Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

leituras-verao-billboard
18
Jan20

Chicago | Teatro da Trindade

Força de Produção

chicago.jpg

 

Finalmente e muito graças ao prolongamento de temporada, fui ver o musical Chicago ao Teatro da Trindade, em Lisboa. Como a ocasião é que permite a opinião, tenho a dizer que o sucesso deste espetáculo é merecido, percebendo assim as sessões esgotadas e a necessidade de prolongarem por mais uns meses esta produção encenada por Diogo Infante. 

Com o elenco composto por Gabriela Barros, Soraia Tavares, Miguel Raposo, José Raposo, Catarina Guerreiro, Ana Cloe, Carlota Carreira, Catarina Alves, Filipa Peraltinha, Leonor Rolla, Mariana da Silva, Sofia Loureiro, David Bernardino, Gonçalo Cabral, João Lopes, JP Costa, Pedro Gomes e Ricardo Lima, Chicago é mesmo um dos espetáculo de 2019 com direito a prolongamento em 2020. Numa história conhecida há anos através do filme e das várias representações pelos palcos mundiais, finalmente chegou a Portugal Chicago, onde a história de duas rivais de vaudeville, que são acusadas de assassínio, nos anos 20, é contada. Velma, interpretada por Soraia Tavares, e Roxia, ao encargo de Gabriela Barros, são as heroinas desta história que envolve sexo, crime, prostituição, ambição e bastante persuação pelas influências numa cidade que vive de enganos perante a grandeza e com todo o mundo obscuro a viver mesmo ao lado da grandeza. 

Bem encenado e com um bom modelo de palco que permite rápidas passagens entre cenas, Chicago no Teatro da Trindade pode não ter a grandiosidade de outros palcos mundiais, no entanto consegue surpreender. Com uma Gabriela Barros em grande destaque que vai para além da sua personagem pelo bom desempenho da atriz, uma Soraia Tavares que vai atrás mas que para mim deixou algo a desejar perante o que já a vi fazer, um José Raposo com uma personagem que só um grande ator podia interpretar para sair bem e ter algum impacto junto do público e um Miguel Raposo, sim o filho, a ser a surpresa que desconhecia dos palcos por agarrar a atenção e pela boa dicção e interpretação que vai para além das expressões verbais, Chicago segue bem e recomenda-se por mais uns tempos, sem mexidas e sem paragens!

04
Abr18

Ñaque | Força de Produção

ñaque.jpg

Força de Produção convidou os veteranos atores José Pedro Gomes e José Raposo para, numa experiência que ambos já haviam mostrado vontade há algum tempo, se encontrarem em palco. Em cena no Teatro Villaret, Ñaque, mostra a vivência de uma companhia teatral itinerante do século XVII que com dois atores vai percorrendo o país, refletindo sobre o dia-a-dia dos homens que dão vida a várias personagens e que vão acabando por revelar ao longo da interpretação o seu percurso de vida profissional que se acaba por confundir com o campo pessoal.

Da autoria de José Sanchis Sinisterra e estreado em 1980, Ñaque chegou a Portugal em 2018, mostrando ser um texto intemporal. Além de mostrar dois atores que lutam pelo seu ganha pão através de uma acreditação sobre a sua função de se apresentarem perante um público que os espera no teatro, estes homens acabam por viver os altos e baixos que qualquer artista enfrenta na sua viagem de vida. Os objetivos e vontades que acabam por não conseguirem chegar a bom termo, a mudança para dar a volta a uma situação sem rumo e a crença que sempre se conseguirá fazer mais e melhor, lembrando um passado por vezes duro, de saltimbancos mas com a esperança sempre presente porque o sonho comanda a vida e o público pede sempre mais com a presença de cada artista a dar o melhor que sabe de si perante a exigência de um todo complexo.

A vida ingrata de um ator que sofre com os seus altos e baixos é retratada em Ñaque, onde dois excelentes atores contracenam como se tivessem numa amena cavaqueira pessoal e particular, num ambiente descontraído. O estatuto e profissionalismo de José Raposo e José Pedro Gomes já mostra ao público um à-vontade em palco único, fazendo mesmo com que o texto consiga ser valorizado pela forma como a naturalidade da dupla impera no espetáculo que é apresentado. 

