Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

12
Jan19

Biblioteca na árvore

| O Informador

biblioteca na árvore.jpg

O projeto internacional de pequenas bibliotecas partilhadas, Little Free Library, ganhou há pouco tempo uma nova biblioteca que resultou dos restos de uma árvore morta num jardim privado de uma casa em Coeur d'Alene, no estado de Idaho, nos EUA. Após deixar de dar sombra, o proprietário da árvore, Sharalee Howard resolveu transformar o que restou numa biblioteca, dando-lhe uma nova vida e criando um cenário que encanta leitores e viajantes que passam pelo local. 

A proprietária na sua página de Facebook explica que «Tivemos que remover uma árvore enorme que já tinha 110 anos, então decidi transforma-la numa Little Free Library, algo que sempre quis fazer», revelando assim que a ideia já havia sido pensada, aliando neste caso a necessidade de retirarem a árvore com a vontade e gosto pelos livros e pela leitura partilhada. 

Os ramos e folhas foram removidos para darem lugar ao telhado, no interior o que restou tornou-se oco, tendo sido colocada uma porta de vidro, várias prateleiras e os livros tão importantes para este projeto pessoal que serve a comunidade na troca e divulgação de literatura.

03
Mar18

Literatura de Luto

| O Informador

livraria miguel de carvalho.jpg

O ano parece que ainda mal começou e em Portugal já são três as livrarias com história que fecharam portas. Agora é a vez da Miguel de Carvalho, situada na zona baixa da cidade de Coimbra, a anunciar que só estará aberta até ao final do presente mês de Março.

Após a Leitura, no Porto, e a Pó dos Livros e Aillaud & Lellos, em Lisboa, terem encerrado portas, agora é a vez da histórica Miguel de Carvalho. Foi o proprietário do espaço, o próprio Miguel de Carvalho, que anunciou pelas redes sociais da livraria que o espaço está prestes a fechar. «Venho por este meio anunciar o encerramento das portas desta livraria a partir de 31 de Março, portas estas que, ao longo de três espaços comerciais, permitiram atividade livresca desde 1994», sendo assim que o longo e sentido anúncio se inicia. Passando por três espaços distintos ao longo do tempo, a Miguel de Carvalho fechará as suas portas físicas, mas o projeto não morre, continuando de forma online com as suas vendas e também com a organização de eventos. 

Mais uma livraria histórica a encerrar em Portugal, ficando a nossa Literatura de Luto por perder espaços onde as palavras são o sentido de cada vida que não passa pela entrada sem espreitar o interior de um espaço feito ao longo do tempo. Na saída e após a visita, o leitor sai bem acompanhado para horas e dias de viagens por obras com alma. 

29
Mai15

Atenção livreiros

| O Informador

O que passará pela cabeça de quem está à frente de uma livraria para colocar etiquetas com os preços nos livros daquelas que custam a sair e ainda deixam marca no produto? A sério mesmo que os senhores não fazem o teste e não pensam em colocar etiquetas que sejam facilmente retiráveis e sem deixar qualquer marca?

São as etiquetas dos preços que são colocadas pelos livreiros e aquelas famosas chamadas de atenção de capa a revelarem que o livro já conta com várias edições. Livrarias, distribuidores e editoras é tudo farinha do mesmo saco no que toca a colar tudo e mais alguma coisa nos livros para que vendam e fiquem com mais alguma coisa chamativa perante os futuros compradores.

04
Out14

Curso de escrita pela Inês Pedrosa

| O Informador

Inês Pedrosa, a autora de Fazes-me Falta e Dentro de Ti Ver o Mar vai, pela primeira vez, partilhar os seus métodos de criação literária. Será no espaço Leya na Buchholz, em Lisboa, que o Curso de Escrita Ficcional vai ter lugar, a partir de dia 13 de Outubro!

Tendo sido elaborado para atrair quem gosta de ler e escrever e para quem quer começar um trabalho de escrita mais elaborado, a autora vai através de seis sessões de hora e meia, em todas as segundas-feiras, orientar este curso. Dando uma oportunidade de aprendizagem e de aprofundamento individual dos participantes, nestas sessões existirá também um apoio na selecção das leituras pessoais, ajudando ao desenvolvimento das capacidades de pensamento e escrita de cada um.

As inscrições já estão a decorrer em www.inespedrosa.com ou na livraria onde o curso vai ser leccionado, tendo um valor de 250 euros, com desconto para quem se inscrever até dia 6 de Outubro. Os participantes do curso receberão como oferta um exemplar do livro Novas Cartas Portuguesas, de Maria Teresa Horta, Maria Isabel Barreno e Maria Velho da Costa, com organização e anotações de Ana Luísa Amaral, numa edição Dom Quixote.

