Mota, Sara Martins e Tiago Coelho compõem o elenco que se divide entre a representação, o canto e a dança do início ao fim. Com texto de Maria João Cruz, Mário Botequilha, Rui Cardoso Martins e Filipe Homem Fonseca, numa ideia de Maria Rueff e com encenação de António Pires, Zé Manel Taxista - Uma Comédia Brilhante conta com banda ao vivo composta por André Galvão no baixo e guitarra, Artur Guimarães nas teclas e Tom Neiva na bateria e percussão. 

Neste espetáculo o público é convidado a acompanhar este pai de família e bom vizinho numa fase em que as alterações provocadas pelo turismo na capital não são aceites. Em poucos anos Lisboa foi invadida pelos famosos TukTuk e por empresas como a Uber, isto ao mesmo tempo que as polémicas em torno do futebol se adensaram, as tascas deram lugar a restaurantes virados para os turistas e o alojamento local virou moda em bairros onde a história e tradição desaparecem. Zé Manel, o taxista que gosta de pratos cheios, um palito na mesa, uma boa bifana e defende o bairrismo e o seu clube como ninguém não aceita tanta alteração e este musical mostra isso mesmo.

O filho Eusébio de Zé Manel vira adepto do Sporting e condutor de um veículo Uber. O prédio onde habitam se prepara para ser transformado em quartos para alugar a quem visita Portugal, despejando os condóminos. Os contratos fraudulentos, os enganos e o caos da mudança que acabam por unir quem se gosta a favor do amor, da amizade, carinho e cuidados de uns para com outros numa sociedade cada vez mais individualista. 

24
Abr16

Maria Rueff na Caixa, com Certeza

O Informador

Alguém já viu o novo anúncio da Caixa Geral de Depósitos? Maria Rueff é o rosto da instituição bancária e sinceramente, embora adore a Maria, não percebo esta escolha! Vejo que os vários anúncios que estão no ar requeriam uma viragem para os lados da comédia, mas a escolha de Rueff não me entra na cabeça!

A Maria Rueff está na Caixa, com Certeza nesta campanha de 2016, mas não a vejo na Caixa, com Certeza, isto talvez porque naquele papel muito mais rapidamente via outras figuras da nossa praça, com uma maior presença televisiva e que causam um maior impacto, sem esquecer o rigor que é necessário neste caso!

30
Set15

Vencedores de Lar Doce Lar

O Informador

O espetáculo Lar Doce Lar está de regresso ao Porto para encher o Teatro Sá da Bandeira de boa disposição! Como acredito que rir é um dos melhores remédios para tudo nesta vida e como gosto de partilhar com todos bons momentos, lancei com a Força de Produção o passatempo que dava a oportunidade de vencerem bilhetes duplos para a sessão de estreia da mini temporada deste espetáculo a que adorei assistir! Com Maria Rueff e Joaquim Monchique em palco, em Lar Doce Lar o público é convidado a entrar numa residência para seniores onde tudo e mais alguma coisa acontece às variadas personagens que vão entrando e saindo de cena!

 

28
Set15

Bilhetes para Lar Doce Lar (01-10-2015)

O Informador

Lar doce lar sá da bandeira.jpg

Após encherem o Casino Lisboa por mais que uma temporada e de já terem andado pelo Porto, chegou a hora de Maria Rueff e Joaquim Monchique voltarem com Lar Doce Lar ao Teatro Sá da Bandeira. 

De 1 a 11 de Outubro o espetáculo que tem conquistado o público e a critica pelos últimos anos está de regresso ao Norte após a conquista de mais de 125 mil espetadores por todo o país. Uma comédia bem divertida onde os dois atores desempenham várias personagens que se inserem num ambiente de um residência para séniores onde tudo e mais alguma coisa acontece. 

Como assisti e aconselho, tenho agora três convites duplos para oferecer aos leitores do blog que têm assim a oportunidade de ver este espetáculo no dia do regresso, 1 de Outubro pelas 21h30, ao Porto onde já foi bem recebido por outras alturas. 

Maria Rueff e Joaquim Monchique deixaram mais de 100 mil espectadores, por todo o país, incrédulos e desconcertados por tanto se rirem, num espectáculo que transformou a comédia num bem de primeira necessidade: "Lar Doce Lar".

Com um desempenho notável, os dois actores são os fantásticos protagonistas deste grande êxito que nos convida a mergulhar no mundo de uma residência para séniores de uma forma hilariante e, ao mesmo tempo, ternurenta.

Chegou a hora de permitir aos muitos que não conseguiram ver este excelente espectáculo, ou mesmo àqueles que não se cansam de o ver e rever!

Maria Rueff e Joaquim Monchique, com grande generosidade e muito talento, ensinam-nos a sonhar e a olhar para a vida com uma alegria que só um finíssimo sentido de humor pode causar.

Texto A partir de " O Que Importa É Que Sejam Felizes!" de Luísa Costa Gomes

Com Maria Rueff e Joaquim Monchique

Encenação António Pires

Cenário F. Ribeiro

Figurinos Dino Alves

Desenho de Luz Paulo Sabino

 

TEATRO SÁ DA BANDEIRA

1 A 11 de OUTUBRO

5ª a sábado: 21h30 I Domingos: 17h

Preços: a partir de 8€ 

Este passatempo vai decorrer até às 19h00 de 30 de Setembro e para se habilitarem a um dos bilhetes duplos que tenho para sortear só têm de:

  • Fazer Gosto nas páginas de Facebook d' O Informador e da Força de Produção.
  • Partilhar este post. 
  • Preencher o formulário que se segue onde só é permitida uma participação por endereço de e-mail.

