Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

08
Jan17

Copy Paste jornalístico

O Informador

Estava eu a folhear uma revista cor-de-rosa numa tarde vaga e eis que me deparo com uma situação! Várias das notícias que por aquelas páginas são dadas não são mais nem menos do que as partilhas que os famosos vão fazendo nas suas páginas de Facebook e outras redes sociais. 

É o abraço de uma apresentadora à sua mãe, a passagem de ano de outra apresentadora fora do país, a segunda gravidez de uma jovem cantora, a nova namorada de um jogador de futebol... Tudo com imagens que essas pessoas partilharam pelas suas contas nas redes sociais e que a redação da dita revista pegou, elaborou um rápido texto, daqueles que tão bem consigo fazer para chamar a atenção dos leitores do blog, e está feito. 

Isto é jornalismo meus caros? Qual a razão deste tipo de revistas existir nos dias que correm quando as pessoas através do Facebook conseguem saber o que os famosos vão contando. Outrora sim, existiam bons conteúdos exclusivos para quem adora cuscar a vida dos vips nas revistas, mas nos dias que correm, com o online cada vez mais infiltrado no nosso dia-a-dia, não estará a imprensa a precisar de uma boa reforma para inovar e deixar de fazer copy paste no que oferece ao leitor?

25
Fev15

Questionário Íntimo

O Informador

José Alberto Carvalho estreia hoje, pelas 23h30, um novo programa de conversas no TVI24. A surpresa do seu convidado servirá como mote para meia hora de conversa, com trinta e cinco questões feitas no final do século XIX e respondidas de forma brilhante por Marcel Proust. A gravação automática do MEO já está agendada para que não perca esta estreia, para mais com Marcelo Rebelo de Sousa como figura central, respondendo o professor a questões que ainda não lhe foram colocadas publicamente. 

Antes não apreciava o trabalho de José Alberto Carvalho, pivô formal e centrado unicamente na notícia. Agora e também graças ao ambiente que a TVI adora mostrar dos seus bastidores e com os profissionais fora das suas zonas de trabalho habitual, vejo o jornalista com outros olhos, percebendo que por detrás de um pivô existe um ser bem inteligente, com conversas e opiniões acima de muitos outros que andam por aí, uma pessoa bem disposta e sempre pronto para proteger o próximo, aqueles que estão consigo. A imagem das notícias, quando estão sentados numa secretária a ler um teleponto, nem sempre é a melhor e neste caso os outros projetos com os quais José Alberto Carvalho tem estado envolvido pelos últimos anos dentro do canal para o qual trabalha ajudaram a mudar a visão que tinha da sua pessoa. 

Logo mais irei gravar o Questionário Íntimo para ver assim que possível!

Questionário.gif 

As famosas respostas que o escritor Marcel Proust deixou a 35 perguntas são o motivo de inspiração de José Alberto Carvalho, para este “Questionário Íntimo”.
A banalidade de algumas das questões é surpreendida pela genialidade e franqueza absoluta das respostas, que constituem o ponto de partida para este novo programa da TVI24. 

31
Ago14

Os «novos filhos» de estimação

O Informador

fotografia (27)Jessica Athayde é, ao lado do seu Júlio, a estrela da capa da revista Visão desta semana com o artigo que mostra o crescimento dos números de adopção de animais de estimação por parte das famílias portuguesas. Eu, que me revejo nestas famílias com animais domésticos, consigo perceber quando a atriz da TVI revela alegremente que «O meu Júlio já passa na passadeira», como se fosse um feito do seu filho. Os animais estão cada vez mais presentes nas casas de todos nós e o canto que antes tinham reservado para si agora já não existe, tendo sido substituído por todo o espaço onde nós, os pais humanos, podemos circular. O poder do amor transmitido nesta união tem revelado uma maior qualidade de vida dos animais que se tornam presença obrigatória nas saídas sociais, quer estejam presentes ou somente em pensamentos transformados em conversas!

Os animais, sejam eles cães, gatos, pássaros ou até espécies exóticas, estão a tomar conta dos lares nacionais de forma bastante expressiva, estando os valores desta partilha de afectos a subir significativamente pelos últimos anos, talvez também pelo modo de vida que tem sido adoptado pelas pessoas. Os animais estão a deixar de ser vistos como os companheiros de quintal que ajudam a proteger a casa e estão a ganhar o seu verdadeiro espaço dentro da habitação, sendo muitas vezes o centro das atenções por parte das famílias que já os consideram como membros.

Não sou pai e sinto-me magoado quando o Tomé tem algum problema ou tem de ir ao veterinário, sabendo que existe uma grande diferença entre os «filhos de estimação» e os verdadeiros filhos, no entanto as dores aparecem e o entendimento de ambas as partes está cada vez mais em sintonia.

Neste momento além de clínicas e lojas especializadas, também já existem centros de beleza e bem-estar para os animais de estimação, sendo que alguns são exclusivamente dedicados a determinadas espécies. A comida está a ficar com uma maior qualidade, os acessórios e brinquedos a ganharem destaque pelas superfícies comerciais e os serviços a especializarem-se nos cuidados para com os companheiros de habitação. Aos poucos ter um animal de estimação torna-se tão essencial como fazer qualquer terapia, isto porque quer se queira quer não, um cão, gato, pássaro ou um simples peixe ajuda a que o humano, que tem a obrigação para consigo, lhe dedique algum do seu tempo, distraindo-se e ficando com uma maior disposição pela partilha e energia que é transmitida pelo companheiro animal.

Os «novos filhos» de estimação estão a conquistar os lares portugueses de forma bastante expressiva e embora não sirvam como um substituto conseguem ser um bom complemento familiar!

banner mrec exames nacionais e provas de aferição

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Comentários recentes

Pesquisar

Atual Leitura
Top mais vendidos Wook