Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

wook-natal-billboard

Os mais novos e os tempos livres

01
Jun19

jbnet.jpg

 

Dia Mundial da Criança é sempre motivo para celebrar com os mais novos e aproveitar as iniciativas que vão sendo lançadas por autarquias e organizações como forma de festejar este dia dedicado aos mais novos. 

Sendo sempre bom relembrar o que nem devia ser chamado a atenção, que todos os dias são importantes para se dar atenção aos outros, onde se incluem os mais novos, o essencial é valorizar e preservar sempre o bem-estar das crianças, criando um bom ambiente, sabendo estar educando, incentivando e ensinando para uma boa ajuda no seu crescimento. Em tempos escolares ou férias, sempre há que incentivar também os mais novos a terem as suas próprias responsabilidades e atividades em casa ou fora dela para que não se tornem em jovens fechados e adultos frustrados. 

Como forma de incentivar o lazer nos tempos livres, a JB tem os produtos ideais para ocupar em boa forma crianças e adultos em atividades familiares e lúdicas. Tendo no seu catálogo diversas marcas viradas para a educação, literatura, escritório, jogos e brinquedos, como é o caso da Panini e da Primo, várias são as ofertas disponíveis e que podem ser adquiridas de forma online e numa encomenda rápida que dentro de poucos dias é entregue e pode de imediato ser utilizada. 

 

A marca não faz o boneco

27
Abr19

marcas.jpg

Nos tempos que correm existem pessoas fascinadas pelas marcas que até enjoa. No entanto se formos analisar,  o que conta mesmo no topo do boneco composto? O que está no ser interior ou no que é visto de forma supérflua exteriormente?

É a marca do sapato, da camisa e das calças, o carro e até a comida, tudo, para certas e determinadas pessoas, circula em função das marcas. «Só compro esta marca!», «Já reparaste na nova coleção da marca de camisas que uso?» ou então, «Estou a pensar comprar o novo modelo da marca x e vender o que tenho - que é da mesma marca -, por já estar ultrapassado!». Sim, queridos gabarolas, poder de compra não vale tudo e coloquem bem isso nas vossas mentes. 

Podem comprar tudo e qualquer coisa para continuarem a alimentar as futilidades que mantém pelas vossas vidas, no entanto a conquista do Eu individual não consegue ser adquirida com a passagem de um cartão de crédito. É necessário tempo, cabeça e vontade para se conseguir atingir o limiar exato que demonstra quem é quem e a personalidade única de cada um. Não vale a pena andarem a copiarem-se uns aos outros, porque se um corta o cabelo, vai tudo cortar, se alguém compra um automóvel novo, segue tudo atrás. Com que necessidade minha gente? Não é a quantidade e a vontade de mostrar ter mais que os outros que nos dão a felicidade. Sejam muito com pouco e perceberão que mais rapidamente conseguem viver em paz, sem a necessidade de andar em modo vigilantes a perceberem que «a galinha da vizinha é melhor que a minha».

És blogger? Deixa aqui a tua marca!

22
Fev19

blog.jpg

O desafio desta vez é bem simples e destinado a bloggers que se assumem como tal! Que tal partilharem por aqui um pouco do vosso espaço online?

O que pretendo que façam para vos ficar a conhecer um pouco melhor e também para se apresentarem a outros bloggers que passem por aqui é muito fácil. Estão a ver lá em baixo a caixa de comentários? Que tal deixarem um comentário com o link do vosso blog e se quiserem uma breve descrição geral do que por lá vão partilhando?

60 anos recordados pela desigualdade

27
Nov18

nestum.jpg

A marca Nestum nasceu em 1958, estando a completar os seus 60 anos, data que está a ser celebrada com a implementação na embalagem da imagem original que foi lançada aquando dos primeiros anos de Nestum no mercado. Ao longo dos últimos anos, talvez por influência do avô que sempre apreciou estes cereais ao pequeno almoço, ter uma caixa de Nestum cá por casa é praticamente obrigatório e por estes dias reparei no apontamento sobre as figuras que estão na embalagem, onde as mulheres tratavam dos filhos e nem sinal de um homem a ajudar as crianças a tomarem a sua refeição.

