Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

Banner billboard Saldos 2019
27
Nov18

60 anos recordados pela desigualdade

| O Informador

nestum.jpg

A marca Nestum nasceu em 1958, estando a completar os seus 60 anos, data que está a ser celebrada com a implementação na embalagem da imagem original que foi lançada aquando dos primeiros anos de Nestum no mercado. Ao longo dos últimos anos, talvez por influência do avô que sempre apreciou estes cereais ao pequeno almoço, ter uma caixa de Nestum cá por casa é praticamente obrigatório e por estes dias reparei no apontamento sobre as figuras que estão na embalagem, onde as mulheres tratavam dos filhos e nem sinal de um homem a ajudar as crianças a tomarem a sua refeição.

Se olharmos bem, nem é preciso reparar assim tanto, na embalagem celebrativa é possível ver duas crianças a tomarem a sua refeição pela mão de duas mulheres. Com sessenta anos em cima seria normal existir a ideia de que só as mulheres davam comida e tratavam das crianças da casa na altura, mas agora isto não faz de todo sentido. Não é um pouco descabido terem recorrido a uma imagem destas para celebrarem, justamente numa altura em que as diferenças e o femininos estão tão na ordem do dia? Os direitos e deveres de um casal não são iguais? Décadas atrás tudo era visto de forma diferente e as coisas aconteciam desse mesmo modo, mas agora não, esta imagem é para assinalar uma data histórica da marca, no entanto vai contra a prática dos dias que correm, em que todos somos iguais e não são as mulheres que têm exclusivamente de ficar em casa a tratar da educação das crianças. 

31
Jan18

Café que não convence

| O Informador

l'or.148

Sou consumidor de café, apreciador de cafeína, no entanto existem produtos no mercado que prometem muito, com preços mais elevados e depois acabam por se revelar um fracasso em termos de sabor e qualidade quando comparado com a marca original que dá o nome à máquina que possuo, uma Nespresso, dos primeiros modelos que foram lançados em Portugal, e mesmo com outros produtos lançados no mercado com compatibilidade.

Ao longo dos dez anos em que tenho máquina de café em casa, sempre a mesma e sem qualquer tipo de avaria, tenho experimentado várias marcas com cápsulas compatíveis, gostando mais de umas do que de outras, preferindo um café mais puro e com creme. Tenho que revelar que as minhas preferências andam um pouco pelos originais da Nespresso, os lançamentos compatíveis da Nicola e as mais recentes cápsulas de alumínio da marca Continente, não a gama mais antiga, mas um novo segmento que foi lançado há bem pouco tempo, mais caro e com um sabor mais apurado. 

Tenho preferência por estas três marcas, no entanto sou adepto a testar o que vai sendo lançado no mercado e uma vez que apanhei as caras cápsulas da L'Or em promoção um dia destes, resolvi comprar um pacote com dez unidades e ao primeiro café ingerido só vos tenho a dizer que prometem muito com uma boa imagem e um preço elevado mas que no final não fornecem um bom produto ao consumidor. Arrumei por completo o café da L'Or para as máquinas Nespresso, deixando agora as cápsulas que sobram para consumir e sabendo que não irei comprar mais.

06
Nov17

Le Coq Sportif? Pode ser!

| O Informador

Sabem que ontem, 5 de Novembro, fiz anos? Pois é, completei o meu 31º Aniversário e ainda ando a ver presentes que poderia ter recebido de bom grado. Neste momento acho que quero tudo o que é de roupa, mas uns bons ténis também seriam bem-vindos, como tal faço por aqui uma escolha dentro das últimas novidades da Le Coq Sportif para ver se me calha alguma coisa!

Podem ser os primeiros, os segundos, terceiros e por ai em diante porque qualquer um faz sentido dentro dos meus gostos, para diferentes alturas, épocas do ano e ocasiões!

Vá, não sejam forretas e comprem também o vosso modelo favorito porque o que é bom e giro nem sempre continua disponível por muito tempo!

22
Out17

Acabei de descobrir a Petrol Industries

| O Informador

Existem tantas marcas neste mercado que muitas vezes passam-nos ao lado! Há uns dias descobri a Petrol Industries, uma marca de roupa que começa aos poucos a entrar no nosso mercado através do mundo online e que reflete um pouco o modo descontraído que muitos de nós procuramos ter nos momentos livres e sem a pressão da formalidade que muitas vezes somos obrigados a seguir no dia-a-dia laboral. 

Dos mais novos aos mais velhos, a Petrol Industries parece ter modelos para todos os gostos e feitios, mas confesso que fiquei um pouco mais interessado nos casacos e camisolas de inverno por irem de encontro aos meus gostos pessoais através da cor e dos cortes mais adaptados ao corpo!

21
Set17

Adidas, para que te quero?!

| O Informador

Os novos modelos da Adidas não só estão dentro do que tem sido apresentado pela marca ao longo dos últimos anos como continuam a deixar-me a desejar uma visita a uma loja e ficar de saco cheio, ou melhor, carrinho cheio com um par de cada modelo masculino dentro do género que me tem sido familiar, os modelos Casual.

Adoro a contínua aposta neste segmento da Adidas e embora existam modelos que de ano para ano não vejam grandes alterações, existem sempre as novidades com cores e pequenos apontamentos que fazem a diferença.

O Natal ainda não está próximo, mas estou aqui a deixar a dica para que uns Adidas Casual em tons de preto ou azul escuro venham cá ter porque preciso mesmo de ter uns novos ténis no final do ano.

31
Jul17

Uma questão de moda!

| O Informador

Não sei se ando com uns gostos um pouco trocados em relação ao que está na moda, mas na verdade ao entrar emv várias lojas onde costumo comprar peças de roupa consigo deparar-me com um problema... Não encontro nada que satisfaça os meus desejos!

Sinto que deverei andar um pouco esquisito no ato da compra de roupa! Trapos que tapam o tronco ainda vou encontrando um ou outro que me consigam chamar a atenção, mas não como há uns anos. Agora no que toca a calças é que o problema consegue ser bem mais abrangente. Não consigo encontrar um modelo de calças em que olhe e diga «são estas». Não sei se as grandes marcas estão com um grande problema de criação para só lançarem coleções semelhantes umas das outras, com modelos direitos ou então estreitos com ganga elástica. É o chamado oito ou oitenta o que encontro neste momento em lojas como Zara, Pull&Bear, Springfield e por ai fora.

Na verdade todas as lojas destas grandes marcas com estilos semelhantes estão a ficar bem iguais entre si. Modelos praticamente idênticos onde uma risca distância uma camisola da Pull&Bear da Zara, umas calças de ganga elástica onde uma marca faz a diferença entre Springfield e Pull&Bear. Os fornecedores deverão recorrer às mesmas fábricas e depois o que aparece para venda é vira o disco e toca o mesmo, com a moda a ter destaque e a derrubar os modelos talvez mais normais com apontamentos que os vão distinguindo. A moda agora é o elástico apertado ou o modelo direito e quem não gosta não compra nada.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Não que seja a prática a recomendar obviamente o q...

  • Sofia

    A letra de médico no geral é ilegível! As empresas...

  • O Informador

    No campo profissional acho que sempre consegui man...

  • Sofia

    A nível pessoal tens o.pode de decisão de deixar a...

  • O Informador

    Quando não tenho empatia inicial na vida não tento...

Mensagens

Pesquisar