Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

14
Out17

Animais nos estabelecimentos

O Informador

animal estimação.jpg

Partido Animais e Natureza, Bloco de Esquerda e Partido Ecologista os Verdes levaram a votação na Assembleia da República o projeto para que seja possível a permissão de animais de companhia em estabelecimentos de restauração, para além dos cães de assistência já autorizados por lei. O projeto foi aprovado mas eu, enquanto cidadão, dono de um cão, não consigo concordar com este novo facto.

É certo que cada proprietário de estabelecimento poderá decidir se autoriza ou não os animais de estimação entrarem nos seus espaços a partir de agora mas analiso esta aprovação parlamentar como um passo atrás no que havia sido feito. Primeiro tiram os animais de locais onde existe comida para que não se criem complicações desnecessárias com pelos e questões de higiene, agora uns anos depois voltam atrás com a palavra só porque ter um animal de estimação parece estar na moda. Não posso concordar com esta alteração de pensamentos dos nossos deputados, tal como não concordava se voltasse a ser possível fumar em todos os locais públicos. Se conseguiram colocar as leis a favor da higiene e saúde, agora conseguem fazer exatamente o contrário do que havia sido feito. 

Não tenho de estar num restaurante com um animal a sacudir-se e a fazer com que os seus pelos fiquem no ar durante minutos com os pratos de comida por perto. Eu tenho o meu cão mas não existe sequer hipótese de o colocar dentro de um estabelecimento de restauração por respeito aos outros, sabendo no entanto que com esta aprovação irei a partir de agora ver cães  a deixarem os seus vestígios junto de montras cheias de bolos, por exemplo. Não, isto não faz sentido em pleno século XXI num país desenvolvido. Podemos gostar muito dos nossos animais mas cada um tem de perceber o espaço do humano e do seu amigo de quatro patas para respeitar os outros.

Os deputados que votaram a favor desta lei devem certamente de ter animais que os acompanham em alguns passeios de rua mas de certo que não pensaram no desagradável que será ter um cão a ladrar ao ver um gato dentro de uma pastelaria ou de ter um cachorro ainda não ensinado a fazer as suas necessidades mesmo junto à mesa de quem está a comer um belo bife.

Os projetos do PAN são muito bonitos e em certas situações fazem sentido mas andar para trás no tempo e anular praticamente uma lei de 2015, que havia impedido os animais de companhia de entrarem em estabelecimentos é daquelas coisas que não irei perceber e sobre a qual irei fazer cara feia quando me sentir incomodado pela presença de um animal que esteja presente num local onde queira comer descansado e sem pelos. Existem animais e animais e não vamos tapar os olhos porque a limpeza de casa ao se ter um animal não é a mesma da de um local onde entram várias pessoas diariamente e poderão assim entrar vários animais que nem sempre usufruem da higiene que o meu cão tem. 

20
Jun16

Inspecção obrigatória para motas

O Informador

Os detentores de motos andam em protesto nacional devido à nova lei que obrigará motas e futuramente tractores e máquinas industriais a serem inspeccionados como os outros veículos a motor. Esta nova lei não faz sentido? Claro que faz, para mais quando todos andamos na estrada a circular sob rodas. 

A partir de Outubro deste ano, por 12,50€ mais IVA, as motos com cilindradas superiores a 250cc terão de passar pela inspecção obrigatória. A Associação Nacional de Centros de Inspecção Automóvel quer chegar também às motos a partir de 50cc mas por agora só as de nível superior ficarão sujeitas às novas regras. 

Sinceramente não entendo a razão dos proprietários de motos para andarem contra esta lei, mostrando assim uma certa irresponsabilidade. Andam na estrada, colocam em vários casos vidas em perigo porque ninguém está livre disso, e não querem ver os seus veículos a serem alvo de inspecção quando por vezes basta olhar para se perceber que algo não está bem com a mota que passa por nós com velocidade acima do normal. 

26
Mai15

Proibido assaltar! Então e o resto?

