Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hdeusesemitos-billboard

Vidrinhos sujos

Sei que não sou caso raro, mas o certo é que faço parte daquele grande grupo de pessoas que conseguem andar horas e horas com as lentes dos óculos sujas e com dedadas sem quase dar por isso. Uso óculos desde pequeno, tendo feito uma pausa por uns anos e voltando mais tarde a recorrer aos óculos que partilharam durante mais de uma década o seu tempo com a utilização de lentes de contacto. Hoje só utilizo óculos devido a um susto ocular (...)

Confinado e sem vontade

  Neste período de confinamento a preguiça parece ter-se instalado em mim. Ando semana após semana, cada vez que entro no carro, a pensar que tenho de limpar tapetes, portas, vidros interiores, bancos... E no dia seguinte, se voltar a entrar no carro, penso o mesmo. Os dias foram passando, semana após semana, e hoje, mais de dois meses após o primeiro pensamento de que era mesmo necessário, lá coloquei mãos à obra e atirei fora os talões, embalagens e tudo o que foi ficando (...)

Limpeza em casa! Sujidade na rua!

Vamos lá a saber para entrar num debate de ideias que já vem longo e que parece nunca ter fim. Quais as razões que levam os seres humanos comuns a mostrarem totalmente higiene para com as suas casas quando na rua o descuido com o lixo e sujidade parece ser quase total?! Será que em casa quando têm embalagens vazias as deitam para o chão porque na verdade já não servem para nada? É que na rua os pacotes vazios são mais que muitos, mostrando que a sociedade anda a comer e a deitar (...)

Mato (des)cuidado

O Verão surge e consequentemente os incêndios ganham proporções elevadas e este ano as coisas não têm sido fáceis. No entanto se passarmos por determinados locais continuamos a ver zonas habitacionais com mato e mais mato em volta sem que os proprietários dos terrenos limpem o arvoredo transformado em matagal em torno das duas casas que por sinal ficam em zonas próximas da floresta que se tornam assim ainda mais propicias a que aconteça alguma coisa.  As pessoas ao longo dos (...)

A moeda suja

Recebi estas duas moedas no mesmo sítio, à mesma hora e em conjunto com outras de valor inferior. Fui eu que recebi a moeda suja e que parece que já enfrentou uma guerra ao longo dos anos, mas tenho a confessar que senti vergonha por a receber e tive vontade de pedir para a trocar, não o conseguindo fazer, claro! A moeda limpa tem a data de 2009, já a sua congénere feia foi feita em 2002 e embora (...)