Ao longo do curso, Inês Pedrosa abordará obras de referência como Dom Quixote de La Mancha, Anna Karenina , Madame Bovary, Os Maias, A Queda de Um Anjo, Livro do Desassossego, O Delfim e O Amor nos Tempos de Cólera, entre outras. A escritora colocará ainda temas como o estilo, a busca de uma voz, as potenciais fontes da ficção, a construção de personagens, a acção, a intriga e o suspense, os géneros e trans-géneros em análise ao longo das sessões. No final será atribuído um certificado de participação assinado pela sua organizadora e responsável.

Uma iniciativa interessante e que ainda pensei frequentar, no entanto deixarei passar esta oportunidade e esperarei pela próxima que após o término desta primeira fase não deverá tardar!

Boas aprendizagens para todos e que este tipo de cursos comecem a ganhar destaque nas livrarias e pontos de referência para que o futuro seja construído com maiores bases culturais!

01
Ago13

Livraria em Igreja

| O Informador

Igreja ou LivrariaÓbidos, a conhecida vila que realiza o Festival do Chocolate, a Feira Medieval e a Vila Natal todos os anos, tem algo fora do vulgar... Uma igreja que foi transformada em livraria. Uma coisa estranha e que não é aceite pelos mais religiosos!

Esta igreja, situada mesmo no centro da vila e antes da entrada nas muralhas do castelo já não serve os fins religiosos, tendo-se transformado numa livraria fora do comum mas com um ambiente que deixa os seus visitantes curiosos e com vontade de saberem a razão deste espaço se ter transformado em algo para que não estava destinado.

No seu exterior, tudo está como igreja, já no seu interior, só mesmo a estrutura se mantém, porque os altares estão lá para serem ocupados não por peças religiosas mas sim por corridos bancos ou cadeiras e algumas mesas onde se pode colocar a leitura em dia. Um piano no seu centro também existe, tal como uma longa estante cheia de artifícios para que os visitantes da agora livraria possam andar pelo espaço à descoberta do que procuram realmente. Com um primeiro andar feito recentemente para poder abarcar um maior número de exemplares, este espaço remodelado cria alguma incerteza a quem o conhece.

Só entrei nesta antiga igreja e atual livraria pela curiosidade da transformação do espaço e embora não seja tão religioso assim, tenho que confessar que me fez alguma espécie ver esta realidade um pouco impensável pela minha mente. Como pode uma antiga igreja ter no seu interior tantos livros que falam do pecado e do mal? Uma boa questão!

17
Jun13

LxFactory

| O Informador

Pela primeira vez fui ao LxFactory e adorei o espaço, o ambiente e as pessoas que por lá andam, tanto em termos de vendedores com os seus espaços, como os visitantes em busca de bons e surpreendentes produtos que talvez não sejam assim tão fáceis de encontrar em outros locais.

Lojas diferentes com artigos também diferentes, cafés e restaurantes arrojados e com ideias fora do comum e depois a feira dos produtos caseiros pela rua central deste espaço lisboeta. Mas o que mais me chamou a atenção foi mesmo a livraria Ler Devagar com toda a sua magia num local onde se podem comprar as novidades literárias e onde se juntam livros já com alguns anos com uma arquitectura imaginável de uma fábrica de outros tempos. Mas isto não é tudo, porque na Ler Devagar ainda existe espaço para nos sentarmos a lanchar e, para quem gosta de fumar, o que não é o meu caso, pode dar-se ao luxo de o poder fazer entre os livros. Não, não é mentira... Quem quiser pode andar a fumar dentro da livraria enquanto pesquisa a sua próxima leitura ou toma um café acompanhado por um belo bolo.

Sem dúvida que o LxFactory é um local onde se podem passar bons momentos de descontracção porque para além de se poderem fazer algumas compras ainda se conseguem passar boas horas de leitura e conversa pelos vários espaços que nos convidam a fazer isso mesmo. Adorei esta visita e, sem dúvida, que será um espaço onde iria voltar dentro de pouco tempo!

Mais sobre mim

foto do autor

Banner mrec Saldos 2019

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Happy

    Eu vi e gostei muito!

  • Gorduchita

    Não defendendo de forma nenhuma a empresa de medic...

  • O Informador

    É possível porque nas carrinhas é mesmo para despa...

  • O Informador

    O meu não perde o contacto com o cabo, mas só liga...

  • Anónimo

    Quando vou à medicina do trabalho num edifício ond...

Mensagens

Pesquisar