24
Jun15

Vencedores de Lar Doce Lar

O Informador

Sexta-feira assinala o regresso do espetáculo Lar Doce Lar aos palcos nacionais, mais concretamente ao Auditório dos Oceanos do Casino Lisboa. Como vi anteriormente a peça e adorei ver as excelentes interpretações de Maria Rueff e Joaquim Monchique, consegui fazer com que quatro de vocês fossem agora ter a experiência que outrora foi minha. Como tal e com o apoio da Força de Produção tive em passatempo quatro bilhetes duplos para Lar Doce Lar, sessão de Sexta-feira, 26. Chegou então a altura de revelar o nome dos sorteados que irão assistir a esta comédia que consegue contagiar toda a plateia do início ao fim de cada sessão. 

  • Edite Rocha
  • Maria do Rosario Carvalho
  • Ana Colmonero
  • Paulo Reis
11
Jun15

Bilhetes para Lar Doce Lar

O Informador

Uns meses depois do grande sucesso que foi a primeira temporada de Lar Doce Lar, Maria Rueff e Joaquim Monchique estão de volta ao Auditório dos Oceanos, no Casino Lisboa, com este fantástico espetáculo que retoma as sessões a 26 de Junho. Como vi e aconselho, tenho bilhetes duplos para oferecer para a (re)estreia desta peça que consegue arrancar muitas garganhadas do início ao fim. 

lardocelar.jpg

Maria Rueff e Joaquim Monchique deixaram mais de 100 mil espectadores, por todo o país, incrédulos e desconcertados por tanto se rirem, num espectáculo que transformou a comédia num bem de primeira necessidade: "Lar Doce Lar".
Com um desempenho notável, os dois actores são os fantásticos protagonistas deste grande êxito que nos convida a mergulhar no mundo de uma residência para séniores de uma forma hilariante e, ao mesmo tempo, ternurenta.
Chegou a hora de permitir aos muitos que não conseguiram ver este excelente espectáculo, ou mesmo àqueles que não se cansam de o ver e rever!
Maria Rueff e Joaquim Monchique, com grande generosidade e muito talento, ensinam-nos a sonhar e a olhar para a vida com uma alegria que só um finíssimo sentido de humor pode causar.

Texto: a partir de " O Que Importa É Que Sejam Felizes!", de Luísa Costa Gomes
Com: Maria Rueff e Joaquim Monchique
Encenação: António Pires
Cenário: F. Ribeiro
Figurinos: Dino Alves
Desenho de luz: Paulo Sabino

Este passatempo vai decorrer até às 19h00 de 24 de Junho e para se habilitarem a um dos bilhetes duplos que tenho para sortear só têm de:

  • Fazer Gosto nas páginas de Facebook d' O Informador e da Força de Produção.
  • Partilhar este post. 
  • Preencher o formulário que se segue onde só é permitida uma participação por endereço de e-mail.

25
Jun14

Mulheres

O Informador

Mulheres, a novela que conta com sete atrizes nos papéis principais, inspirada num produto internacional de sucesso, chegou há poucas semanas ao final do serão da TVI. Se na altura a direcção do canal foi criticada por colocar um novo produto de ficção nacional no horário da meia noite, hoje nota-se que a decisão tomada foi a correcta. Além disso, eu estou viciado nesta novela onde sete protagonistas cruzam os seus destinos e mostram as suas vidas bem diferentes entre si!

Com Sofia Alves, Jessica Athayde, Susana Arrais, Fernanda Serrano, Maria Rueff, Paula Lobo Antunes e Gabriela Barros nos papéis principais, nesta produção da Plural o tempo decorrido durante um episódio passa a correr, não se dando por isso que quase uma hora decorre entre o início e o fim, existindo logo aí um sinal que a trama tem uma história que se desenrola facilmente, sempre com novos motivos de atracção. As interpretações de todo o elenco, mesmo contado com os jovens até agora quase desconhecidos, estão perfeitas e nota-se que a novela foi pensada e tem sido feita mesmo para o horário onde foi encaixada dentro da programação do canal. Com temas fortes como o cancro, a violência doméstica, o álcool e os inúmeros problemas conjugais e profissionais, Mulheres é uma novela que deixará marcas no panorama audiovisual, tendo todo um conjunto perfeito para mais um avanço no que se tem feito em Portugal a favor da representação. Não é um produto com vilões no centro da acção, tendo uma história forte e calma ao mesmo tempo, com uma imagem urbana e uma banda sonora romântica inspiradora.

Tenho acompanhado esta novela desde o seu episódio de estreia e tenho mesmo adorado ver que Mulheres é um produto que explora na perfeição os sentimentos das suas personagens, mostrando as vidas e reacções que qualquer pessoa comum vai tendo perante as barreiras que lhe vão sendo impostas ao longo do tempo.

Personagens comuns numa novela que retrata a vida de qualquer pessoa com quem me posso cruzar ao virar da esquina, não existindo uma grande heroína ou vilã que distorcem da realidade como na maioria das produções acontece. Estou rendido a estas Mulheres e espero que a sua produção se mantenha perfeita e que a novela não se fique pelos episódios previstos porque aqui existe muito para explorar e com qualidade!

banner mrec exames nacionais e provas de aferição

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Comentários recentes

Pesquisar

Atual Leitura
Top mais vendidos Wook