O Informador

CFyul6mW8AAa2l4.jpg

O Brasil no seu melhor! O governo do Rio de Janeiro inventou uma nova placa de trânsito, neste caso destinada aos peões ladrões! «Proibido Assaltar» é a ordem que esta imposição coloca a quem passar por aquele espaço da grande cidade. A questão que se coloca é! Se ali é proibido assaltar, o que acontece nos restantes locais onde não existe placa alguma?

Pois, pelos vistos no Brasil roubar é algo bom e regular, existindo agora a regra de onde não se pode então praticar o ato! Já agora, será que irão também inventar placas do estilo «proibido matar», «proibido violar» e afins? A finalidade desta nova forma de ordenamento social só irá dar liberdade perante os restantes locais para o crime ser praticado.

24
Nov14

As notícias de Sócrates

O Informador

Uma hora depois do início dos telejornais da noite, eis que ainda não deram qualquer outra notícia fora do mundo de Sócrates. Ele é pensador, foi nosso primeiro-ministro e agora é acusado de corrupção. Todos esperam ouvir o escrivão lisboeta revelar as medidas de coação do filósofo português de boa vida francesa e como o senhor tarda em aparecer, eis que tantas são as notícias preparadas em torno do José que roubou tanto como outros!

O escândalo está lançado, o mundo está de olhos postos no nosso país que vê assim um antigo governante ser detido por fraude fiscal. O dinheiro, roubos, casas, vizinhos, parentes e conhecidos, amores e empregados, tudo e todos tiveram direito a um minuto nos serviços informativos das últimas horas.

Poderia pedir-se que não falassem tanto do Zezito por estes dias quando o homem é o centro de todas as atenções por ter tanto dinheiro sem qualquer sorte no euromilhões? Quem é a verdadeira estrela do momento que tem levado Portugal a ser comentado por todos os cantos do mundo? Quem é? Quem é?

05
Out14

Já é Crime!

O Informador

Já é Crime1 de Outubro de 2014 simbolizará para sempre um dos passos mais importantes dos animais na sociedade portuguesa! A partir de agora maltratar animais já é crime no nosso país, podendo a pena atingir os dois anos de cadeia!

Quero acreditar que a reformulada lei sobre os maus tratos a animais seja colocada em prática e não esteja simplesmente presente no papel para calar quem sempre lutou por estes direitos dos seres vivos que partilham cada vez mais a sua vida connosco. Terá um juiz coragem para condenar os malfeitores sociais que se esquecem que quando estão a maltratar uma vida está a ser sacrificada?!

Um passo tardio mas que chegou, colocando Portugal ao lado dos países desenvolvidos e que defendem os direitos dos animais!

28
Set13

40 horas da Função Pública

O Informador

Percebo todos os protestos que os funcionários públicos têm feito contra a alteração da lei que os irá fazer trabalharem 40 horas por semana porque se tivesse na mesma situação também não gostaria de ser obrigado a aceitar tal medida. Mas por outro lado, concordo com a decisão dos nossos governantes porque se quem trabalha no privado tem que as fazer, porque os outros não? Ora bolas!

A economia vai mal, e embora existam sinais de melhoramento, não se podem atirar os festejos ao ar e esta decisão já andava a ser tomada há algum tempo só que os adiamentos foram acontecendo porque os públicos são muitos e têm sempre feito pressão para não trabalharem mais que as 35 horas a que estão habituados.

Antes era um privilégio trabalhar para o Estado, mas nos dias que correm tudo é igual e as outroras regalias já não existem, estando tudo mais unânime. Podem-me atirar pedras e basucas porque eu não estou do lado dos funcionários públicos, muito menos daqueles que tratam os cidadãos que lhes pagam o ordenado como ralé quando se está perante um balcão de atendimento e parece que tudo está a ser feito como um frete!

Eu, que trabalho num sistema privado, tenho que trabalhar 40 horas por semana para trazer o meu ordenado completo para casa. Os públicos agora também o terão que fazer porque não são nem mais nem menos que eu! Temos pena!

banner mrec exames nacionais e provas de aferição

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Comentários recentes

Pesquisar

Atual Leitura
Top mais vendidos Wook