Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Big Brother de Cristina começou

cristina ferreira big brother.jpg

2022 assinala o regresso de Cristina Ferreira aos reality shows, vinte anos depois de se ter estreado como apresentadora dos Extras do formato, agora como a anfitriã das noites de Domingo. A sua chegada a este estilo de programas como a grande anfitriã já era esperada há muito e foi com a edição Famosos do Big Brother que a hora chegou.

A gala começou, Cristina apresentou-se com um vestido branco até simples para o que nos habituou e com uns sapatos bem caros oferecidos pelo companheiro de televisão Manuel Luís Goucha. Foi aplaudida pelo público em estúdio e apresentou os dois comentadores residentes desta edição, Ana Garcia Martins, A Pipoca Mais Doce, a quem se junta desta vez Flávio Furtado, o que não me pareceu ser uma boa escolha para se formar uma dupla de comentário coesa.

Rapidamente a entrada dos concorrentes começou e como estava mais que anunciado, Bruno de Carvalho é o primeiro jogador a ser apresentado, muito para criar logo a polémica ao início da noite através das redes sociais. Com poucas conversas e a ser puxado para umas palavras por Cristina, Bruno lá entrou envergonhado e com a sua entrada logo se percebeu que o patrocínio do Continente para as compras semanais se foi para dar lugar ao Intermarché. Bruno de Carvalho entra e a intenção será claramente limpar a sua imagem e acredito que se o azeite não escorregar de mais que consiga sair com outro boneco feito junto do público. Marta Gil, atriz que podia ser vista há pouco tempo na novela Festa é Festa foi a segunda a entrar, sem que a imprensa tenha suspeitado da sua contratação e acredito que será a boa disposição dentro do jogo, embora em tão poucos minutos tenha gasto energia suficiente para a poder comparar aos primeiros dias de Ana Barbosa na estreia da última edição do formato com concorrentes anónimos. Terceira entrada ficou entregue ao Kasha, dos Dama, mostrando que os convites por parte de Cristina e companhia foi bem feita para atrair diversos públicos e por trazer nomes para o formato inesperados. Só não percebi o ar alucinado com que o rapaz entrou para a casa a par daquela vestimenta mal trapilha. Laura Galvão, a segunda atriz a entrar, cheia de si mas ao mesmo tempo com o peso de deixar uma filha fora do jogo e a revelar um pouco da sua história de adolescente que pode cativar o público de início pelo interesse e pelo peso que tem na sua vida. Fiquei com a ideia pré concebida que a Laura não será uma concorrente fácil para o grupo lidar, mas esta é somente a primeira impressão com que fiquei. Do Somos Portugal para o Big Brother o cantor Jorge Guerreiro, que representa assim a musicalidade que o canal oferece nas tardes de Domingo ao seu público. Inesperado? Para alguns sim, para mim acaba por ser uma entrada normal, uma vez que já havia suspeitado que dentro do lote de convidados do programa de Domingo o Jorge seria uma possibilidade a aceitar o convite caso existisse. Vindo do Brasil e bastante nervoso surgiu o Mário Jardel, ex jogador de futebol e também ex deputado brasileiro que já passou pelo mundo da droga e da clandestinidade. Agora voltou a Portugal para entrar no reality show com o intuito de aprender a viver uma nova experiência, e tal como o Bruno de Carvalho, alterar a imagem que as pessoas têm de si do luxo à queda repentina. Liliana Almeida, a desaparecida cantora que se estreou na banda NonStop e que tem estado afastada da ribalta nos últimos anos, tendo sido jurada o ano passado no programa também apresentado por Cristina Ferreira, o All Together Now, o que decerto ajudou a este convite para a entrada no reality show. O que esperar? Pouco se sabe sobre a pessoa em questão, como tal, ou surpreende de início ou poderá ser um alvo a abater por parte do público já de início e se bem viram a estreia perceberam que a vingança parece ser um prato bem frio que a Liliana gosta de servir e por bem sempre acompanhado por um copo na mão. E quem melhor para mostrar a pimbalhada num reality show? Eis o Leandro, o cantor que tem dado que falar nas últimas semanas por falar de mais, as suas verdades, de forma por vezes despropositada? Com esta entrada começo a ver algum azeite junto num só espaço, o que pode não correr bem, mas vamos seguir com as entradas em noite de estreia...

Quem é o Jay Oliver? Sim, aquele cantor angolano que diz que está a fazer sucesso no nosso país. Se já o tinha visto mais gordo nos palcos, imprensa ou redes sociais? Nunca, mas certo é que se os cantores pimba nacionais têm oportunidade o Jay também tem essa hipótese, embora ainda não tenha entrado na casa por ter iniciado o confinamento após os restantes concorrentes. Quem já entrou foi a Jaciara, ex-mulher do jogador Deco, que vestida para arrasar na entrada promete criar polémica com a sua participação no jogo. O que esperar à primeira vista? Boas discussões! Hugo Tabaco, o dj e empresário com muita noite e com o conhecimento de muitos podres sobre os famosos do seu lado e que parece que entrou para rir de tudo e nada sem ter qualquer graça. Catarina Siqueira, outra atriz, e das que já tinham entrado é a que pode despertar menor curiosidade, no entanto a produção conseguiu mostrar desde logo a sua boa disposição e a vontade de viver esta experiência ao máximo. O último a chegar foi mesmo o ator Nuno Homem de Sá, um rosto conhecido da ficção e também um concorrente de uma edição de há vinte anos do mesmo programa. Supostamente não iriam existir figuras repetidas, mas com vinte anos passados deve ter justificação, é isso? O seu mau feitio ficou conhecido na altura, será que irá voltar a provar tal facto?

Fiquei sem Café

café.jpg

 

Nunca, mas mesmo nunca ou quase raramente, deixo que as cápsulas de café atinjam aqui por casa o estado de stock limitado. Só que este quase nunca desta vez foi ultrapassado, tudo porque recuso-me a comprar café sem ser em promoção. 

Nas últimas semanas as minhas idas ao supermercado têm acontecido com a normalidade do costume, o problema é que a passagem pelas estantes onde a cafeína abunda aconteceram como sempre mas os preços mais baixos não têm existido. O que se andará a passar para que em vários supermercados de grupos distintos nenhum café, das marcas que gosto de consumir, tenha andado em promoção pelas últimas semanas? Tenho andando a estranhar este caso que merece uma averiguação, uma vez que fiquei sem uma única cápsula em casa e agora estou a ressacar de café e não apetece sair à rua. Muito grave toda esta situação!