Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

22
Mai15

O que ando a ver... Um Mundo Sem Fim

O Informador

Há uns anos, talvez há mais de cinco, não tenho bem a noção, li os dois volumes de Os Pilares da Terra de Ken Follett. Agora o que ando a ver? A série dos livros Um Mundo Sem Fim, do mesmo autor e que decorre passado uns anos sobre a história dos Pilares! Nesta série são retratados os tempos tumultuosos entre Inglaterra e Kingsbridge, após uma surpreendente vitória da Rainha Isabel sobre o seu próprio marido. A Rainha acaba por coroar o seu filho, que se converte no Rei Eduardo III. Está assim dado o mote para esta produção que nasceu dos livros do bem sucedido autor internacional!

Adorei os livros de Os Pilares da Terra e até tenho curiosidade em ver também a série sobre os mesmos, no entanto apanhei no AXN White há uns meses Um Mundo Sem Fim e nem pensei duas vezes no momento em a começar a gravar. Assim foi, coloquei as gravações a funcionar e pelos próximos dias é dar continuidade à visualização dos oito episódios que a série tem. Isto sempre com Gotham, Elementar, Modern Family e a novíssima Wayward Pines pelo caminho e para serem vistas poucas horas depois de serem transmitidas pelos seus respectivos canais.

Em lista de espera há alguns meses e já totalmente gravadas estão também as duas primeiras temporadas de Arrow, a mini série Anna Karenina, as três temporadas de Spartacus e a única temporada da série Traição! Os próximos meses irão ser para ver o que já está à espera e as novidades que irão aparecer entretanto pelas programações atuais!

06
Mai13

Preciso de sugestões literárias

O Informador

Sinto que as minhas preferências literárias andam muito pelos mesmos autores, tendo vontade de ler obras de quem ainda não me desiludiu com nenhum livro. Mas gostava de experimentar algo novo, um autor que ainda não me é familiar e que deva ler. O que me aconselhas?

Pois é, tendo a vontade de ler mais de Daniel Silva, Danielle Steel, Domingos Amaral, José Rodrigues dos Santos, Ken Follett, Torey Hayden e por aí fora, acho que estou na altura de arriscar e me conseguir apaixonar por outro autor para juntar a este leque. Tenho lido vários livros de outras autorias, mas até agora nenhum me conquistou de tal forma a me levar a ler um segundo trabalho seu. Estes são os nomes nacionais e internacionais que já me fizeram ter em mãos dois e mais livros da sua autoria e agora gostaria de conhecer um outro para juntar a este bando.

Quero sugestões literárias para ver se alguém me consegue levar a uma escrita que me conquiste logo nas primeiras páginas e me faça começar a seguir a sua carreira! Aceito sugestões literárias a partir deste momento!

10
Abr13

O chamamento do Manuscrito Encontrado em Accra

O Informador

AcraAté agora só li um livro de Paulo Coelho, O Aleph, e, embora tenha gostado, pensei que só voltaria a ler algo do autor quando fosse puxado por uma força inexplicável para o fazer. Parece-me que chegou a altura de voltar em algo novo do autor.

Inesperadamente e uma vez que não pensava mesmo ler tão cedo algo de Paulo Coelho, este Manuscrito Encontrado em Accra chamou-me de uma das estantes de uma livraria lisboeta e daí até o trazer comigo foi um ápice.

Pensava em adquirir algo mesmo diferente, tanto que até já tinha pré-encomendado pela internet o novo livro de Ken Follet, Triplo, mas não tinha ainda feito o pagamento. Agora a vontade de ler algo que me leve a pensar surgiu assim de repente e lá vou eu à aventura para descobrir o tal manuscrito que foi encontrado em Accra. Com esta leitura espero que volte a pensar em determinados assuntos que prevejo que sejam retratados no livro, quem sabe para me ajudar a encontrar pequenos pontos de mim que ainda andam escondidos no meu interior.

Nos próximos dias começarei a ler assim o Manuscrito Encontrado em Accra e depois, claro está, partilharei a minha opinião sobre o livro!

Sinopse de Manuscrito Encontrado em Accra

14 de julho de 1099. Enquanto Jerusalém se prepara para a invasão dos cruzados, um grego conhecido como «O Copta» convoca uma reunião com os jovens e velhos, homens e mulheres da cidade.

A multidão, formada por cristãos, judeus e muçulmanos, chega à praça do palácio de Herodes pronta para ouvir um discurso inflamatório sobre como se preparar para o combate, mas não é isso que o Copta tem a dizer. 

Tudo indica que a derrota é iminente, e que o mundo, tal como o conhecem, está prestes a chegar a um fim. Mas o grego apenas quer instigar as pessoas a buscarem a sabedoria existente na sua vida quotidiana, forjada a partir dos desafios e dificuldades que têm de enfrentar. 

O verdadeiro conhecimento, acredita, está nos amores vividos, nas perdas sofridas, nos momentos de crise e de glória e na convivência diária com a inevitabilidade da morte.

Na tradição de clássicos intemporais como O Profeta, de Khalil Gibran, Manuscrito encontrado em Accra, de Paulo Coelho, é um convite à reflexão sobre os nossos princípios e a nossa humanidade.

30-a-50-nobel-literatura-mrec

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Comentários recentes

Pesquisar

Atual Leitura
Top mais vendidos Wook