Se olharmos bem, nem é preciso reparar assim tanto, na embalagem celebrativa é possível ver duas crianças a tomarem a sua refeição pela mão de duas mulheres. Com sessenta anos em cima seria normal existir a ideia de que só as mulheres davam comida e tratavam das crianças da casa na altura, mas agora isto não faz de todo sentido. Não é um pouco descabido terem recorrido a uma imagem destas para celebrarem, justamente numa altura em que as diferenças e o femininos estão tão na ordem do dia? Os direitos e deveres de um casal não são iguais? Décadas atrás tudo era visto de forma diferente e as coisas aconteciam desse mesmo modo, mas agora não, esta imagem é para assinalar uma data histórica da marca, no entanto vai contra a prática dos dias que correm, em que todos somos iguais e não são as mulheres que têm exclusivamente de ficar em casa a tratar da educação das crianças. 

Café que não convence

31
Jan18

l'or.148

Sou consumidor de café, apreciador de cafeína, no entanto existem produtos no mercado que prometem muito, com preços mais elevados e depois acabam por se revelar um fracasso em termos de sabor e qualidade quando comparado com a marca original que dá o nome à máquina que possuo, uma Nespresso, dos primeiros modelos que foram lançados em Portugal, e mesmo com outros produtos lançados no mercado com compatibilidade.

Ao longo dos dez anos em que tenho máquina de café em casa, sempre a mesma e sem qualquer tipo de avaria, tenho experimentado várias marcas com cápsulas compatíveis, gostando mais de umas do que de outras, preferindo um café mais puro e com creme. Tenho que revelar que as minhas preferências andam um pouco pelos originais da Nespresso, os lançamentos compatíveis da Nicola e as mais recentes cápsulas de alumínio da marca Continente, não a gama mais antiga, mas um novo segmento que foi lançado há bem pouco tempo, mais caro e com um sabor mais apurado. 

Tenho preferência por estas três marcas, no entanto sou adepto a testar o que vai sendo lançado no mercado e uma vez que apanhei as caras cápsulas da L'Or em promoção um dia destes, resolvi comprar um pacote com dez unidades e ao primeiro café ingerido só vos tenho a dizer que prometem muito com uma boa imagem e um preço elevado mas que no final não fornecem um bom produto ao consumidor. Arrumei por completo o café da L'Or para as máquinas Nespresso, deixando agora as cápsulas que sobram para consumir e sabendo que não irei comprar mais.

Le Coq Sportif? Pode ser!

06
Nov17

Sabem que ontem, 5 de Novembro, fiz anos? Pois é, completei o meu 31º Aniversário e ainda ando a ver presentes que poderia ter recebido de bom grado. Neste momento acho que quero tudo o que é de roupa, mas uns bons ténis também seriam bem-vindos, como tal faço por aqui uma escolha dentro das últimas novidades da Le Coq Sportif para ver se me calha alguma coisa!

Podem ser os primeiros, os segundos, terceiros e por ai em diante porque qualquer um faz sentido dentro dos meus gostos, para diferentes alturas, épocas do ano e ocasiões!

Vá, não sejam forretas e comprem também o vosso modelo favorito porque o que é bom e giro nem sempre continua disponível por muito tempo!

Acabei de descobrir a Petrol Industries

22
Out17

Existem tantas marcas neste mercado que muitas vezes passam-nos ao lado! Há uns dias descobri a Petrol Industries, uma marca de roupa que começa aos poucos a entrar no nosso mercado através do mundo online e que reflete um pouco o modo descontraído que muitos de nós procuramos ter nos momentos livres e sem a pressão da formalidade que muitas vezes somos obrigados a seguir no dia-a-dia laboral. 

Dos mais novos aos mais velhos, a Petrol Industries parece ter modelos para todos os gostos e feitios, mas confesso que fiquei um pouco mais interessado nos casacos e camisolas de inverno por irem de encontro aos meus gostos pessoais através da cor e dos cortes mais adaptados ao corpo!