28
Abr16

Vencedores de A República das Bananas [29/04/2016]

A República das Bananas assentou arraias no Teatro Politeama há alguns meses e desde aí que sessão após sessão tem recebido os aplausos do público que enche a sala lisboeta para assistir a mais um espetáculo produzido pela equipa de Filipe La Féria. Com um elenco de nomes bem conhecidos do público, como é o caso de Rita Ribeiro, Ricardo Castro, Anabela e José Raposo, nesta verdadeira república recheada de bananas o humor e a critica social marcam presença do início ao fim, existindo espaço para vários momentos musicais e de homenagem pelo meio. O Informador viu e teve dez convites duplos para oferecer aos leitores do blog!

Terminado o prazo do passatempo, eis a altura de revelar a lista dos vencedores que serão também contactados via email e que irão assistir à sessão do próximo dia 29 de Abril, Sexta-feira, pelas 21h30, de A República das Bananas. 

25
Abr16

Bilhetes para A República das Bananas [29/04/2016]

a república das bananas.jpg

A República das Bananas invadiu o Teatro Politeama já uns meses e como o público adora os espetáculos com o selo de qualidade das Produções Filipe La Féria, a produção está para durar pelo palco lisboeta. Com o elenco composto por Rita Ribeiro, José Raposo, Anabela, Ricardo Castro, Paula Sá, Ricardo Soler, Bruna Andrade, João Duarte Costa, Patrícia Resende, Paulo Miguel e David Mesquita, esta é a revista à portuguesa de Filipe La Féria que marca a atualidade. Para que os leitores do blog possam assistir a esta verdadeira República das Bananas, eis um passatempo em dose bem alargada para todos! O Informador tem dez convites duplos para oferecer pelos próximos dias e num curto espaço de tempo aos participantes deste passatempo que queiram marcar presença na sessão de dia 29 de Abril, pelas 21h30!

É uma crítica mordaz e divertida ao Portugal de hoje. Pelo palco do Politeama serão passados em revista todos os acontecimentos deste ano, as figuras políticas e públicas mais engraçadas e controversas interpretadas por um elenco de estrelas onde La Féria junta actores consagrados à mais jovem e talentosa geração do novo teatro e musical português.

Este passatempo decorrerá até às 18h00 de 28 de Abril, Quinta-feira, e para se habilitarem a um dos bilhetes duplos que tenho para sortear só têm de:

  • Fazer Gosto na página de Facebook d' O Informador.
  • Partilhar este post, mencionando dois amigos nessa mesma partilha.
  • Preencher o formulário que se segue onde só é permitida uma participação por endereço de e-mail.

04
Abr16

Vencedores de A República das Bananas [06/04/2016]

A República das Bananas assentou arraias no Teatro Politeama há alguns meses e desde aí que sessão após sessão tem recebido os aplausos do público que enche a sala lisboeta para assistir a mais um espetáculo produzido pela equipa de Filipe La Féria. Com um elenco de nomes bem conhecidos do público, como é o caso de Rita Ribeiro, Ricardo Castro, Anabela e José Raposo, nesta verdadeira república recheada de bananas o humor e a critica social marcam presença do início ao fim, existindo espaço para vários momentos musicais e de homenagem pelo meio. O Informador viu e teve dez convites duplos para oferecer aos leitores do blog. Terminado o prazo do passatempo, eis a altura de revelar a lista dos vencedores que serão também contactados via email e que irão assistir à sessão do próximo dia 6 de Abril, pelas 21h30. 

  • Ana Paula Barros
  • Inês Filipa Lago
  • Maria Helena Costa
  • Tânia Venâncio
  • Dina Abreu
  • Inês Quelhas
  • Rodrigo Gonçalves
  • Ana Maria Marques
  • Vanda Imperial
  • Vanessa Ariana Carvalho

 a república das bananas.jpg