Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

autores-billboard

A Morte do Papa | Nuno Nepomuceno

Cultura Editora

Publicado por O Informador, 17.01.20

a morte do papa.jpg

 

Título: A Morte do Papa

Autor: Nuno Nepomuceno

Editora: Cultura Editora

Edição: 1ª Edição

Lançamento: Janeiro de 2020

Páginas: 352

ISBN: 978-989-8979-40-7

Classificação: 5 em 5

 

Sinopse: Uma freira e dois cardeais encontram o corpo sem vida do Papa sentado na cama, com as mangas da roupa destruídas, os óculos no rosto e um livro nas mãos. O mundo reage com choque, sobretudo, quando Pedro, um delator em parte incerta, regressa à ribalta e contraria a versão oficial. Porém, tudo muda quando imagens de  um escritor famoso vêm à tona, colocando-o na cena do crime.

Enquanto as dúvidas se instalam, um jornalista dedica-se à investigação do desaparecimento de uma adolescente. Mas eis que um recado é deixado na redação da Radio Vaticana. Com a ajuda de um professor universitário e da sua intrépida esposa, os três lançam-se numa demanda chocante pela verdade. O corpo da jovem está no local para onde aponta o anjo.

Pleno de reviravoltas e volte-faces surpreendentes, intimista e apaixonante, inspirado em factos reais, A Morte do Papa conduz-nos até um dos maiores mistérios da história da Igreja Católica, a morte de João Paulo I. Tendo como base os cenários únicos da Cidade do Vaticano, este é um thriller religioso arrebatador, de leitura compulsiva, e igualmente uma incursão perturbadora num mundo onde a ambição humana desafia o poder de Deus.

 

Opinião: Parece começar a ser cliché, mas não consigo ler um livro de Nuno Nepomuceno sem admitir o quanto é bom ter a oportunidade de conhecer a obra de um dos nomes fortes da literatura nacional nos tempos que correm. Mais uma vez a capacidade do autor de surpreender com um bom enredo foi superada e após os sucessos que me prenderam nos últimos anos, agora foi a vez de A Morte do Papa de chegar, conquistar e ficar desde logo entre os preferidos do ano, que ainda mal começou. 

Pegando no já conhecido professor Afonso Catalão e na sua mulher, a jornalista Diana, para que juntos protagonizem um thriller religioso recheado de suspense e mistério. Nesta obra a ficção atual faz uso de uma realidade com anos, cruzando histórias, tempos e personagens num mundo existente mas onde tudo é transformado numa pura criação onde Nepomuceno como que recria a morte do Papa João Paulo I nos tempos modernos e perante o nome da sua criação, o Papa Mateus I. 

Encontrado morto após 33 dias de ser eleito, o enredo desta obra arranca quando o anúncio da morte do Papa surge pela imprensa. A partir daí a trama desenrola-se para se cruzar com o misterioso desaparecimento antigo de uma jovem de 15 anos. O jornalista Paolo investiga o desaparecimento de Gabriella, já Diana encontra-se curiosa com a morte do Papa Mateus I. Duas histórias semelhantes ao que é contado de outros tempos e que neste livro se cruzam de tal maneira que conseguem agradar ao longo de toda a leitura. 

Rita Pereira decotada nos MTVEma

Publicado por O Informador, 13.11.17

rita pereira decote.jpg

Rita Pereira quando quer sabe dar nas vistas e mais uma vez a atriz voltou a marcar posição com o seu bem destacado decote pela passadeira vermelha dos MTV Europe Music Award (EMA), que se realizou em Londres.

A rosto da TVI escolheu um macacão preto com várias transparências, de costas abertas e um decote em V para se apresentar perante o convite feito pela MTV Portugal para ser uma das representantes nacionais a marcar presença na gala. A atriz mostrou a sua boa forma fisíca pela Arena Wembley e as redes sociais rapidamente começaram a ter Rita Pereira como um dos nomes de destaque graças ao decote apresentado pela estrela portuguesa que fez suspirar os internautas de todo o Mundo que não se fizeram rogados através de comentários de elogio à boa forma física da atriz. 

Crimes, de Londres para Barcelos

Publicado por O Informador, 24.03.17

O Mundo voltou a abanar com o ataque desta semana em Londres onde várias pessoas morreram e umas tantas outras ficaram feridas por um louco que a conduzir e depois de faca na mão atacou quem lhe apareceu pela frente assumindo que se tratava de mais um ato de terrorismo. Cinco pessoas morreram com este crime que voltou a colocar as ameaças mundiais de novo em alerta. Hoje, dois dias depois, em Portugal, um individuo aparentemente com alguns problemas psicológicos atacou quatro pessoas de forma mortal, estando uma delas grávida de sete meses.

Locais diferentes e histórias diferentes com a mesma quantidade de mortos. Um ser que através das suas crenças tenta mudar o Mundo e chama a atenção para tal faz manchetes mundiais com isso e um louco que sai de casa para matar propositadamente as pessoas que se opuseram um dia à sua vontade é somente notícia nacional. O mesmo número de mortos com uma disparidade enorme de influência social. 

Embora tudo se resuma a crimes e mortes, um atentado é sempre um atentado que mete medo, mesmo que a maioria afirme que luta contra isso, o que não acredito. Existirá sempre receio que estes atos continuem a aumentar e que aconteçam cada vez com uma maior proximidade de nós. No outro caso são problemas pessoais que levam a comportamentos sancionados socialmente. Matou e entregou-se. Errou, assustou uma pequena população que se encontra agora de luto por cinco seres que faziam a sua vida como sempre. Se tinham culpas? Tantas como as vitimas de Londres. Nenhumas!

Londres e o Mundo, de novo em alerta!

Publicado por O Informador, 22.03.17

londres.jpg

Londres está de novo debaixo de fogo com os terroristas a darem sinais de vida com um novo ataque junto ao parlamento britânico. Cinco mortos e quarenta feridos através de atropelamentos e esfaqueamentos entre a ponte de Westminster e o parlamento. 

Sempre iremos viver com o medo instalado. Outrora volta e meia éramos aterrorizados com atentados de forma espaçada, de anos a anos, e com menos gravidade, mas agora e desde que o 11 de Setembro aconteceu que o Mundo mudou. Consecutivamente somos atingidos com homicidas em série que estudam pormenorizadamente o que fazer para causar o terror com várias mortes num só local para que todos fiquem em alerta.

Estes momentos cada vez mais constantes voltam sempre a colocar o sensor pessoal em alerta, pelo menos é assim que funciono, com estas notícias. Os receios de frequentar locais com uma maior quantidade de pessoas e propícios a que este tipo de atentados aconteçam voltam a surgir e quando tudo parece começar a ficar esquecido lá voltamos a ser confrontados com algo do género.

Objeto enlouquece mundo online

Publicado por O Informador, 26.07.15

ng4486195.jpg

Este mundo online é cada vez mais complexo! Um dos temas do momento é o objeto mistério que uma jovem transporta consigo numa mochila por uma estação do sul de Londres.

Uns dizem tratar-se de um brinquedo sexual, outros há que pensam ser um guarda-chuva, uma arma laser também está entre as sugestões, sendo certo que as teorias continuam. Cá para mim é uma flauta, tenha ela o significado que tiver para a moça!

A intenção é também fazer com que a imagem chegue à loura que a protagonizou com o objetivo que a mesma revele o que esconde com o rabo de fora a sua mochila.